[ editar artigo]

Como motivar funcionários em pequenas empresas

Como motivar funcionários em pequenas empresas

Pequenas empresas, na maioria dos casos, não conseguem pagar salários ou oferecer remuneração variável no mesmo patamar que as grandes companhias. Entretanto, há outros fatores que podem motivar tanto ou mais que dinheiro para atrair e reter talentos. Vamos a eles:

1. Autonomia

Pequenos negócios podem oferecer grande incentivo para quem tem iniciativa e maturidade: autonomia para agir. Como há poucos funcionários e menos burocracia, fica mais fácil para os colaboradores interagir com clientes, fornecedores e o próprio dono. Essa liberdade gera um comprometimento maior para buscar bons resultados para o negócio e agiliza a tomada de decisões.

2. Aprendizado informal

O aprendizado formal acontece com treinamentos técnicos de alta qualidade, mas que muitas vezes são excessivamente caros. No entanto, na pequena empresa há muito mais oportunidades para pessoas que buscam conhecimento prático, rápido e informal, pois é mais fácil transitar em todas as áreas e aprender fazendo, sem as limitações de uma grande empresa.

3. Flexibilidade

Pequenos negócios podem oferecer, informalmente, mais flexibilidade para seus subordinados mais comprometidos, como jornadas de trabalho variáveis, home office e até um banco de horas simplificado. Também é muito mais fácil que o colaborador mude de função ou assuma novas responsabilidades, desde que se mostre interessado.

4. Test drive na prática

Muitos profissionais bem-sucedidos começaram a carreira em pequenas ou microempresas, onde é mais fácil dominar todo o processo do negócio em poucos anos, ganhar experiência e, se um dia quiser, conseguir um cargo em uma grande empresa ou expertise para montar o próprio negócio.

5. Senso de pertencimento

Nos pequenos empreendimentos é comum participar de um novo projeto desde o início e em todas as suas etapas. A grande vantagem é que o colaborador pode acompanhar, quase diariamente, os resultados de seu esforço e, quando necessário, fazer ajustes e melhorias quase imediatas.

6. Proximidade com o chefe

Para alcançar excelentes resultados, você precisa ter uma equipe que faça muito além das simples obrigações. Esse algo a mais só existirá se as pessoas sentirem que o líder tem credibilidade e transmite confiança. Quanto mais abertas forem as informações, melhor. Se alguém for demitido ou promovido, explique as razões. Se trocar de fornecedor, perder um cliente importante ou ter de contratar alguém de fora da empresa, compartilhe a informação. Não deixe que boatos se espalhem para depois serem desmentidos.

Quando o líder tem essas atitudes, gera mais comprometimento e dedicação por parte dos colaboradores, que, por sua vez, dão crédito (toleram erros de julgamento) ao chefe, pois sabem que ele procurou fazer o melhor. Assim, a hierarquia é seguida, mas há respeito mútuo e confiança. Estimular a proximidade e desenvolver a cultura da transparência é um grande diferencial para atrair e manter motivados seus colaboradores.

Para que esse relacionamento chefe/subordinado seja cada vez mais produtivo, você precisará analisar a “fórmula” motivacional de cada pessoa para, dentro do possível, atender suas necessidades, que muitas vezes nada têm a ver com dinheiro.

Clube Sebrae
Eduardo Ferraz
Eduardo Ferraz Seguir

Consultor e palestrante. Tem mais de 25 anos de experiência e cerca de 30 mil horas de prática com consultoria em empresas e em treinamentos na área de gestão de pessoas. É comentarista em vídeos na EXAME.com e colunista na rádio BandNews.

Ler matéria completa
Indicados para você