Abordagem de vendas também exige estratégia!
[editar artigo]

Abordagem de vendas também exige estratégia!

O Ponto de Atendimento ao Empreendedor de Cianorte realizou a oficina Pratique Abordagem de Vendas do Sebrae-PR com grande participação de empreendedores no mês de abril. O Consultor credenciado Sebrae-PR Raphael Matosinho realizou o trabalho de forma dinâmica e descontraída, prendendo atenção do publico presente. As dicas que deixou ao final para aumentar as vendas foram: busca de novos clientes, fidelização de clientes e resgate de clientes perdidos. Quem participou do treinamento percebeu ao final qual ferramenta pode ser mais eficaz para seu negócio.

Mas antes de efetivar a venda vem o momento da “abordagem” e para isso é necessário bom preparo e estratégia para tornar o resultado efetivo. A eficiência na abordagem faz toda diferença. Citamos algumas dicas oferecidas através do “varejista”:

• Cumprimente todos os clientes que entrarem em sua loja, pois são compradores em potencial;

• Antes de fazer qualquer pergunta, sorria e faça contato visual com eles;

• Inicie a conversa de maneira agradável, sem entrar direto no mérito da compra;

• Dê atenção a todos os clientes, mesmo que você já esteja atendendo outra pessoa. Para tal, aborde-os dizendo “Estamos ocupados, mas num minuto alguém irá atendê-los. Fiquem à vontade para dar uma olhada pela loja”;

• Dê um tempo aos clientes após cumprimentá-los. Aproxime-se deles novamente, de modo que faça uma pergunta que seja capaz de transformar a conversa na razão que os trouxeram à loja;

• Sempre que possível, ofereça-os um atendimento personalizado;

• Opine, honestamente, em relação às compras, pois isso fortalecerá a confiança deles em você, além de ser o correto a fazer;

• Não deixe de manter contato com os clientes, mantenha-os sempre atualizados quanto às novidades de sua loja.

Seguindo essas dicas, você verá como suas abordagens de venda se tornarão mais produtivas e eficazes.

Seja na venda de produtos ou na prestação de serviço o nosso contato inicial com o cliente para “quebrar o gelo” faz com que ganhemos a confiança para entender, de fato, o que o cliente busca e qual produto ou solução será mais adequado para sua necessidade, e isso fará não apenas que ele compre, mas principalmente com que ele volte. Assim gera um relacionamento de confiança mútua ao final.

Clube Sebrae
Cléo Santos
Cléo Santos Seguir

Cleo Santos - ACIC

Continue lendo
Indicados para você