{{ warning.message }} Ver detalhes
Post
Link
Pergunta
Produtividade e Inovação Organizacional
[editar artigo]

Produtividade e Inovação Organizacional

Se você der um Google em “como aumentar a produtividade da minha empresa” obterá cerca de 400 mil respostas entre anúncios de soluções tecnológicas e artigos de blogs. O interesse no tema se justifica, visto que produtividade e lucratividade estão intimamente relacionadas. As soluções apontadas pelos principais blogs são as mais diversas: melhorar a comunicação interna, trabalhar a gestão de pessoas, incentivar com metas e remuneração por desempenho, otimizar o fluxo de trabalho e os processos internos. Mas por onde começar? A Dugrand Contabilidade encontrou a resposta olhando para dentro da própria empresa.

 

A Dugrand e o Programa ALI: olhando para dentro da empresa

 

A Dugrand atua prestando serviços contábeis e de assessoria em gestão na região de Florianópolis. O mercado de prestação de serviços contábeis é bastante concorrido, o que pressiona as empresas do segmento à diferenciação pelo preço e qualidade dos serviços. Nesse contexto, e considerando a natureza dos serviços de contabilidade, a produtividade e a qualidade são imprescindíveis não só como fonte de vantagem competitiva, mas também na manutenção da satisfação dos stakeholders.

 

Quando iniciou no Programa ALI em 2016, uma das ações sugeridas e executadas pela Dugrand foi a análise da segmentação de clientes. Foram verificados dados relativos à produtividade e lucratividade por atividade econômica, verificando-se grande discrepância entre o desempenho das mesmas. Constatou-se que clientes que demandam maior fluxo de informações e que possuem estruturas tributárias mais complexas, como empresas do comércio e da indústria, são menos lucrativas por apresentarem menor produtividade dos colaboradores.

 

Planejando a mudança

A partir da observação dessas informações, aumentar a produtividade dos colaboradores passou a ser um dos objetivos estratégicos da empresa. O plano de ação para alcançá-lo envolvia aumentar a integração com os sistemas de gestão dos clientes e já foi iniciado em novembro de 2016. No entanto, a realização desta tarefa não dependia exclusivamente da Dugrand, de forma que outra medida precisava ser tomada. Foi então que, pensando na segmentação de clientes, decidiu-se reorganizar a equipe de trabalho buscando especificação por atividade econômica.

 

Até então, os colaboradores da Dugrand eram responsáveis por um determinado número de clientes. Cada profissional conhecia muito bem a sua carteira de clientes e precisava dominar uma grande quantidade de informações próprias de cada segmento atendido. Segundo os gestores Darley Grando e Ivanir Dutra de Lima “Isso fazia com que, ao se afastar, por férias ou outros motivos eventuais, houvesse necessidade de interferência muito grande da gerência no atendimento daqueles clientes.” Além disso, não havia uma discussão maior para clarear situações contábeis e tributárias dos clientes.

 

Inovando e observando os resultados

No início de 2017 foi implantada a reorganização dos colaboradores da Dugrand Contabilidade. Os colaboradores foram agrupados em equipes responsáveis por atividades econômicas específicas. A intenção era potencializar o desempenho dos colaboradores a partir da diminuição de informações tributárias a serem administradas pelos profissionais individualmente, ou seja, da especialização por segmento.

 

Os gestores citam como principais resultados do novo formato de distribuição do trabalho o aumento da produtividade e da qualidade de vida dos profissionais. Além disso, a formação de equipes promoveu a integração entre os colaboradores. Desta forma, quando um dos integrantes precisa se ausentar, os demais membros da equipe são capazes de absorver suas demandas com maior tranquilidade. Segundo os gestores “Outro grande benefício é o da troca de experiência dentro da equipe, com ganhos em escala quando se trata de treinamento, disseminação do conhecimento e interpretação de situações que envolvem procedimentos contábeis e tributários, diante da complexidade da nossa legislação e excesso de burocracia que teima em reinar”.

 

meio.jpg

 

Este é um caso de sucesso que demonstra que é possível obter aumento de produtividade e eficácia, melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores e promover o compartilhamento de informações a partir de uma inovação organizacional. E mais, que soluções não estão somente fora, mas também dentro da empresa na forma de recursos humanos, inteligência e fatores organizacionais.

Juliana Bittencourt

Juliana Bittencourt

Juliana Bittencourt - ALI Santa Catarina

Fique informado sobre as novidades da comunidade
Cadastre-se aqui
Gostou desse artigo? Escreva o seu também!
Nova publicação

Artigos relacionados

Continue lendo!

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso
aos conteúdos exclusivos.

Entrar