[ editar artigo]

Inovar pode ser mais fácil do que você imagina!

Inovar pode ser mais fácil do que você imagina!

No mundo corporativo de mudanças e incertezas, o conhecimento e a troca de informações tornam-se cada dia mais relevantes.  Cada vez mais os empreendedores são estimulados a interagir com novas tecnologias, novas redes sociais e com uma avalanche de informações disponíveis na tela do seu computador ou na palma da nossa mão.

Atualmente o acesso à informação, a ferramentas, vídeos e artigos sobre inovação em produtos, serviços, marketing, processos, modelos de negócios, entre outros temas, encontram-se facilmente disponibilizados em sites, redes sociais e canais de empreendedorismo, o que tem facilitado, e muito, a vida dos empresários que possuem o interesse em inovar.

Mas, como tornar esse grande número de informações em estratégias práticas para inovar na pequena empresa?

Esse questionamento é o que tenho recebido de muitos empresários ao longo da realização do meu trabalho de campo com as empresas participantes do Programa Agentes Locais de Inovação no Alto Vale do Itajaí / SC. A minha resposta, na maioria das vezes, é que antes de qualquer coisa, é necessário fomentar a cultura da inovação com a equipe. Esse costuma ser o start do ambiente propício à inovação, ou seja, o conjunto de pessoas envolvidas que, começam a se capacitar sobre o assunto. Nada complicado, apenas estruturado! 

Ambiência inovadora na prática

Compartilho o dilema encontrado na empresa Laboratório Luz Análises Clínicas, que possui a sua sede no município de Rio do Sul há mais de 50 anos. Desde a adesão ao programa ALI no final de 2015, os sócios Jaques e Simone, apresentaram-se receptivos e interessados em introduzir a inovação na rotina da sua empresa. 

Assim como em tantas outras empresas de pequeno porte, a dificuldade da empresa para encarar uma dinâmica interna que pudesse incentivar atividades inovadoras residia na dificuldade de compreensão sobre o tema. A divergência de interpretações sobre aplicabilidade da inovação na empresa foi evidenciada logo de inicio pelos colaboradores.  Isso, porque muitos destes não possuíam conhecimento sobre a relevância do uso da inovação no ambiente organizacional. Ou ainda, por desconhecerem que a inovação pode ser algo simples, porém significativo para os resultados da empresa. 

O dilema então consistiu em: Como incentivar o processo de inovação em um conjunto de indivíduos que não entendem sobre o assunto?

Para contornar essa dificuldade foram planejadas algumas ações, elaboradas com os sócios Simone e Jaques, nas etapas de acompanhamento do programa ALI, tais como: compartilhamento de textos com conceitos e com casos de outras empresas regionais, mostrando os resultados obtidos com o uso da inovação, além da adoção de reuniões periódicas, com a presença de todos os colaboradores para que a compreensão do tema pudesse ser alinhada. 

 Adicionalmente, foram realizadas oficinas estratégicas para delimitar os pontos fortes, fracos, oportunidades e ameaças da empresa, possibilitando a todos os envolvidos a identificação de cenários positivos e negativos para o curto prazo. 

Equipe envolvida + inovação: Benefícios para os clientes e empresa

Ademais, com a equipe comprometida em buscar soluções para melhorar o relacionamento com os clientes, varias sugestões foram surgindo, entre elas, a criação do Cartão VIP. Um cartão digital, que oferece benefícios exclusivos na aquisição, pagamento e parcelamento de serviços e produtos. Com o diferencial de apresentar a tipagem sanguínea do paciente como identificação complementar, gerando uma facilidade em caso emergência hospitalar. 

Vale destacar que, na percepção dos sócios, essas ações não geraram grandes investimentos financeiros para a empresa, o maior recurso utilizado foi a percepção da equipe sobre o quão importante o uso de ações inovadoras poderia potencializar o relacionamento da empresa com os seus clientes. Em outras palavras, a capacidade dos colaboradores estava sendo subutilizada. Bastou organização e foco que a boa vontade emergiu e gerou ótimos resultados tanto para o relacionamento com clientes como no relacionamento (ambiente) interno.

Portanto, pode-se dizer que a busca de informações e conhecimento, aliados ao diálogo constante e a sinergia de todos os envolvidos, pode ser um grande diferencial para as pequenas empresas, tornando a inovação algo mais fácil do que se imagina.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Clube Sebrae
Michele Klasener
Michele Klasener Seguir

Bolsista - CNPQ

Ler matéria completa
Indicados para você