[ editar artigo]

Como buscar as pessoas certas profissionalmente para sua empresa crescer?

Como buscar as pessoas certas profissionalmente para sua empresa crescer?

Currículo e experiência são realmente muito importantes no momento da contratação de pessoas. Entretanto, existem empreendedores e marcas que já estão começando a olhar o recrutamento de forma bastante personalizada e arrojada. É o caso da MadeiraMadeira, startup de tecnologia que atua no segmento de varejo há nove anos no formato drop shipping - sem estoque, e é líder on-line no segmento de produtos para casa. 

A marca, que começou sua jornada com quatro pessoas, chega a 2019 com 500 colaboradores, 87% de crescimento desde sua criação e uma previsão de R$ 600 milhões de faturamento, tornando-se uma startup exponencial.

Com uma palestra enriquecedora no Summit Sebrae PR 2018, Robson Privado, diretor de Marketing e Canais da startup, nos contou que a empresa está unindo o perfil e o momento para encontrar os profissionais certos. Inclusive, ele explicou que as pessoas estão entre os quatro pilares da marca, ao lado de clientes, desafios e tecnologia. 


Esse perfil de pessoas, compartilhado já por outras marcas de influência, deve englobar paixão, colaboração, senso de dono, resiliência e empreendedorismo. Tendo isso, o candidato tem grandes chances de se dar bem não apenas nessa empresa, mas em todos os lugares que pensam em crescer exponencialmente e resolver questões que podem mudar a vida da sociedade. Inclusive, essas características bem peculiares foram citadas em outros momentos no Summit por empreendedores de diversos segmentos e culturas. Por isso, é um ponto de alerta para empresários e profissionais que pretendem otimizar a busca das pessoas certas e crescer ao lado de suas equipes. 

Nesse contexto, o palestrante ressaltou que sua equipe recebe autonomia com responsabilidade. Ele explicou que a empresa chegou até aqui devido a sua cultura que estabelece que as pessoas precisam ser multidisciplinares e compartilham os problemas; que errar faz parte, mas é preciso ser rápido para corrigir e realinhar o processo; que os resultados são mais importantes que os procedimentos e que as decisões são horizontais. Trata-se portanto de uma case contemporâneo inovador por ser flexível, mas focado.

Em se tratando de business, como o negócio é mutável e pode gerar novas demandas, a MadeiraMadeira está se transformando em multiplataforma (B2B, B2C, On-Line, Off-Line, etc) e recentemente criou mais um canal potencializando o pequeno lojista. Com o “Rede Home”, o pequeno empreendedor ou fabricante pode oferecer e compartilhar seu estoque no Market Place e ainda usufruir da estrutura, das facilidades e dos benefícios da rede. Esse universo é composto por um nicho muito promissor. Cerca de 97% das vendas do varejo são realizadas em lojas físicas e, desse montante, 85% do mercado está nas mãos de pequenos varejistas. E esse público estava caminhando sozinho no mercado. Com a nova rede, o grupo pretende aproximar os públicos e aprimorar as negociações. 

Resolvida mais essa questão, a marca já sonha com novas plataformas e está perseguindo os próximos passos para novos negócios, pois para permanecer no topo é preciso ter visão, entender que o jogo continua, que você não deve colocar limites em você mesmo e que aprender ao longo da vida (life long learning) é mais que um caminho, mas sim a construção dos seus sonhos. 

Clube Sebrae
Suzane Marie
Suzane Marie Seguir

Sou jornalista, MEI e gerente de comunidades do Clube Sebrae!

Ler matéria completa
Indicados para você