As 4 tecnologias que vão marcar o futuro do varejo de moda
[editar artigo]

As 4 tecnologias que vão marcar o futuro do varejo de moda

O varejo de moda é um dos segmentos de negócio que mais apresenta abertura para inovações, e segundo o relatório deste ano da Drapers sobre Tendências e Inovação, a revolução digital neste ambiente está em pleno andamento. O que vai diferenciar os varejistas é justamente a forma como cada um está incorporando estas novidades.

Neste post separei para você algumas destas novidades tecnológicas que já despontam como tendência para o mercado da moda. Veja só!

Fabricação sob demanda

Diferente do que acontece na fabricação tradicional, no modelo sob demanda os varejistas podem produzir rapidamente peças logo após o consumidor fazer sua compra online. Neste caso a produção que costuma demorar semanas, pode acontecer em apenas um dia.

Esta é uma tecnologia que reduz o desperdício, melhora a eficiência e elimina o estoque dos varejistas. Com isso eles podem se tornar mais sustentáveis e ainda manter um acompanhamento sobre os produtos que mais atraem a atenção e geram demanda por parte dos consumidores. Um modelo neste formato já está sendo testado pela gigante Amazon com um dispositivo inteligente de coordenação e uma linha de montagem automatizada.

Beacons em lojas de varejo

Beacons são aparelhos de proximidade que emitem informações, por meio da tecnologia bluetooth, diretamente aos smartphones cadastrados. A ideia, fortalece a chamada Internet das Coisas, e permite uma interação mais rápida entre varejista e seus possíveis clientes.

Eles já fizeram sua estreia em lojas de moda pelo mundo mas já existe um modelo mais avançado em desenvolvimento. O objetivo agora é conectar as experiências digitais e a loja depois que o consumidor sair da loja. Capturando dados sobre a movimentação do cliente na loja, os beacons enviarão ao cliente informações sobre os itens que ele não comprou para que eventualmente possa comprá-los posteriormente.

WeChat

Já não é novidade para ninguém que a China é um dos maiores e mais promissores mercados do planeta. Diante deste contexto, varejistas de moda do mundo todo estão apostando no WeChat — o "Facebook Chinês" — justamente para atender as necessidades dos clientes chineses.

Além de funcionar como canal de mídia, a plataforma facilita a vida tanto de consumidores quanto de varejistas, pois permite também o envio de dinheiro e a realização de pagamentos.

Pagamentos invisíveis

Simplificar o processo de pagamento é uma das principais prioridades deste segmento. Inclusive, operadoras de cartões de crédito, como Visa e Mastercard, já fizeram a estreia de algumas novas tecnologias de pagamento. A diferença é que ao invés de ter que inserir os detalhes do cartão, o dispositivo salva as informações do consumidor e permite que ele possa confirmá-las por meio reconhecimento facial ou pelas digitais.

O Check Mobile da Mastercard já faz o reconhecimento facial, enquanto a Visa oferece o sistema de pagamento invisível na loja Amazon Go, em Seattle. No segundo caso os consumidores são cobrados automaticamente pelos produtos no momento em que deixam a loja.

Estas são algumas das mudanças essenciais que a tecnologia está trazendo para o varejo da moda. Algumas apostas que devem transformar este mercado ao longo dos próximos 5 anos. Só nos resta aguardar.

Quer saber mais sobre tendências de negócio para 2017? Veja também este post e confira porque você deve começar a acompanhar tendências hoje mesmo!

Clube Sebrae
Marcus Pereira
Marcus Pereira Seguir

Mkt Digital e Conteúdo @ Beracode

Continue lendo
Indicados para você