[ editar artigo]

Nascemos líder ou aprendemos a ser líder?

Nascemos líder ou aprendemos a ser líder?

Ser ou não ser, eis a questão: será mais nobre
Em nosso espírito sofrer pedras e setas
Com que a Fortuna, enfurecida, nos alveja,
Ou insurgir-nos contra um mar de provocações
E em luta pôr-lhes fim? Morrer… dormir: não mais.

(Willian Shakespeare)

Quando buscamos a etimologia da palavra liderança, encontramos vários significados, mas todos nos remetem ao mesmo fim: O que vai na frente!

Tão passado e tão presente, porque quando pesquisamos qualquer história de conquista de países, regiões ou mares, de época distante e menos distante, nos deparamos sempre com a figura do líder, políticos ou apolíticos, mas, sempre há um líder atrás das conquistas.

No livro  o Monge e o Executivo – (James C. Hunter), podemos entender que a  verdadeira liderança está em exercer influência sobre outros, mas isso depreende um esforço  pessoal, e só conseguimos influenciar alguém quando nos propomos a aprender, e quando  exercitamos o bem maior,  que é o compartilhamento do saber, de ideias, de ações. E então temos o  retorno do nosso esforço, que é nada mais, nada menos que as vitórias alcançadas pelo grupo que forma o todo.

E o tal líder do futuro?  Bom, o  futuro é agora,  com toda transformação, inovação e tecnologia – passado e futuro se fundiram no agora, no presente,  por necessidade, por que assim a situação atual  exige, porque não podemos esperar, temos que buscar!

No momento presente, em que o mundo busca maneira de sobreviver o pós pandemia, a figura de líder se faz mais presente, para guiar, encorajar, coordenar. E  então, como ser um verdadeiro líder? Há quem afirme que líder nasce líder, outros que se pode aprender. Mas isso nos remete a um impasse? Acho que não, afinal temos tantas ferramentas disponíveis nessa era de comunicação que a internet nos proporciona, em que as mídias tanto nos mostra sobre transformação digital, aonde  temos maior facilidade de trocar ideias e nos conectar com outros sem sair de casa,  que podemos com certeza afirmar: Se quero ser um líder, posso sim ser um líder! Podemos aprender a incentivar outros pelo bem comum, transmitir um  conhecimento que o outro não tem, fazer o nosso melhor para as coisas acontecerem na luta pela sobrevivência de um país.  E é por isso e para isso que  contamos com o maior incentivador nacional de empreendedorismo, o Sebrae, que nos presenteia semanalmente/mensalmente com cursos, palestras e workshops sobre liderança, com profissionais altamente gabaritados para esse fim. Parabéns Sebrae!

“O melhor líder não é necessariamente aquele que faz as melhores coisas. Ele é aquele que faz com que pessoas realizem as melhores coisas.” – Ronald Reagan, ex-presidente americano.

Susana Urbanski

Casa do Empreendedor Umuarama

 

 

Liderança

Ler conteúdo completo
Indicados para você