[ editar artigo]

Como eu transformo minha loja em um e-commerce?

É cada vez mais comum em minhas consultorias atender varejistas que estão ansiosos para abrir um e-commerce.  Essa ansiedade não é sem fundamento visto que o aumento percentual das vendas no comércio eletrônico tem sido sempre maiores que o aumento das vendas no varejo tradicional.

Mas afinal, como eu transformo uma loja tradicional pode também ter seu e-commerce? Segue abaixo um checklist que poderá a não deixar o fundamental de lado:

1) Encontrabilidade: varejistas em alguns casos imaginam que basta registrar o domínio de sua loja tradicional que já estão na "grande avenida" do comércio eletrônico. Não basta apenas ter um site, mas é necessário que seu site seja encontrável por quem está procurando pelo seu produto! Por esse motivo, começamos a auxiliar os interessados na área de Google Adwords e Anúncios no facebook para que cada vez mais seus sites sejam encontrados por quem realmente quem quer comprar

2) Usabilidade: em várias consultorias, ao analisar o e-commerce do cliente faço algumas perguntas a ele de coisas que não consegui entender ou achar no site. Quando o empreendedor me explica e se justifica digo: "se você teve que me explicar, está errado, pois você não estará ao lado de cada cliente que acessar o site". Por esse motivo, durante a criação do e-commerce é fundamental realizar testes com pessoas que não conhecem a loja para compreender a percepção que eles possuem em relação a usabilidade do site.

3) Credibilidade: uma vez, em uma consultoria perguntei ao empresário: "desde quando seu negócio existe e quantos clientes você já atendeu?". O empresário respondeu: "atendemos há quase 20 anos e já atendemos centenas de clientes". O problema é que todo esse histórico de confiança não aparecia no site, e quem não conhecia sua loja nunca saberia. Sendo assim, ter elementos que demonstrem credibilidade como anos de tradição e depoimentos de clientes satisfeitos são fundamentais para que desconhecidos confiem em sua loja virtual.

4) Vendabilidade: estão claras as informações do produto? está evidente e visível o botão "comprar"? o cadastro para quem quer comprar o produto está fácil de ser preenchido? Existem várias formas e condições de pagamento que se adaptam a todo tipo de cliente? Caso eu possua dúvidas, existe um chat ou telefone para que eu ligue e não abandone o carrinho no meio da compra?

Existem várias outras questões pertinentes a criação de um e-commerce, contudo, as questões acima são a base do que não pode ser negligenciado e valem a pena serem respondidas prioritariamente.

Clube Sebrae
Leandro Krug
Leandro Krug Seguir

Especialista em Franquias e Consultor de Varejo Empresário do Varejo com operações em Shopping Center Professor de Pós Graduação há 10 anos

Ler matéria completa
Indicados para você