{{ warning.message }} Ver detalhes
Post
Link
Pergunta
[editar artigo]

As grandes tendências que irão mudar o serviço de reparo automotivo

Você provavelmente já pensou como serão os carros daqui 20 anos, mas talvez ainda não tenha pensado como serão as oficinas mecânicas. Na medida que os carros mudam, toda a cadeia produtiva deve se adaptar para não perder seu espaço no mercado.

A 4a geração de automóveis

Já se fala na 4a geração de automóveis. Conforme prognóstico da consultoria Roland Berger Strategy Consultants em seu periódico think Act: automotive 4.0, esta nova geração de veículos tem como principais características:

Carros conectados:

Internet das Coisas (Internet of things - IoT) é um termo para se referir a tecnologia que permite conectar outros dispositivos, além dos nossos smartphones e computadores à internet. Uma coisa é a ideia de termos nosso celulares conectados, mas um relógio, ou até mesmo um carro? Pois é. Isto já é a nossa realidade. Estamos na convergência da indústria automotiva, tecnológica e de telecomunicação. Prova disso é a entrada de grandes players como Google e Amazon em notícias da indústria automobilística.

Veículos Autônomos:

Falando em Google. Você já deve ter ouvido falar no carro robô do Google, não é.

Especialistas acreditam que estamos muito próximo - muito próximo mesmo - de termos carros que dirigem sozinhos nas ruas. Segundo eles, falta mais em termos de regulamentação da indústria e mudanças de mindset dos consumidores do que tecnologia propriamente dita.

Mobilidade inteligente:

Em todo o mundo, as áreas urbanas estão ficando abarrotadas de veículos e o trânsito cada vez mais caótico. Por isso especialistas acreditam que soluções de mobilidade só tendem a crescer mais e ganhar mais espaço. Aplicativos que facilitam o compartilhamento de veículos, bikes ou informações sobre o trânsito são somente os primeiros dados em direção à uma mobilidade mais "inteligente".

Na prática, o que muda para as oficinas?

Ok! Mas o que esse cenário futurístico muda para empresários, donos de oficinas de serviços automotivos?

No ano de 2034, a frota circulante será de 95,2 milhões e o total de licenciamento de 7,4 milhões de veículos. A população brasileira terá alcançado a faixa de 226 milhões de pessoas. Isso quer dizer que teríamos um índice de 2,4 habitantes por veículo em 2034.

Acompanhar toda esta revolução exigirá das oficinas de reparo um grande esforço para reinventar o próprio modelo de negócio e os serviços ofertados.

1- Combustíveis alternativos:

Os sistemas de propulsão alternativos, como o hidrogênio e elétrico, estarão presentes em boa parte da frota. Conhecer como funcionam esses sistemas é imprescindível. É importante entender o que muda em relação a um sistema de propulsão tradicional.

2- Manutenção preventiva:

O fato de termos carros conectados faz com que o carro possa "avisar" ao dono quando é necessário alguma manutenção e qual a oficina mais próxima. Estar conectado à essa rede será imprescindível para a sobrevivência.

3- Sensores e câmeras:

Cada vez mais a direção será orientada por sensores e câmeras. Atualmente, os carros estão vindo de fábrica com esses dispositivos. A tendência é que sejam cada vez mais presentes.

4- Dispositivos dentro do carro:

altímetros, giroscópios e tacômetros que determinam a posição muio precisa do carro. graças aos vários parâmetros que medem. Isso oferece dados de precisão para o carro funcionar com segurança.

5- Smile Drive:

O Smile Drive se conecta por bluetooth possibilitando: compartilhar percursos nas redes sociais, interagir automaticamente com outros carros, ou fazer check-in ou posts utilizando comando de voz.

Real?

É possível que nenhuma dessas previsões esteja correta, mas a evolução da conectividade e da mobilidade urbana oferecerão novas soluções  e novos caminhos. Nesse processo, serviços novos surgirão no mundo automotivo, e outros desaparecerão junto com tecnologias substituídas.

Temos que estar preparados e ligados às oportunidades e tendências.

Para ler o Guia de tendências para Serviços Automotivos, elaborado pelo Sebrae, acesse aqui.

E você? Quais as oportunidades você enxerga para o setor?

Matheus dos Santos

Matheus dos Santos

redator e gerente de comunidade @freelancer

Fique informado sobre as novidades da comunidade
Cadastre-se aqui
Gostou desse artigo? Escreva o seu também!
Nova publicação

Artigos relacionados

Continue lendo!

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso
aos conteúdos exclusivos.

Entrar