[ editar artigo]

As lições dos maiores empreendedores sobre foco e produtividade

As lições dos maiores empreendedores sobre foco e produtividade

Você tem a sensação que poderia ser mais produtivo?

Você corre, faz milhões de coisas em um dia e mesmo assim parece que roubaram horas do seu dia? E realmente estão roubando horas do seu dia mesmo. Mas quem está roubando? Seriam as reuniões desnecessárias?  Seriam os grupos do whattsapp? Ou seriam as barras de rolagem infinitas das redes sociais?

Foco é força

Falar sobre o contexto que vivemos de enchente de informações é chover no molhado. Você já deve ter visto números sobre a quantidade de conteúdo produzido e consumido no mundo em 1 dia. É surreal.

E não é só na internet. Basta você conversar com sua família e amigos para lembrar que você ficou devendo um café com alguém, um favor para sua mãe. Sem falar dos compromissos da sua empresa, é óbvio que ocupam boa parte do seu dia e dos seus neurônios

Calma. Respira

Minha intenção não é causar ansiedade. E sim, trazer a importância do foco. Não é por acaso, que o conceito de mindfullness e a prática de meditação tem se popularizado nos últimos 10 anos. Há 15 anos atrás qualquer coisa sobre meditação era visto de forma estereotipada na figura de um hippie, bicho grilo, professor de yoga, etc. Hoje, é visto como uma ferramenta de desenvolvimento de foco e redução de ansiedade. Quem diria :) Um dos princípios dessas técnicas é justamente trazer o foco para o momento.

Foco = sucesso

A primeira grande lição sobre produtividade está justamente em ter foco. Aqueles que estudaram o sucesso e por quê algumas pessoas são bem sucedidas descobriram que “ter foco” é uma das principais características em comum.

O pesquisador e escritor Daniel Goleman, trouxe esse conceito no seu recente livro Foco: A atenção como chave para o sucesso. O autor acredita que foco é muito mais do que a atenção que dedicamos em atividades e defende a ideia de que com mais foco poderemos viver uma vida com atenção plena e melhor coexistência entre nossos pares.

Resultado de imagem para daniel goleman

“Precisamos superar as distrações da vida moderna, dos smartphones e da Internet que nos mantém sempre conectados. A atenção esparramada prejudica a nossa habilidade de trabalhar em alta performance.”

Mas como melhorar meu foco?

A capacidade de atenção é como um músculo. Sem uso, ela vai definhar. Ao praticar, ela se fortalece. Quando dedicamos nossa atenção em qualquer coisa, estamos fazendo uma escolha que tem consequências. Essa é uma maneira muito valiosa de entender a atenção. Perceba que a qualquer momento somos nós que estamos no comando, fazendo escolhas. E, para escolher corretamente, temos que adquirir consciência sobre quais são as consequências das escolhas. Aceitar qual é o preço que estamos pagando.

Exemplo:

Quando escolho dedicar minha atenção por vinte minutos assistindo a um programa de televisão com notícias violentas, o que estou esperando colher como resultado? Qual é o preço que estou pagando? Que outras coisas eu poderia fazer e deixei de lado por ter escolhido esses vinte minutos de notícias violentas? E se, em vez da televisão, eu escolher me exercitar por vinte minutos? Qual é a diferença de resultados que vou colher?

Em um de seus discursos, Steve Jobs dá uma excelente pílula de sabedoria sobre ter foco e a importância disso para o sucesso da empresa. Ele diz:

...Apple sofreu nos últimos anos na mão de péssimos engenheiros. Desculpa, mas eu preciso dizer isso. E tinham gerentes que estavam indo em 18 diferentes direções ao mesmo tempo, fazendo coisas indiscutivelmente interessantes em cada um dos 18 projetos. Ótimos engenheiros, péssimos gestores. Você olha de fora e vê uma gama de coisas sendo criadas, mas o problema é que elas não se somam. Então o total dos resultados é menos do que o valor de cada uma dos 18 individualmente. Então chegou um momento que nós tivemos que decidir qual a direção fundamental que gostaríamos de ir. O que faz sentido e o que não faz? Muitas dessas coisas, vistas de um microcosmo faziam sentido, mas de uma perspectiva macrocósmica, elas não faziam nenhum sentido. A coisa mais dificil é, quando você pensa em “ter foco” . Você pensa que foco é dizer sim. Para ter foco, é preciso aprender a dizer não...e quando você diz “não”, você deixa pessoas brabas contigo ...E é um saco, porque você quer ser legal com as pessoas, mas a Apple precisou sofrer as consequências nos últimos 6 meses de dizer não…

 Steve Jobs teve sua fama de ser bruto e arrogante com as pessoas na sua forma de gestão e liderança. Era intolerante com ideias ruins e extremamente exigente com colaboradores, mas é indiscutível que ele obtinha resultados. Um dos seus grandes hacks de produtividade era cortar tudo que não pertencia à essência da Apple.  De todas as ideias de oportunidades de melhorias e novos projetos, ele ia riscando até restar poucas. Apenas 3% das ideias de melhorias, segundo ele, valiam a pena de gastar esforço e energia. Isso é foco.

A jornada semanal de 4 horas

Você conhece Tim Ferris? Ele é considerado um dos maiores nomes no empreendedorismo da atualidade. Ele é só membro do conselho de empresas como facebook, Twitter e Evernote. Só isso. Além disso, ele encontra tempo para ser escritor, de vários best-sellers e palestrante.

Resultado de imagem para tim ferris

Um de seus livros, A jornada semanal de 4 horas,  ele se dedica a falar de suas práticas para ser mais produtivo. Segundo ele, é uma das perguntas que ele mais recebe das pessoas: Quais são suas dicas para ser mais produtivo?

Ele explica:

Você precisa dividir seu dia em blocos de pelo menos 2 a 4 horas de duração. Nada de combinações de descansos de 20 minutos. Você precisa de blocos de trabalho ininterruptos. Foque em tarefas de alta complexidade e alta prioridade.  A segunda coisa é que você deve certificar-se de estar fazendo a coisa certa. Você pode responder 1 tonelada de emails, ir à 1 tonelada de reuniões mas no final do dia ou da semana não ter realizado muita coisa. A forma que eu utilizo para resolver isso é olhar para minha lista de metas a cumprir, e me perguntar: Qual dessas tarefas, se eu realizar eu vou tornar a realização das outras atividades mais fáceis ou até mesmo torná-las desnecessárias? Eu penso nas minhas tarefas como se fossem peças de dominós enfileiradas, e seu eu derrubar a primeira as próximas cairão sozinhas ou com menor esforço.

Livrando-se dos emails

Elon Musk, o nome mais falado no momento, conhecido como um empreendedor visionário, futurista e até mesmo maluco explica como ele se livra de emails. Assim como Tim Ferris, ele também utiliza um método de avaliar de forma mais macro o grau de prioridade dos emails. Ele começa as 7 da manhã, com meia hora dedicada a endereçar e responder os emails “críticos”. Segundo ele, essa avaliação é chave para organizar o dia e começar com as tarefas mais importantes.

Elon Musk, como você deve imaginar tem uma agenda muito apertada, muitas vezes trabalhando de lugares diferentes em um mesmo dia. É por isso que ele está constantemente buscando otimizar sua produtividade. Apesar de ele ter admitido não ler nenhum livro sobre Gestão do Tempo, Musk compartilhou várias de suas boas práticas para produtividade e desenvolvimento pessoal no seu livro biografia.  

“eu acredito ser importante criar um loop de feedback, em que você está constantemente refletindo sobre o que você faz e como poderia fazer as coisas de uma forma melhor. Encontre um momento no dia para refletir sobre o que você está fazendo e como poderia fazer de forma mais eficaz.

A regra das duas pizzas de Jeff Bezos

Qualquer um de nós, em nossas experiencias profissionais já se viu em uma reunião que era pura perda de tempo. Reuniões, apesar de serem importantes para a comunicação e colaboração de equipes, muitas vezes viram em caos, quebra-gelos intermináveis e discursos prolixos porque foram reuniões mal planejadas e pessimamente conduzidas.

Uma das maiores causas para isso é o grande de pessoas envolvidas em uma reunião. Até mesmo reuniões de scrum de 15 minutos viram em discussões infinitas. Por isso, Jeff Bezos, CEO da Amazon tem uma regra simples: A regra das duas pizzas. Para ele, o número de pessoas em uma reunião não pode ser maior que duas pizzas não pudessem alimentar. Dependendo da fome dos colaboradores, esse número gira entre 6 e 8 pessoas.

Reinvente sua empresa

Se você gostou dessas dicas de produtividade de grandes empreendedores, você com certeza irá gostar do livro Reinvente sua Empresa, escrito pelo fundador da empresa Basecamp, Jason Fried. É um livro bem pequeno e objetivo, que em meia hora pode ser lido. Jason Fried é um empreendedor de sucesso, fundador de startups como Basecamp, e nesse livro ele decide compartilhar de formas prática, pequenos Hacks de produtividade que ele aplicou nas suas empresas e que foram altamente bem sucedidas em melhorar a performance. Não é um merchan. Eu apenas recomendo porque muito me ajudou em aumentar a produtividade minha em meus meios profissionais.

Espero que essas sábias dicas sobre foco e produtividade tenham te ajudado. Não deixe de dar sua opinião nos comentários abaixo. 

Abraços

Clube Sebrae
Matheus Ferraz
Matheus Ferraz Seguir

Escritor e consultor de SEO @Upwell

Ler matéria completa
Indicados para você