{{ warning.message }} Ver detalhes
Post
Link
Pergunta
Abordagem de vendas também exige estratégia!
[editar artigo]

Abordagem de vendas também exige estratégia!

O Ponto de Atendimento ao Empreendedor de Cianorte realizou a oficina Pratique Abordagem de Vendas do Sebrae-PR com grande participação de empreendedores no mês de abril. O Consultor credenciado Sebrae-PR Raphael Matosinho realizou o trabalho de forma dinâmica e descontraída, prendendo atenção do publico presente. As dicas que deixou ao final para aumentar as vendas foram: busca de novos clientes, fidelização de clientes e resgate de clientes perdidos. Quem participou do treinamento percebeu ao final qual ferramenta pode ser mais eficaz para seu negócio.

Mas antes de efetivar a venda vem o momento da “abordagem” e para isso é necessário bom preparo e estratégia para tornar o resultado efetivo. A eficiência na abordagem faz toda diferença. Citamos algumas dicas oferecidas através do “varejista”:

• Cumprimente todos os clientes que entrarem em sua loja, pois são compradores em potencial;

• Antes de fazer qualquer pergunta, sorria e faça contato visual com eles;

• Inicie a conversa de maneira agradável, sem entrar direto no mérito da compra;

• Dê atenção a todos os clientes, mesmo que você já esteja atendendo outra pessoa. Para tal, aborde-os dizendo “Estamos ocupados, mas num minuto alguém irá atendê-los. Fiquem à vontade para dar uma olhada pela loja”;

• Dê um tempo aos clientes após cumprimentá-los. Aproxime-se deles novamente, de modo que faça uma pergunta que seja capaz de transformar a conversa na razão que os trouxeram à loja;

• Sempre que possível, ofereça-os um atendimento personalizado;

• Opine, honestamente, em relação às compras, pois isso fortalecerá a confiança deles em você, além de ser o correto a fazer;

• Não deixe de manter contato com os clientes, mantenha-os sempre atualizados quanto às novidades de sua loja.

Seguindo essas dicas, você verá como suas abordagens de venda se tornarão mais produtivas e eficazes.

Seja na venda de produtos ou na prestação de serviço o nosso contato inicial com o cliente para “quebrar o gelo” faz com que ganhemos a confiança para entender, de fato, o que o cliente busca e qual produto ou solução será mais adequado para sua necessidade, e isso fará não apenas que ele compre, mas principalmente com que ele volte. Assim gera um relacionamento de confiança mútua ao final.

Cléo Santos

Cléo Santos

Cleo Santos - ACIC

Fique informado sobre as novidades da comunidade
Cadastre-se aqui
Gostou desse artigo? Escreva o seu também!
Nova publicação

Artigos relacionados

Continue lendo!

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso
aos conteúdos exclusivos.

Entrar