{{ warning.message }} Ver detalhes
Post
Link
Pergunta
Como as Leis da Inovação podem ajudar meu negócio?
[editar artigo]

Como as Leis da Inovação podem ajudar meu negócio?

Os períodos de crise são particularmente especiais para a inovação. Em meios aos caos de desempregos, falta de dinheiro circulando, empresas fechando abre-se a possibilidade para a flexibilidade e para fazer coisas novas. Esse é exatamente o momento em que  se deveria gastar mais em inovação.

A inovação é um meio de transformação do conhecimento em riqueza e em melhoria da qualidade de vida da população, o governo federal e alguns estados brasileiros criaram legislações específicas para estimular a inovação tecnológica nas empresas.

A inovação é a concepção de novo produto ou processo de fabricação, bem como a agregação de novas funcionalidades ou características ao produto ou processo que implique melhorias incrementais e efetivo ganho de qualidade ou produtividade, resultando maior competitividade no mercado para a empresa.

Existe leis federais de inovação, leis estaduais e leis municipais. Cada empresa deve achar a lei que mais se adequa a suas necessidades.

Mas o que afinal define as atividades de Pesquisa e Desenvolvimento de Inovação Tecnológica?

Este conceito de Pesquisa e Desenvolvimento de Inovação Tecnológica é amplo. O que é considerado inovação? Quais os critérios que as empresas terão que cumprir para obter os incentivos Fiscais?

Vamos tentar definir estes conceitos em 3 grupos se baseando na Lei do bem (A Lei 11.196/05) que cria a concessão de incentivos fiscais às pessoas jurídicas que realizarem pesquisa e desenvolvimento de inovação tecnológica:

  • Pesquisa básica ou fundamental: consiste em trabalhos experimentais ou teóricos realizados principalmente com o objetivo de adquirir novos conhecimentos sobre os fundamentos dos fenômenos e fatos observáveis, sem considerar um aplicativo ou um uso em particular.
  • Pesquisa aplicada: consiste na realização de trabalhos originais com finalidade de aquisição de novos conhecimentos; dirigida principalmente ao um objetivo ou um determinado propósito prático.
  • Desenvolvimento experimental: consiste na realização de trabalhos sistemáticos, baseados em conhecimentos pré-existentes, obtidos por meio de pesquisa e/ou experiência prática, tendo em vista a fabricação de novos materiais, produtos ou dispositivos, processos, sistemas e serviços ou melhorar consideravelmente os já existentes.

Tipos de inovação:

  • Inovação de produto.

É a modificações nos atributos do produto, com mudança na forma como ele é percebido pelos consumidores.

  • Inovação de processo.

É a mudanças no processo de produção do produto ou serviço. Não gera necessariamente impacto no produto final, mas produz benefícios no processo de produção.

  • Inovação de modelo de negócio.

É a mudança na forma como o produto ou serviço é oferecido ao mercado. Não implica necessariamente em mudanças no produto ou mesmo no processo de produção, mas na forma como que ele é levado ao mercado.

  • Inovação Incremental.

Reflete pequenas melhorias contínuas em produtos ou em linhas de produtos. Pequenos avanços nos benefícios percebidos pelo consumidor e não modificam de forma expressiva a forma como o produto é consumido ou o modelo de negócio.

  • Inovação Radical.

Representa uma mudança drástica na maneira que o produto ou serviço é consumido.

Essa pequena historia podem causar uma confusão sobre o processo criativo e de descobertas de novas ideias.

Arquimedes não descobriu a solução por acaso durante o banho. Ele já havia pesquisado bastante sobre o assunto, levantado algumas hipóteses e,  relaxando na banheira, conseguiu fazer conexões do que estava vivendo com o que já tinha estudado. Portanto, o momento Eureka não vem ao acaso. É resultado de muita pesquisa e conexões acerca de um tema.

Benefícios das Leis da Inovação

  • Dedução de (Imposto de Renda de Pessoa Jurídica) e CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) dos dispêndios com P&D.
  • Desconto no IPI na compra de máquinas e equipamentos.
  • Possibilidade de reinvestir os valores deduzidos na área de Pesquisa e Desenvolvimento.
  • Melhoria contínua dos produtos, serviços e processos.
  • Maior competitividade no mercado.
  • Geração de inovação alavanca o crescimento das organizações.
  • Ser considerada uma empresa inovadora pelo MCTI.

A inovação tem a capacidade de agregar valor aos produtos de uma empresa, diferenciando-a, ainda que momentaneamente, no ambiente competitivo.

As inovações são importantes porque permitem que as empresas acessem novos mercados, aumentem suas receitas, realizem novas parcerias, adquiram novos conhecimentos e aumentem o valor de suas marcas.

Já conhecia estas Leis da Inovação?Sua empresa já se beneficiou de alguma Lei da Inovação? Conte-nos abaixo sua experiência.

Vera Moraes

Vera Moraes

Consultora - Inventtando

Fique informado sobre as novidades da comunidade
Cadastre-se aqui
Gostou desse artigo? Escreva o seu também!
Nova publicação

Artigos relacionados

Continue lendo!

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso
aos conteúdos exclusivos.

Entrar