{{ warning.message }} Ver detalhes
Post
Link
Pergunta
Como o Inbound Marketing e o Branding podem gerar valor para sua marca!
[editar artigo]

Como o Inbound Marketing e o Branding podem gerar valor para sua marca!

Vamos falar de amor. Vamos falar sobre branding e inbound marketing. Mas não era sobre amor? Exatamente. O que essas duas estratégias têm em comum e porque têm a ver com amor? Bom, essas duas estratégias, unidas e bem trabalhadas, podem fazer com que seu público ame a sua marca e a sua empresa e, acima de tudo, se torne defensor dela.

Antes de falarmos como podemos gerar valor e amor com o branding e o inbound, vamos aos conceitos.

Branding?

Como já falamos aqui, o branding é um conjunto de atributos e benefícios, tangíveis e intangíveis, que uma marca oferece. Em uma estratégia e desenvolvimento de branding, estão presentes os valores da empresa, missão, visão, cultura, o que a empresa representa para a sociedade, o modo de falar, cores, representações gráficas, simbologias, etc. Tudo isso para que a marca se torne forte e seja lembrada na mente e no coração do público desejado.

O valor de um posicionamento forte

Trabalhar o branding de forma estratégica e bem feita, tornou-se imprescindível para construção de valor de uma empresa, pois um branding mal trabalhado não é mais aceito nos dias de hoje.

Hoje as pessoas compram pelo valor que a marca oferece e pelo que ela representa na sociedade e, não mais apenas por comprar, porque acharam bonito ou porque estão precisando.

O consumidor e o conceito de comprar mudaram. Consumir, comprar significa pertencer a algo maior, algo em que acreditamos, valores que possuímos, cultural e socialmente. A empresa que não estiver atenta a isso, tende a ficar pra trás.

Inbound Marketing?

Sabemos que internet tomou conta de nossas vidas e cresce a cada minuto. O que nos leva a algumas mudanças de comportamento: segundo a Gartner Research, até 2020, 85% dos consumidores irão tomar sua decisão de compras sem falar com um humano. Além disso, dados do IBGE do ano passado, mostram que mais de 90 milhões de pessoas estão conectadas na internet no Brasil.

Com essa visão, o inbound marketing trouxe um novo conceito para a divulgação de marcas, serviços e produtos, onde o mundo online, as métricas e os conteúdos ricos são os maiores aliados.

O inbound marketing, como explicamos melhor nesse e-book, busca transmitir tudo o que uma empresa representa, na forma de se relacionar com seus clientes e, diferente do marketing tradicional, que não é segmentado e é focado em vender a todo custo, tem o objetivo maior de conquistar aos poucos, levando o cliente até o momento da compra e fidelizando esse consumidor, através de ferramentas específicas e de conteúdo de qualidade.

Cliente é rei, eu sei

No inbound o que mais importa é o cliente e seu estilo de vida, seus desafios diários. A partir disso, o inbound utiliza a metodologia de atração, oferecendo conteúdos relevantes, mostrando que a sua marca pode ajudar uma determinada empresa ou cliente a crescer.

Esse caminho do inbound chama-se relacionamento ou nutrição de leads (possíveis clientes) e a estratégia aqui, é trabalhar de acordo com o segmento em que empresa atua, transmitindo a mensagem certa, para o público certo: aquele que realmente quer fazer parte da sua empresa/marca, aquele que realmente tem interesse em comprar seu produto/serviço.

Com isso o inbound também minimiza esforços desnecessários, tempo e dinheiro, falando com quem interessa.

A nutrição de leads trabalha para que o cliente evolua no ciclo de compra e passe a acreditar, confiar e precisar dos seus serviços e produtos para crescer ou resolver um problema.

A ideia geral é de que empresa e consumidor passem a crescer juntos.

Amor?

Quando sua empresa é vista como uma aliada no crescimento, a construção de valor e reconhecimento de marca também são trabalhadas na mente e coração do consumidor. Ou seja, o inbound complementa o fortalecimento de marca da empresa.

Levando também em consideração as duas estratégias (branding e inbound), podemos ver que elas têm um mesmo objetivo: conquistar clientes e transmitir valores, tornando a marca confiável, segura e autoridade naquilo que se propôs a oferecer.

O branding e o inbound, juntos, fazem com o que o público admire, sinta falta, precise dos seus serviços e produtos e, (por que não?) ame a sua empresa!

O branding precisa estar presente na comunicação da marca e a comunicação da marca deve seguir o posicionamento e valores que a marca representa para um determinado público.

Claro que, não podemos esquecer que essas duas estratégias podem funcionar muito bem SE e somente SE a empresa estiver 100% comprometida no processo como um todo, atendendo bem, deixando seus clientes felizes, oferecendo produtos e serviços bons e de qualidade, ou seja, fazendo seu papel!

Amor, isso é amor!

Lina Bennemann

Lina Bennemann

Lina Bennemann - burnell.com.br

Fique informado sobre as novidades da comunidade
Cadastre-se aqui
Gostou desse artigo? Escreva o seu também!
Nova publicação

Artigos relacionados

Continue lendo!

Cadastre-se gratuitamente e tenha acesso
aos conteúdos exclusivos.

Entrar