[ editar artigo]

7 hábitos que você deveria eliminar agora mesmo para ser mais produtivo em seu trabalho

7 hábitos que você deveria eliminar agora mesmo para ser mais produtivo em seu trabalho

Muitas vezes, aquilo que você não faz tem muito mais impacto na sua produtividade do que aquilo que você faz. Em vez de se perguntar: “O que eu deveria começar a fazer?”, pergunte-se: “O que eu deveria parar de fazer?”.

Para ajudá-lo com essa tarefa, aqui estão sete hábitos estressantes (e bastante comuns) que você deveria se esforçar para eliminar. Eles são baseados no trabalho de Tim Ferriss, autor best-seller nos Estados Unidos. Concentre-se em um ou dois de cada vez, priorizando aqueles que acredita que terão maior impacto em sua vida neste momento.

1. Não comece a trabalhar antes de planejar seu dia e definir as prioridades

Não caia na tentação de chegar ao escritório e já começar a trabalhar. Em vez disso, invista dez minutos para elencar e priorizar tudo aquilo que precisa ser feito durante o dia. Isso vale ainda mais para o seu planejamento semanal, mensal etc. Esta é o hábito mais importante dos sete!

2. Não abra seus e-mails logo pela manhã

Depois de iniciar o dia com clareza de quais são suas prioridades, comece a trabalhar imediatamente naquilo que é mais importante. Checar os e-mails nesse momento só irá tirar seu foco daquilo que realmente precisa ser feito. Você acabará procrastinando o que é de fato prioritário para simplesmente ocupar seu tempo respondendo e-mails na ilusão de que está produzindo.

3. Não faça reuniões que não tenham um objetivo claro e um horário para acabar

Antes de começar qualquer reunião (ou conversa ao telefone), tenha claro o que está buscando ali e por que isso é importante para você naquele momento. Liste os tópicos essenciais em uma pauta, defina um horário de início e fim e procure limitar o tempo máximo em 30 minutos (a não ser que seja algo muito técnico ou específico).

Dessa forma, as pessoas irão aproveitar da melhor maneira possível cada minuto. Além disso, em vez de marcar uma reunião às 14 horas (o que dá margens para atrasos), marque-a, por exemplo, das 14h15 às 14h45. Certamente a pontualidade será mais respeitada.

4. Não deixe as pessoas divagarem em reuniões

É incrível como se perde tempo com devaneios e assuntos paralelos em reuniões. Vá direto ao ponto e, quando alguém começar a perder o foco, esteja pronto para trazê-lo imediatamente de volta. Deixe o bate-papo e as conversas triviais para outra hora.

A Lei de Parkinson diz que um trabalho irá se expandir e ocupar todo o tempo que lhe for concedido. Por isso, reuniões curtas tendem a ser mais eficazes.

5. Não veja e-mails constantemente – defina um “bloco de tempo” para lidar com as mensagens

Pouca gente se dá conta, mas existe uma coisa chamada “Custo de Interrupção”. Quando você interrompe uma tarefa para checar e-mails, não se trata apenas do tempo que você perde, mas da perda de foco no que estava fazendo. É como tentar ferver água, mas desligar o fogo toda hora.

Isso vale tanto para tarefas profissionais que tiram o seu foco do que realmente deveria ser feito como para as pequenas pausas para olhar WhatsApp e mídias sociais. Defina um horário específico para acessar e-mails, notícias, Facebook etc. e deixe-os totalmente de fora do horário de trabalho.

6. Não se deixe levar pelas distrações – cuidado com as compulsões

Cuidado com a compulsão de ter de checar o celular a toda hora. Além de acabar com a sua produtividade, pode gerar neuroses mais sérias, como não impedi-lo de ficar sem seu smartphone por alguns instantes.

Se tiver dificuldades em resistir, livre-se da tentação. Desligue ou coloque o telefone em “Modo Avião” quando tiver de se concentrar em algo importante.

Aliás, permita-se também desligar o telefone em alguns momentos fora do horário do trabalho. Você verá como sua mente irá relaxar naturalmente, o que estava desesperadamente buscando. Mais importante, você vai conseguir prestar mais atenção no presente, algo raro hoje em dia. Por incrível que pareça, o mundo não vai acabar se você desligar o seu telefone quando estiver brincando com seus filhos, fazendo exercícios ou lendo um livro.

7. Não se preocupe em deixar pequenas coisas ruins acontecerem

Você nunca terá tempo para fazer tudo o que tem de fazer, mas sempre terá tempo para fazer aquilo que é importante.

Às vezes, isso irá significar deixar que pequenas coisas ruins aconteçam. Por exemplo: dizer não a um cliente, recusar um convite ou negar um pedido de ajuda de alguém que ficará chateado com você por isso. Não se culpe, aceite que esse é um efeito colateral necessário em nome da realização de algo maior.

O verdadeiro problema está em fazer justamente o contrário: deixar de lado suas prioridades para atender a todas aquelas demandas externas que surgem a todo momento.

Dica bônus

Elimine o que não é essencial de seu trabalho e de sua vida para poder concentrar sua energia naquilo que realmente importa! A maior dificuldade em ser produtivo e manter o foco não está em saber o que se tem que fazer, mas em dizer “não” e se blindar contra todas as distrações que irão tentar tirar o seu foco!

Foco é uma questão de decidir as coisas que você não vai fazer!

Clube Sebrae
Paulo Machado
Paulo Machado Seguir

Consultor, coach e palestrante. Especialista em Desenvolvimento Pessoal. Autor do livro "O Verdadeiro Sucesso e criador do programa de Coaching Online.

Ler matéria completa
Indicados para você