[ editar artigo]

9 novos negócios promissores para 2018

9 novos negócios promissores para 2018

Se você chegou até aqui, é porque talvez pretenda investir em um novo empreendimento ainda esse ano, certo? Então nós iremos te mostrar quais os dez negócios promissores para 2018. Se você está realizando essa pesquisa, então significa que já deu o primeiro passo. Por isso, lembre-se, se fizer uma boa escolha, poderá ter bons resultados.

Vamos aos dados

Um estudo realizado pelo Sebrae apontou ideias de negócios mais prósperos para este ano. Essas atividades em alta revelaram a recuperação na economia e no poder de compra do brasileiro.

Tal pesquisa baseou-se no perfil dos novos empreendimentos, acompanhando o comportamento da economia nacional e, também, do comércio exterior. A análise indicou uma melhora significativa nos serviços de necessidade básica, como: alimentos e bebidas, vestuário, cosméticos e beleza. Outro setor que promete estar em alta é o da construção civil, com ênfase para pequenas atividades, como por exemplo, reformas, instalações e manutenções elétricas. Ainda sobre os dados do Sebrae, estima-se o aumento em 36% ao ano no registro de empresas que oferecem serviços de alvenaria.

Portanto, se você quer saber quais são as dez opções que você tem para investir, é só continuar a leitura.

Confira a lista dos negócios mais promissores para 2018

1 - Alimentos e bebidas

Aqui citamos o fornecimento de alimentos e pratos prontos, como marmitas, por exemplo, além de restaurantes, bares e padarias que também entram nessa lista.

Vale lembrar que, se você possui alguma habilidade culinária, é um incentivo a mais para começar. Além do que, esse tipo de negócio, no início, não demanda tanto investimento. Muitas pessoas começam fazendo comida em casa e vendendo para fora, até o estabelecimento ir ganhando popularidade, conquistando aos poucos, novos clientes.

Uma dica também é apostar nas marmitas fitness, elas estão em alta no meio de quem faz dietas ou deseja uma alimentação mais saudável.

2 - Vestuário e calçados

Confecção de roupas, comércio de vestuário e calçados são uma opção para quem pretende investir nesse segmento. Assim como a questão das marmitas, a venda de roupas e calçados, muitas vezes, começa em casa, por uma pessoa que está desempregada e resolve vender roupas, por exemplo, ou, até mesmo, para quem está precisando de uma renda extra.

As pessoas costumam dizer que esse segmento está saturado, mas estamos aqui para mostrar que não. Seu empreendimento pode começar de forma simples, assim como citamos e ir se tornando maior, quem sabe até virando um comércio.

3 - Cosméticos e beleza

A área de cosméticos e beleza é um segmento que continua crescendo. A necessidade das pessoas em se cuidar não permitiu que esse mercado esfriasse. Pelo contrário, segundo dados do Sebrae, o número de microempreendedores individuais na área da estética cresceu 567% entre 2010 e 2015, passando de 72.309 para 482.455 em janeiro de 2016.

Salões de cabeleireiro, manicure, pedicure e procedimentos estéticos são uma alternativa para quem pretende ingressar nesse ramo. Vale lembrar que o número de homens que procuram esse tipo de serviço aumentou, ou seja, um público a mais que você tem como potenciais clientes.

4 - Construção, consertos e reforma

Reformas, instalações e manutenção elétrica, pintura e comércios de material de construção são uma possibilidade. Uma dica também são consertos de eletrodomésticos e reparo de roupas. Se não há a alternativa de comprar um item novo, as pessoas optam por reformá-lo ou consertá-lo. Dessa forma, sempre estarão precisando de você.

5 - Saúde

Serviços de diagnóstico por imagem, atividades relacionadas à fisioterapia e instituições para idosos são empreendimentos que têm grande chance de prosperar.

Algo que está em ascensão também são as clínicas médicas e odontológicas populares, que hoje estão oferecendo consultas a um preço mais acessível. O motivo? A perda dos convênios médicos de muitas pessoas, por conta do aumento no número de desempregados.

6 - Serviços veterinários

Pet shops, clínicas veterinárias, lojas especializadas em artigos de animais são tendência também. O comportamento do consumidor mudou e os pets hoje em dia são tratados como membros da família. Banho, tosa, alimentação de qualidade, entre outros serviços são procurados pelos donos de animais. Segundo a Associação Nacional de Distribuidores de Produtos Pet, foram R$19 bilhões movimentados, somente em 2016. Ou seja, é um segmento muito promissor. Dessa forma, aposte nos diferenciais como atendimento em domicílio, serviço de leva-e-traz, dog walker e outros serviços que facilitem a vida do cliente.

7 - Educação

Nesse segmento, instituições de educação infantil, ensino de esportes e transporte escolar são uma área para se apostar. Além disto, também há cursos profissionalizantes ou livres, e cursos universitários à distância. Cada vez mais as pessoas querem aumentar sua empregabilidade, então percebem que precisam desenvolver suas habilidades, se profissionalizando cada vez mais, afinal o mercado exige isso.

Ainda nesta área, você pode oferecer aulas particulares. Portanto, se você tem alguma formação específica e horários disponíveis, pode optar em abrir uma espécie de “reforço escolar”.

Educação digital em vídeos também pode ser uma boa opção, como falamos sobre o ensino a distância, isso também está relacionado. Hoje as pessoas buscam mais por cursos online, visando economizar tempo e dinheiro. Então se você possui aptidões e habilidades na área da educação, pode usar isso para começar o seu próprio negócio. É um segmento que permanece a crescer, justamente porque as pessoas não param de estudar.

8 - Informática

O ramo de computação e informática se expandiu grandemente, principalmente, nos últimos dez anos, seguindo as macrotendências – movimentos que influenciam a sociedade por um longo período de tempo, e principalmente a cultura do consumo. A tecnologia pode ser considerada um grande exemplo de macrotendência. Só em 2014, eram cento e quarenta milhões de computadores em uso no Brasil. O esperado é que esse segmento se dissemine por décadas, levando em conta que a tendência desses números é aumentar. Então, para você que tem interesse em investir nessa área, nossa dica é apostar em desenvolvimento de softwares, portais e provedores de conteúdo, serviços de comunicação e multimídia, entre outros.

O comércio e manutenção de equipamentos de informática são, também, uma alternativa. Descarte a possibilidade de pensar que esse segmento está ultrapassado. Muitas pessoas e empresas ainda precisam de serviços de manutenção em computadores. Dessa forma, se você entende de conserto, troca de HD, formatação, entre outros serviços essa é a área. Aposte também no serviço de leva e traz - pode ser um diferencial.

9 - Serviços de conveniência

Tendo em vista que as pessoas têm cada vez menos tempo disponível, elas desejam empresas que venham suprir essa necessidade. Algumas possibilidades são farmácias, lavanderias, ou outras atividades que ofereçam a entrega dos seus produtos. Essa facilidade da entrega está em alta e você pode usá-la a seu favor.

Uma dica também nesse segmento é você apostar nas franquias de serviços. Por serem mais baratas e acessíveis do que os meios tradicionais elas têm se destacado. Em 2017, o crescimento foi de 9,2% segundo dados da Associação Brasileira de Franchising (ABF). Essas franquias podem ser relacionadas a serviços de estética, atendimento delivery ou pet shops, por exemplo.

A vantagem para o empreendedor é que esses modelos de investimento exigem estruturas menores e uma aplicação financeira mais baixa no início.

Planeje e pesquise antes de investir

O primeiro passo é investigar antes de investir. Empreender significa correr riscos e você precisa estar disposto a isso.

Um bom plano de negócios, geralmente, leva em torno de seis meses para ser criado e aprimorado. Então, é necessário paciência e empenho e, também, que você comece se planejar antecipadamente.

É necessário que você conheça o mercado no qual você pretende ingressar, verifique se o seu negócio irá interessar aos clientes e se suprirá a necessidade deles. Colha informações para se certificar de que você está apostando na coisa certa.

Saiba que você terá que lidar com pessoas, sendo eles funcionários, clientes e fornecedores. Sendo assim, você terá que gostar de lidar com isso ou, ao menos, ter jogo de cintura para tal.

Falando em fornecedores, você terá que encontrar um que supra as suas necessidades.

Faça testes para garantir que a sua ideia é viável, verifique os resultados, ajuste o que você achar necessário e, por fim, elabore um plano executável.

Atenção!

Apresentamos neste artigo várias opções de negócios promissores para 2018 e, também, dicas de como começar a se planejar para adentrar nesse mundo empreendedor.

Considere cada uma das atividades que citamos e veja qual pode ser mais viável para você. É importante que, no mínimo, você se identifique com o ramo que escolher. Algumas dessas opções podem ser desenvolvidas a partir das suas habilidades. O sucesso não é garantido para ninguém, não podemos assegurá-lo, levando em conta que se engloba diversos fatores, mas lembre-se sempre que a dica principal é ter um bom plano de negócio e principalmente estudar o que você pretende investir.

E, em que você pretende investir? Aqui no Clube você encontra especialistas de várias áreas que podem ajudar. Deixe a sua dúvida nos comentários!

Clube Sebrae
Ler matéria completa
Indicados para você