Afinal, empresas e marcas podem usar ou criar memes na internet?
[ editar artigo]

Afinal, empresas e marcas podem usar ou criar memes na internet?

Os memes na internet tornaram-se bastante conhecidos e utilizados nos últimos anos. O termo refere-se a conteúdos postados que, na maioria das vezes, são engraçados e possuem grande capacidade de compartilhamento.

Eles podem ser vídeos, imagens, frases, ideias e músicas. Ou seja, meme é um material que foi postado e recebeu rápida adesão pelos usuários, inclusive sendo usado em referências no ambiente offline.  

Por terem um ciclo de vida curto, as empresas que desejam utilizá-los devem aproveitar o momento certo para não perderem o contexto criado e a referência do conteúdo em questão.

Veja nesse post como utilizar os memes de maneira positiva.

A importância de adequar a linguagem e o tom

Os memes podem ser utilizados e criados pelas marcas, porém alguns fatores devem estar adequados para que não haja nenhum mal-entendido. Esse tipo de conteúdo ajuda no engajamento da comunidade, além de criar laços e conexões diretas com o público-alvo.

Primeiro é preciso avaliar o perfil da empresa e qual a linguagem utilizada. Quais os objetivos da marca? Como ela deseja ser vista pelo público? Qual o tom das mensagens? Se uma empresa usa sempre uma linguagem formal, não há espaço para um meme na comunicação. Provavelmente, o público não irá entender o motivo da postagem, nem o meme em questão.

Além da linguagem da marca, a persona também deve ser avaliada. Para que a comunicação tenha êxito, ela deve compreender o que é um meme, interagir com esse tipo de conteúdo e entender o contexto em que é usado. A intenção é realizar o post e conseguir engajamento do público sem ter que explicar e contextualizar o porquê daquele conteúdo.

Como algumas marcas utilizam os memes na internet

Netflix

A Netflix pode ser considerada a rainha dos memes da internet. Além de utilizar alguns já consagrados, ela faz releituras de memes e cria novos. A marca já fez parcerias com Gretchen, Inês Brasil, Xuxa e Sandy para divulgar novas temporadas.

O sucesso é garantido, pois a marca se preocupa em criar memes que vão impactar exatamente o seu público-alvo. No caso da Sandy, a marca explorou uma situação marcante para a cantora  — sua virgindade — e criou a ação #ResolviEsperar. Sandy utilizou o duplo sentido da frase para contar que esperou a temporada de La Casa de Papel ser disponibilizada na Netflix.

Prefeitura de Curitiba

A prefeitura de Curitiba, ou prefs para os íntimos, também é um exemplo de marca que utiliza memes na comunicação. A equipe busca se posicionar de forma inovadora para trabalhar conteúdos virais e, ao mesmo tempo, prestar serviço de informação aos cidadãos.

O posicionamento foi criticado por muitos e adorados por outros, mas é inegável o sucesso de algumas ações, como as campanhas de arrecadação de livros e doação de sangue.

Cemitério Jardim da Ressurreição

Nada convencional é o #Cemi, o Cemitério Jardim da Ressurreição. A marca piauiense encontrou no humor uma forma de ganhar reconhecimento nacional e engajamento do público.

A página usa frases e memes conhecidos colocando-os no contexto de um cemitério e fazendo piada sobre isso. A agência de marketing responsável pela página ressaltou que o sucesso é fruto da liberdade que o cliente deu para esse tipo de abordagem, além da humanização e a comunicação despojada. O resultado foi o aumento das vendas em 40%.

As armadilhas dos memes na internet

Apesar de existirem inúmeros casos de sucesso com os memes, algumas marcas já cometeram falhas ao tentar pegar carona em um post de sucesso. Por exemplo, no Piauí um shopping usou um meme conhecido na internet do cantor Chico Buarque triste e feliz e foi processado por uso indevido de imagem.

Marcas com uma linguagem mais séria precisam avaliar o uso de brincadeiras. Alguns conteúdos podem levar o usuário a uma interpretação equivocada ou comprometer a empresa em posicionamentos polêmicos. Então, se é preciso explicar, melhor não usar.  

Portanto, nem toda empresa deve utilizar os memes na internet. É preciso respeitar os contextos e a afinidade desse tipo de comunicação com o público. Se a marca tiver essas características, os memes podem ser aliados importantes das estratégias de marketing.

Por falar nisso, quer aprender mais sobre marketing? Baixe agora o e-book da Projetual!

Clube Sebrae
Milena Mancini
Milena Mancini Seguir

Milena Mancini é designer formada pela UTFPR e especialista em Marketing. Há 13 anos dirige a Projetual, agência de comunicação e marketing. Presta consultoria em Planejamentos de Marketing Digital e Presença Online para pequenas e médias empresas.

Continue lendo
Indicados para você