As 10 tendências de varejo e consumo que vão dominar o mercado nos próximos anos
[editar artigo]

As 10 tendências de varejo e consumo que vão dominar o mercado nos próximos anos

Os avanços tecnológicos e as mudanças no comportamento da sociedade terão impacto cada vez maior no mercado consumidor, obrigando empresas de todos os portes e segmentos a se adaptarem mais rapidamente às mudanças e a implementarem novas estratégias. Mas, em função desse cenário, quais são as tendências de varejo mais relevantes para os próximos anos? Veja algumas delas:

1 – Domínio do varejo virtual

Grandes nomes do varejo virtual como Amazon e Walmart continuam avançando em suas estratégias para dominar o mercado consumidor e isso representa uma ameaça ao mercado tradicional. O impacto é causado principalmente em função das diferenças entre os preços praticados, custos da operação e mudanças no comportamento dos consumidores.

Por essa razão existe uma forte tendência de que, nos próximos anos, lojas de todos os portes contem, ao menos, com um canal virtual para atender seus clientes. Além disso, há também uma forte expectativa de que os espaços físicos sofram reduções e as lojas passem a operar com níveis de estoque mais enxutos.

2 – Experiência de compra personalizada

Ainda considerando os impactos do varejo virtual sobre as operações físicas, constatamos que os players virtuais já estão bem mais adaptados à filosofia de atendimento personalizado ao cliente. Para que o varejo tradicional possa acompanhar essa tendência será necessário investir em treinamento e ferramentas que permitam estabelecer um contato mais próximo com os clientes e atender satisfatoriamente as suas expectativas.

Um exemplo prático disso é quando alguém liga na pizzaria e, por meio do número de telefone, a empresa já dispõe do nome do cliente e de seu endereço. Algumas até oferecem brindes na data de aniversário. É um método simples, mas eficaz para oferecer ao cliente uma experiência personalizada. Para ir além do básico vale a criatividade e a pesquisa do que os concorrentes estão fazendo.

3 – Especialização em produtos e mercado

Grandes empresas com forte presença na internet têm muitas vantagens sobre os varejistas menores, mas ainda é possível estar à frente desses concorrentes em certas situações. Esse é o caso de negócios com foco no público local, seja um bairro ou uma pequena cidade. Nessas condições será possível conhecer em detalhes a cultura, tradições e perspectivas dos clientes, oferecendo produtos, serviços e uma experiência de atendimento que não possa ser facilmente substituída pela ação de grandes players digitais.

O aspecto regional também pode ser explorado na oferta delimitada a certos tipos de produtos ou serviços. Um especialista em determinada categoria tende a ter certa vantagem em seu negócio pelo fato de transmitir aos consumidores uma percepção de confiança. Isso equivale a dizer que os clientes têm consciência de que estão comprando de alguém que entende do assunto e que está próximo a eles para prestar auxílio no caso de alguma eventualidade.

4 – Investir em entregas mais rápidas e com maior qualidade

Nada mais desgastante para o cliente do que, após efetivar uma compra, ter que aguardar um longo período para sua entrega. Pior do que isso é constatar, no ato do recebimento, que ocorreram danos causados pelo transporte.

Uma das mais fortes tendências para os próximos anos é o aumento no investimento em entregas rápidas. Isso já começou a ser feito por algumas empresas que atuam no ambiente virtual. Elas contratam serviços de modernas transportadoras cujo foco é a rapidez e a qualidade. O objetivo é que o cliente não tenha que aguardar muitos dias para receber seu produto e não precise se preocupar quanto à sua integridade, já que a operação é estrutura para garantir a melhor experiência possível.

5 – Público alvo diferenciado

Um assunto muito comentado nos últimos anos é sobre o envelhecimento da população e a necessidade de atender a esse público com produtos e serviços específicos para eles, mas pouco tem sido feito nesse sentido. Sendo assim, o atendimento a pessoas na melhor idade é uma tendência muito forte para os próximos anos e quem começar a investir agora terá uma vantagem competitiva.

De forma similar, vem ocorrendo um aumento de pessoas com dois perfis bastante distintos: plus size e fitness. Esses dois nichos representam uma grande oportunidade para a criação de negócios que ofereçam produtos e serviços sob medida. Vale lembrar que antes de desenvolver qualquer solução e oferecê-la a esses mercados é preciso realizar estudos para determinar quais são as reais perspectivas e necessidades das pessoas.

6 – Marketing Digital

A publicidade tradicional foi uma grande impulsionadora de marcas e produtos até pouco tempo, mas agora esse espaço vem sendo ocupado pelo marketing digital. Grandes redes de varejo já perceberam essa tendência e, por isso, passaram a investir recursos nessa ferramenta com o objetivo de conquistar uma fatia maior do mercado consumidor. Como essa é uma tendência já consolidada para o futuro, vale a pena se engajar no assunto e procurar compreender mais sobre seus recursos, ferramentas, técnicas e resultados.

7 – Vendas no canal mobile

Outra tendência que já tomou conta do mercado e tende a apresentar ainda mais crescimento nos próximos anos é a realização de negócios por meio do smartphone. Os clientes já perceberam as vantagens de realizar compras por meio desse canal, pois a mobilidade permite comparar preços, pesquisar características e consultar a opinião de outros compradores de forma prática e em qualquer lugar.

Os varejistas tradicionais podem incrementar sua margem de lucro oferecendo seus produtos em sites próprios ou através de plataformas de terceiros, tomando o cuidado de se empenhar para manter um canal de comunicação sempre aberto com os clientes.

8 – Precificação dinâmica

Os preços de um mesmo produto geralmente variam bastante de uma loja para outra, o que leva à conclusão de que uma empresa pode estar perdendo vendas (preço muito alto) enquanto outra pode estar perdendo margem de lucro (preço muito baixo). 

O ideal é adotar técnicas que permitam realizar uma precificação dinâmica, ou seja, o preço dos produtos varia em função das condições do mercado concorrente, sempre buscando se aproximar da margem mais favorável. Algumas ferramentas disponíveis na internet podem ajudar a colocar essa estratégia em prática, pois elas realizam a comparação de preços em diversos sites de uma só vez.

9 – Capturar aspectos do comportamento dos clientes

Outra tendência que deve ganhar força nos próximos anos é a utilização de recursos tecnológicos para capturar aspectos comportamentais dos clientes em ambientes físicos. As informações qualificadas podem ser usadas para remodelar produtos, serviços, processos e, até mesmo, a própria estrutura física da loja.

Embora essa tecnologia ainda pareça distante de ser adotada em massa, a questão é que, quem começar primeiro terá a vantagem de acumular know-how e estar à frente dos concorrentes quando o mercado adotar definitivamente essa filosofia.

10 – Estar um passo à frente

Pode não parecer algo que tenha relação com tendências, mas a realidade é que estar por dentro das novas tendências tem tudo a ver com o varejo do futuro. Estar à frente significa abandonar uma posição de comodismo e buscar, constantemente, novidades para o negócio. 

Para realizar isso o empreendedor precisa manter-se informado sobre o que acontece na sociedade, inteirado sobre os principais indicadores da economia e do seu ramo de negócios, conversar com comerciantes locais, estabelecer uma comunicação clara com os clientes e ter uma rede de contatos que ajude na troca de informações e experiências. Só não vale ficar estagnado, atrás do balcão, enquanto o mercado muda a uma velocidade cada vez maior.

E, por falar em rede de contatos, vale a pena conhecer o Clube SEBRAE, um site totalmente dedicado à troca de informações e experiências sobre negócios. Nele é possível obter informações sobre temas variados, pedir ajuda da comunidade para esclarecer dúvidas e buscar soluções para problemas, além de poder compartilhar seus próprios conhecimentos. Vale a pena conhecer e fazer uso dessa ferramenta, já que ela também é uma tendência para o futuro. Clique aqui e cadastre-se.

Acea Ratcheva
Acea Ratcheva Seguir

Consultora - Sebrae

Continue lendo!

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso
aos conteúdos exclusivos.

Entrar
Indicados para você