{{ warning.message }} Ver detalhes
Post
Link
Pergunta
Casos de insucesso: exemplos de fracasso nos negócios
[editar artigo]

Casos de insucesso: exemplos de fracasso nos negócios

“Quando você almeja a lua, você será atingido pela rejeição bem antes de alcançar qualquer estrela”. Esse foi um dos muitos aprendizados depois do fracasso que Lisa Curtis, fundadora e CEO da Kuli Kuli, comenta em seus artigos. Nessas horas, uma boa dose de otimismo é necessária para não deixar que você se sinta um fracassado após o insucesso.

Inúmeros empresários de sucesso fracassaram no decorrer de suas vidas. Walt Disney já foi demitido de um emprego como cartunista por ser considerado “sem ideias nem imaginação”, RH Macy faliu sete vezes antes de construir uma das maiores lojas de departamento dos EUA, Seichiro Honda falhou na entrevista para emprego na Toyota antes de fundar sua própria marca.

Tirando proveito das falhas

O importante sempre é o que tiramos de proveito dessas situações frustrantes em nossas vidas. Quando erramos, aprendemos que o caminho tomado teve alguma falha, ou seja, sabemos no que não podemos mais falhar. É sempre uma estratégia importante para o seu crescimento, estudar cases de insucesso para aprender com o erro dos outros.

Lembre-se, a principal diferença entre as pessoas bem-sucedidas e aquelas de quem você nunca ouviu falar, é que as primeiras persistiram após errar. Como disse Arianna Huffington — co-fundadora do The Huffington Post —, “minha mãe costumava me dizer: o fracasso não é o oposto de sucesso, é um trampolim para o sucesso”.

Cases de insucesso estão em todos os lugares, basta conversar com jovens empresários e grandes empreendedores com ampla história de mercado, todos vão dizer que, em algum momento de suas vidas, falharam.

Aceite os fracassos e siga adiante

Quando falamos sobre carreira e empreendedorismo, o mais importante não é como aconteceram os fracassos mas sim o que aprendemos com eles e como os encaramos. Afinal, o fracasso pode nos direcionar para dois caminhos completamente distintos. O primeiro é a lamentação e a frustração, que geram insatisfação e anulam a criatividade e a produtividade.

O segundo é o aprendizado, que pode gerar ideias e novas tentativas, fruto das lições e aprendizados gerados pelo fracasso.

Saber lidar com o fracasso é o primeiro passo para empreender e ter sucesso no futuro. Afinal, o erro fortalece e ensina muito mais do que os acertos. Seguir adiante é sempre o maior dos desafios.

Juliana Soares

Juliana Soares

Gestão Site - SebraeMS

Fique informado sobre as novidades da comunidade
Cadastre-se aqui
Gostou desse artigo? Escreva o seu também!
Nova publicação

Artigos relacionados

Continue lendo!

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso
aos conteúdos exclusivos.

Entrar