[ editar artigo]

As habilidades essenciais que todo empresário de sucesso precisa ter

As habilidades essenciais que todo empresário de sucesso precisa ter

De maneira geral, o universo de empreendedores pode ser dividido em 3 grupos:

- empresários que fecham antes de completarem 5 anos de empresa (base da pirâmide).

- empresários que não fecharam antes dos 5 anos, mas isso não significa que estão muito bem (meio da pirâmide).

- empresários de sucesso (topo da pirâmide).

Diante da análise desse contexto a primeira questão que surge é: o que esses empresários de sucesso fazem de diferente dos outros? Quais os pontos em comum entre todos esses empresários de sucesso?

Para responder a questão há uma nova forma de enxergar as habilidades necessárias para o desenvolvimento do empreendedor. Podemos dividi-las em dois tipos distintos:

Habilidades técnicas: gestão, RH, contabilidade, finanças, vendas, entre outras. São importantes mas não suficientes.

Habilidades comportamentais: foco, produtividade, motivação, disciplina, entre outras. São elas que fazem com que o empreendedor se aproxime mais do grupo daqueles que tem sucesso.

O dilema? As habilidades técnicas são ensinadas, enquanto as comportamentais, não. Como fazer então para adquirir essas habilidades comportamentais? A resposta está nas 3 habilidades abordadas na palestra.

1. Desenvolvimento pessoal

Basicamente essa habilidade pode ser definida como a capacidade de alcançar a excelência de si mesmo e se transformar na melhor pessoa que se pode ser. Nesse contexto os esforços do empreendedor devem ser direcionados para si mesmo, para que ele se torna a melhor pessoa que seja capaz. A partir disso o sucesso será consequência desse processo.

O processo de desenvolvimento pessoal no início de uma carreira começa pelo aprendizado rápido, segue por uma etapa de desaceleração, até chegar a um momento de estagnação. A partir desse ponto a manutenção das mesmas atitudes não irá mais contribuir para o desenvolvimento como nas etapas anteriores.

É aqui que mora o perigo, pois a maioria das pessoas cai na armadilha da inércia, onde as pessoas repetem suas atitudes diariamente sem ter clareza dos seus objetivos. Para muitas pessoas o tempo passa e o profissional continua no mesmo nível.

Para não cair na armadilha é necessário que haja uma ruptura. Uma geração de um novo conjunto de estímulos para que seja iniciado um novo ciclo de aprendizado, que da mesma forma será rápido para posteriormente se desacelerar e estagnar novamente.

Toda vez em que o empresário identificar que chegou à estagnação é fundamental que ele gere esse novo ciclo para fugir da inércia do dia-a-dia. Empresários de sucesso, portanto, estão em uma busca constante por seu desenvolvimento, crescimento e aprendizado.

2. Foco

Foco é a capacidade do empresário manter sua energia direcionada ao que realmente importa, sem dispersar para todos os lados. Para falar sobre isso a teoria utilizada é o Princípio de Pareto.

Outra ilusão dos empresários e profissionais é que os resultados obtidos são proporcionais aos esforços empregados. A imagem mais realista, no entanto, é outra. Segundo o Princípio de Pareto (ou princípio 80/20), de todas as atividades executadas há uma pequena parte de apenas 20% que é responsável por 80% dos resultados do negócio.

Na prática isso significa que uma pequena parcela de tarefas diárias é responsável por boa parte dos resultados, enquanto o restante de tarefas gera uma pequena fatia do retorno gerado. O segredo, no entanto, está em encontrar quais são essas atividades e evitar a procrastinação delas.

Para exemplificar isso há uma frase: "Movimento não significa progresso". Ou seja, dezenas de tarefas podem ser realizadas o dia todo e ainda assim nada de significativo ser cumprido. Produzir é diferente de estar ocupado, pois a primeira atitude é aquela que aproxima o empresário da sua meta.

O primeiro passo para encontrar esse foco é definir metas claras e objetivas. Em seguida é preciso que haja clareza nas prioridades. Ou seja, quais afazeres vão ajudar a aproximar o empreendedor da sua meta.

Foco também pode ser definido pela eliminação de todas as distrações. Ou seja, como dizer não. Pessoas que dizem sim para tudo são desfocadas. Os focados dizem não para tudo, exceto o que é essencial.

Interrupções são então nocivas para a manutenção do foco, já que a produtividade profissional também acontece em ciclos, que incluem o aquecimento inicial, o crescimento da produtividade e a consequente desaceleração.

Toda vez o profissional interrompe esse ciclo há uma quebra de foco, o que torna necessário que o fluxo se inicie do aquecimento novamente. O segredo para maximizar a produtividade é não começar a trabalhar sem antes organizar seu dia, e principalmente, começar sempre pelo mais complexo. Normalmente as pessoas fazem justamente o contrário.

3. Mudanças estruturais

Mudar a rotina do que se faz todos os dias é o segredo para conseguir encontrar o caminho para o sucesso verdadeiro. O que conduz o empresário a um futuro de prosperidade é um conjunto de hábitos. O sucesso não é uma tacada de sorte mas sim uma construção diária. Este mundo não é do acaso, mas sim da relação causa e efeito. Tanto o sucesso quanto o fracasso não são por acaso.

A questão aqui então é a dificuldade em conseguir mudar os hábitos que compõem a rotina diária. O segredo para isso está na estratégia. Não há como fazer essa mudança apenas com base no esforço. É preciso pensar de forma estratégica nas ações necessárias para a mudança desses hábitos nocivos.

O primeiro passo é escolher um hábito de cada vez para ser modificado. A partir disso é preciso observar qual o impacto da mudança desse hábito do dia-a-dia do empreendedor. Depois disso o próximo passo antes de começar a execução é planejar o que é preciso fazer para atingir a meta de mudança. É importante lembrar que desenvolver a estratégia inclui também eliminar as distrações e tentações.

Por fim, é essencial aguentar essa nova rotina por pelo menos 21 dias. Em geral é esse o tempo que demora para que a mudança do hábito aconteça de uma forma muito mais sustentável e eficiente.

A vida e o negócio de um empreendedor é resultado do conjunto de hábitos que ele mantém, e é por isso que é tão importante ter atenção com a rotina e as mudanças necessárias para ela. Há de se lembrar também que uma vez que o primeiro hábito seja modificado, torna-se muito mais fácil modificar e construir outros também.

Ao longo da palestra pudemos observar três habilidades essenciais para empresários de sucesso, mas elas não são as únicas. Existem outras também, como o auto-conhecimento, a motivação, entre outros.

Meu desejo é que esse conteúdo provoque a ruptura da inércia e que a partir disso todos possam encontrar seu ciclo de prosperidade e realização.

TAGS
Clube Sebrae
Paulo Machado
Paulo Machado Seguir

Consultor, coach e palestrante. Especialista em Desenvolvimento Pessoal. Autor do livro "O Verdadeiro Sucesso e criador do programa de Coaching Online.

Ler matéria completa
Indicados para você