{{ warning.message }} Ver detalhes
Post
Link
Pergunta
A importância do marketing pessoal para alavancar os negócios
[editar artigo]

A importância do marketing pessoal para alavancar os negócios

Há 2 anos, quando resolvi sair do cargo de sócio em uma respeitável agência de publicidade em Curitiba, o que mais me dava medo era a possibilidade de fracasso na minha carreira solo. Eram vários motivos, como não conseguir fazer meu trabalho ter visibilidade, não ter clientes, não saber gerenciar uma empresa ou até não ser relevante para o mercado.

Logo nas primeiras semanas, após conversar com diversas pessoas que considero influentes, comecei a organizar a ideia de abrir uma empresa para prestar serviços de marketing digital em Curitiba. Junto disso renasceu um antigo sonho, de viajar quando eu quisesse e para onde quisesse.

As duas coisas juntas se transformaram na minha atual situação: Nômade Digital. Hoje eu trabalho de qualquer lugar, tenho diversos clientes e sou reconhecido pelo meu trabalho e estilo de vida. Ou seja, construí uma marca pessoal forte que me torna reconhecido e ajuda a divulgar meus serviços.

Ao meu ver, uma marca pessoal é extremamente importante. No meu caso, inclusive, foi ela quem ajudou a alavancar rapidamente meu negócio, fazendo a empresa crescer facilmente mesmo em época de crise.

Como eu construí minha marca pessoal?

Sem querer, ao longo dos últimos anos, eu me tornei referência em alguns dos assuntos que presto consultoria hoje. Isso foi acontecendo naturalmente, pois eu acabei dando aula, palestras e webinars sobre os assuntos que trabalhava.

Aliado a isso, eu comecei a conhecer muitas pessoas que ao saber do meu trabalho acabaram indicando para outras pessoas. Isso antes mesmo de eu pensar em dar uma virada na minha vida profissional.

No meu caso, então, a construção da imagem começou bem antes de eu tomar a decisão de abrir meu negócio. E talvez esta seja a principal dica que eu tenha dado para diversos amigos e pessoas que vem pedir minha opinião sobre empreendedorismo: comece a construir o seu marketing pessoal muito antes de abrir sua empresa ou chutar o balde da sua profissão atual.

Dessa maneira quando chegar a hora vai ser muito mais fácil convencer as pessoas de que você é um especialista no que está falando. Seja como consultor, seja com uma loja que vende luminárias exclusivas. Se especializar no segmento que você quer atacar e mostrar ao mundo que você entende do mercado são as chaves, ao meu ver, para conseguir sucesso mais rápido com o novo negócio.

Como construir a sua marca pessoal?

Claro que não sou um especialista em marketing pessoal mas vou dar aqui algumas dicas que me foram úteis e que tem ajudado amigos, inclusive.

Entenda muito do segmento que quer trabalhar

Pesquise, participe de palestras, eventos, cursos on-line. Tudo isso antes mesmo de sair do seu emprego ou abrir a empresa em sí.

Torne-se uma autoridade no assunto

Além de pesquisar sobre o tema, ao participar de palestras e cursos você vai começar a construir uma base de conhecimento incrível que poderá ser compartilhada. Esta é a chave para se mostrar especialista em algo: comece postando para seus amigos, pesquisando oportunidades para dar palestras gratuitas sobre o assunto, envolver-se em grupos de discussão, comunidades e etc.

Conte sua ideia para pessoas influentes

Eleja entre seus amigos e contatos pessoas que são importantes na sua comunidade. Peça para tomar um café com elas. Conte sua ideia e peça opiniões. Você verá que elas provavelmente irão te ajudar a lapidar a ideia e ainda achar seus primeiros clientes.

Depois do lançamento, continue sendo influente no segmento que atua

Busque participar de grupos e palestras e produza material em blogs, sites e até suas redes sociais. As pessoas entenderão que você compreende do assunto e começarão a te indicar a outros contatos, que poderão indicar a outros contatos e pronto: a lista de clientes será construída organicamente.

Estabeleça metas e as mensure

Estabeleça uma lista de objetivos, lugares que quer chegar com sua empresa ou seu nome, metas financeiras e de alcance de público. Liste micro ações para chegar a estes objetivos. Teste, ajuste e escalone isso.

Agora é com você!

Pronto. Estas são as dicas sobre como construí minha marca pessoal. São os passos que segui e que sugiro para amigos constantemente. Agora é sua vez de colocar em prática o modelo para que sua marca pessoal possa ser bem vista e te ajudar a fazer bons negócios.

Ah, se quiser sugerir assuntos para os próximos posts, fique a vontade, será um prazer!

 

Fernando Kanarski

Fernando Kanarski

É Nômade Digital, já rodou por 28 países e só em 2016 pisou nos 5 continentes enquanto trabalhava remotamente. Em 2015, largou seu cargo de Sócio na agência para realizar o sonho de viajar ao redor do mundo enquanto trabalha como consultor.

Fique informado sobre as novidades da comunidade
Cadastre-se aqui
Gostou desse artigo? Escreva o seu também!
Nova publicação

Artigos relacionados

Continue lendo!

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso
aos conteúdos exclusivos.

Entrar