Inovação em tempos de crise: Diferenciar para crescer
[editar artigo]

Inovação em tempos de crise: Diferenciar para crescer

Os momentos de crise afetam a todos. A seleção de mercado fica mais intensa. Os que se adaptam e sobrevivem, revelam alta capacidade de diferenciação, enquanto que os que desaparecem, normalmente, demoram a perceber o valor de mudar.                                                                                                                            

Mas como se diferenciar?    

Há alguns anos, uma empresa começava com o avô e passava de pai para filho. Os processos eram executados da mesma maneira. Hoje isso é impossível. Para se diferenciar é preciso investir em inovação. Esta mudança permite que a empresa passe a oferecer maior valor ao cliente, para que este possa considerá-la uma melhor opção na hora da compra.   

Em mercados muito competitivos, qualquer transformação que caracterize uma melhor experiência para o cliente será considerada um atrativo.

A Expressiva

Neste post, apresento o caso da empresa Expressiva, localizada em Joinville, que iniciou suas atividades há 25 anos. A princípio com foco em moda feminina, dois anos mais tarde teve sua filial inaugurada com o objetivo de oferecer um serviço de qualidade ao público masculino.

O sucesso da empresa foi suficiente para estimular nos empresários o interesse de expandir as instalações. Mudaram-se para uma área de 400m², seu endereço atual. Possuía um atendimento diferenciado e de qualidade, com portfólio de marcas de reconhecimento nacional, nos estilos casual, esportivo e social.

Além disso, atendiam noivos com a venda de trajes. Esse diferencial fez com que os empresários percebessem uma nova oportunidade, a implantação de inovação na empresa, devido ao aumento desses serviços e como saída em tempo de crise.

 

O espaço do noivo

Em outubro de 2015, percebendo a crescente demanda dos noivos e a inexistência desse serviço na região, os empresários idealizaram a marca Expressiva Black. No mezanino da loja, foi inaugurado um espaço exclusivo para o noivo, pai e padrinhos. A proposta é oferecer um serviço diferenciado, pois assim como as noivas, os noivos também merecem um atendimento especial.  

Já no início de 2016, foram apresentados ao Programa ALI (Agente Local de Inovação) do qual participo. Parte do programa consiste na realização de dois diagnósticos, um deles, o Radar da Inovação. Esta é uma ferramenta utilizada para medir o grau de inovação da empresa, baseada em 13 dimensões, porém com quatro principais:           

1. ofertas criadas                                                                                                            2. os clientes atendidos                                                                                               3. os processos empregados                                                                                       4. os locais de presença usados

Num primeiro momento, foram realizadas ações em diversas áreas, com objetivo de implantar a cultura da inovação na empresa e melhorar a gestão.                                    

Como a loja busca o que há de mais moderno no universo de ternos e trajes, é frequente a participação da empresa em eventos relacionados a casamentos, sempre com a finalidade de buscar tendências e novidades para os clientes.                               

Para que a loja seja reconhecida pelo bom atendimento, os empresários investem em capacitações com fornecedores e consultores.                                                           

Com objetivo de agregar valor ao negócio, o espaço também faz parcerias esporádicas com barbearias e empresas de fotografia para oferecer o “dia do noivo”. Nas redes sociais da loja Expressiva, os noivos dão seus depoimentos e agradecem os consultores pelo atendimento personalizado, estreitando ainda mais o relacionamento da marca com os clientes.        

Durante o programa ficou evidente que era necessário uma reorganização das finanças da empresa, então foi contratada uma pessoa para fazer esse serviço.               

As ações realizadas até o momento foram responsáveis por um aumento na média de pelo menos nove das 13 dimensões do diagnóstico Radar da Inovação comparado ao primeiro aplicado. Esse resultado trouxe um aumento significativo no Grau de Inovação Global da empresa.

Por que deu tão certo?            

Durante a crise alguns gestores deixam de investir ou perceber demandas do mercado. Acabam apenas reclamando que as vendas caíram e não notam que há novos nichos a serem explorados ou oportunidades a serem aproveitadas.                         

Observa-se que quando a empresa treina seus colaboradores, participa de eventos do setor e busca agregar valor ao negócio, várias áreas tendem a melhorar e impactam positivamente no Grau de Inovação da empresa.                                                      

 Foi pensando no cliente e não tendo medo de arriscar e inovar para crescer que o espaço Expressiva Black deu tão certo. E ai, o que você está esperando para sair da inércia e encontrar oportunidades para sua empresa se diferenciar?                       

 

Juliana Borges
Juliana Borges Seguir

Agente de Inovação - Sebrae- CNPq

Continue lendo
Indicados para você