[ editar artigo]

Como fazer conteúdo para Facebook ou YouTube?

Como fazer conteúdo para Facebook ou YouTube?

Como fazer conteúdo para Facebook ou YouTube? Este é um dos grandes desafios que as empresas enfrentam quando precisam lidar com a mecânica de produção de conteúdo para se posicionar em seu mercado de atuação.

Coloco aqui dicas muito importantes que, às vezes, não estão nos vários artigos que você, provavelmente, tenha lido sobre marketing digital e produção de conteúdo.

É fato, hoje em dia, que no universo do marketing digital, aquilo que mais funciona como fonte de engajamento e encantamento é a produção de conteúdo. Afinal de contas, por esta atividade há inúmeras formas de se criar vínculo emocional e autoridade perante seu segmento.

Existem alguns critérios que se assemelham e outros que se diferem quando se trata de rede social. Vou aqui dar algumas dicas sobre a produção de conteúdo para Facebook e YouTube, mas elas podem ser aplicadas a outras redes sociais ou comunidades.

1) Saiba o que é relevante como linguagem para cada rede social

Vídeos e imagens que são compartilhadas à revelia sem a preocupação com as características de linguagens mais compartilhadas, pode ser uma perda de tempo e energia, porque não haverá o resultado que você espera.

Um bom exemplo disso é a reflexão sobre vídeos e links do YouTube compartilhados no Facebook. Você faz isso? Agora lhe pergunto: está certo isso? Você sabia que estas duas empresas são concorrentes entre si? O que você acha que acontece quando um link do YouTube é compartilhado no Facebook?

Basta ler sobre o Facebook Watch.

O próprio Facebook deixa claro que prefere os vídeos compartilhados, diretamente, em sua timeline. Do contrário, esqueça a tração pelo compartilhamento orgânico, mesmo que seja o filme do Oscar, mesmo que isso seja através de links patrocinados.

Como fazer conteúdo, portanto, para estas duas principais redes sociais?


FACEBOOK: você deve entender que as experiências de descoberta pautam a força de compartilhamento. Imagens que comuniquem, de forma instantânea, mensagens que tragam descobertas em algum aspecto, são mais apreciáveis e compartilhadas. Vale lembrar que a imagem deve ser trabalhada para gerar um efeito de encantamento comunicativo. 

Vale lembrar também que a comunicação do Facebook concorre com o dedão. Afinal de contas, qual é a mania de todos os usuários? Passar o dedo na timeline com barra de rolagem.

Para vídeos, a linguagem deve ser o mais explícito possível. Há vídeos que são legendados com letra garrafais em formatos quadrados. Não há, efetivamente, um formato ideal que garanta um resultado, mas vídeos com legendas chamativas são bem mais apreciáveis. Isso porque, novamente, o dedão está passando na tela do mobile.

fonte: We Love


YOUTUBE: a plataforma que se aproxima da cultura da televisão. Por quê? Simplesmente porque a cultura das novas gerações privilegia a liberdade e a diversidade dos conteúdos de entretenimento. Além disso, o YouTube também é a plataforma da autoridade. Por ela, as pessoas criam juízo de valor sobre a confiança dos produtores, e por consequência, engajamento, ou engagement, como preferir.

A linguagem precisa ser bastante ágil e trazer o conteúdo de forma eficiente, principalmente, nos primeiros segundos do vídeo. A relevância dos vídeos pode contemplar também boas edições e originalidade, porém, isso não determina engajamento.

O posicionamento conta muito dentro do ecossistema da plataforma de vídeos do Google. Além disso, as ferramentas de compartilhamento do YouTube são fundamentais para aumentar o crescimento do canal. São mais de 40 tipos de otimização. Uma engenharia focada de forma direta em conceitos do marketing digital que privilegiam a entrega de forma orgânica.

Resultado de imagem para vídeo para facebookfonte: olhar digital

A linguagem é bem mais conceitual do que a rede social concorrente. Caso você seja uma empresa e está se propondo a entregar conteúdo para resolução de problemas dos seus futuros e possíveis clientes, faça isso sem criar armadilhas para consumo de seus produtos ou prestação de serviços.

Três otimizações são fundamentais desde suas primeiras experiências com produção de conteúdo.

• Miniaturas (thumbnails), ou seja, o cartão de visitas de todo vídeo.

• Palavras-Chaves (inclusive planejadas para serem usadas pelos protagonistas dos vídeos).

• Descrições (nem pequenas ou grandes, apenas descrições que comportem em torno de 300 palavras ao todo).

Caso queira entender mais sobre isso, estude mais sobre marketing digital para produção de conteúdo no YouTube.

2) Tome como regra a produção autoral de conteúdo

Principal lei do produtor de conteúdo. Não se copia conteúdo de outro lugar. Isso é tão sério que vai além das implicações legais.

Há inúmeras ocorrências de empresas e produtores que usam táticas como o plágio de conteúdo de canais internacionais com o mesmo segmento. Isso demonstra uma série de valores e moralidade quando o caminho da produção de conteúdo toma este posicionamento. 

Mesmo que demore, mesmo que haja dificuldades em acessar aquele conteúdo plagiado, mesmo que seja falado em paquistanês, você não pode fazer o plágio.

Um exemplo recente disso foi o caso da youtuber Mariana Delveccio, conhecida como Satty, do canal Pense Geek, acusada por  Geoff Thew do canal Mother’s Basement. O vídeo que o acusador produziu provando o plágio é inquestionável, mesmo com a produtora negando.

Sabe o que acontece quando o plágio é evidente? Maior do que qualquer responsabilidade perante a lei, ou seja, a sua credibilidade. E quando acontece isso, pode ter certeza que este tipo de situação é bem difícil de resolver, mesmo para os grandes gerenciadores de crises.

A sua produção de conteúdo precisa ser autoral, por mais que isso seja difícil, desafiador ou custoso. Nada é mais extraordinário que o encantamento das pessoas com dicas, informações, opiniões, análises, aprendizados, ensinamentos ou oportunidades.

3) Tenha o máximo de qualidade sobre seu conteúdo

Como fazer conteúdo com alto grau de qualidade? Primeiro você precisa compreender o conceito de qualidade aplicado neste momento.

O que é qualidade de conteúdo para você? Será que vídeos e filmes produzidos de forma cinematográfica, protagonizados por estrelas de cinema e televisão, incríveis tomadas, edição espetacular, equipamentos de Hollywood. Será que é isso a qualidade?

Então preste atenção porque esta deve ser a dica de ouro. Digo isso porque existe uma confusão em compreender a relevância sobre o conceito de qualidade de conteúdo. Qualidade de conteúdo significa você entregar o conteúdo mais importante para a pessoa de acordo com a sua necessidade.

Qualidade não se trata de glamour estético no vídeo, produção de cenários incríveis ou grande engenharia de produção. Aquilo que estamos abordando como conceito de qualidade é a relevância do conteúdo para uma prática experiência do internauta.

O conteúdo que dá condições para a realização de uma transformação, uma informação privilegiada, uma resolução de problemas ou dificuldades ou um aprendizado faz as pessoas se engajarem de forma incrível.

Há muitos vídeos nestas redes sociais que são grandes experiências para as pessoas que se interessam no conteúdo. Vejam os canais de gamers. Quem iria acreditar há dez anos que haveria interesse por vídeos que ensinassem os outros a passar fases de um game. Hoje os gamers tem até televisão online dedicada para isso. É o caso do Twitch.

Resultado de imagem para twitch[

4) Como fazer conteúdo para uma demanda contínua

Esse é o grande desafio. O estado criativo para gerar conteúdo. Há formas para isso. 

• replicação por compartilhamento de conteúdo

Esta forma de fazer conteúdo é bastante usada no Facebook. Claro que é permitido e não entra naquele conceito do plágio uma vez que você esteja compartilhando o link para o destino de origem do conteúdo. Isso é muito legal para manter o interesse em seu Facebook, seja ele por perfil ou por Fanpage. É legal também estabelecer um critério de calendário sobre as postagens que replicam outros conteúdos. Tome cuidado também para os compartilhamentos. Entenda a engenharia para você levar o seu internauta para links que não sejam conflitantes com seus interesses ou valores. 

• criação de conteúdo em comunidades

Basicamente, o que estou fazendo aqui e o que você deva estar fazendo ao ler este conteúdo. Criação de posts, textos, links de vídeos, tudo isso e muito mais pode ser feito com este formato. As comunidades são ótimas estratégias para gerar engajamento e compartilhamento. Isso cria um grau de autoridade tão forte que pode ser extremamente relevante para você, tanto como marketing pessoal, quanto para marketing de conteúdo, marketing digital ou ferramentas de engajamento. Use e abuse disso, inclusive usando esta comunidade do Clube Sebrae.

• formato em vídeo ou podcast

Tanto os formatos em vídeos, quanto os formatos em podcasts são bastante interessantes para aqueles que têm grandes habilidades de improvisação, desde que domine o conteúdo a ser produzido como um hábil especialista.

Esse formato é versátil para aqueles que têm dificuldade para escrever textos como este. Afinal de contas, este texto poderia ser gravado em vídeo ou podcast para entregar o conteúdo proposto aqui.

Obviamente, há outras implicações nos posts por textos, no entanto, esta produção de texto não precisa ser a pedra no sapato daqueles que podem apresentar habilidades diferentes e mais fáceis de se realizar. O mais importante é produzir o conteúdo com alto poder de impacto.

Vale lembrar que pode ser interessante, pelo menos, escrever alguns insights e ideias para cadenciar o discurso e o argumento que trará o conteúdo. 

Os princípios que podem estar em outras redes sociais

Claro que você já sacou qual é a essência destas dicas, não é mesmo? Imagine você aplicando estes conceitos a outras redes sociais. Vejo grande poder de engajamento para o mundo do empreendedorismo com produção de vídeos relativos ao compartilhamento no Linkedin. Como fazer conteúdo para o Linkedin? Da mesma forma que descrevi aqui relativo ao YouTube e ao Facebook.

Que tal agora praticar todas essas dicas? Faça bom uso destas informações e construa boas campanhas ou conteúdos que façam a diferença para as pessoas, e por consequência, para sua empresa.

Ficarei aqui esperando seu feedback sobre o seu sucesso. Até breve.

Clube Sebrae
Rafael Cardoso
Rafael Cardoso Seguir

Um cidadão que deixou de ser passivo para trazer luz e ambiente à discussão social e político.

Ler matéria completa
Indicados para você