[ editar artigo]

CRM e ERP: você precisa deles?

CRM e ERP: você precisa deles?

Para muitos empreendedores iniciantes que veem os negócios em ascensão, a ideia de organização pode parecer um sonho impossível. Acúmulo de papeis em cima da mesa, estoques mal controlados e falta de gestão sobre as informações podem ser alguns dos motivos. Junto com isso, é preciso, ainda, lidar com a fidelização do cliente. Em meio a tantas preocupações, surgem dois salvadores: o ERP e o CRM. Continue lendo para entender como esses sistemas podem ser os seus aliados na gestão da empresa.

ERP: o gestor que você precisa

O ERP (Enterprise Resource Planning) é um software que foca na melhoria da eficiência de processos. Pense em todas os setores fundamentais para manter uma empresa: financeiro, RH, produção, estoque, vendas, e outros. O que o ERP faz é integrar todas as informações provenientes desses diferentes departamentos em um único banco de dados. Mas os mais modernos sistemas ERP vão muito além disso. Eles disponibilizam estatísticas, gráficos e análises que contribuem para a tomada de decisões. Ou seja, diga adeus à papelada desnecessária. Existem ERPs específicos para os mais diversos tipos de empresas: gráficas, lojas, oficinas e etc. Veja apenas alguns dos benefícios que um ERP pode trazer para a sua gestão:

1. Maior eficiência

Um ERP diminui a necessidade de produzir informações manualmente e elimina processos repetitivos e onerosos, como cálculos de orçamento. O software vai melhorar o fluxo de informações que precisariam de horas para ser escritas, digitadas e repassadas. Se instalado em todos os setores da empresa, vai aumentar também a velocidade com que os dados são repassados.

2. Menos informações duplicadas

Em empresas que não implantaram o sistema ERP, é comum ver departamentos trabalhando de maneira quase independente de outros. Isso acaba resultando em relatórios duplicados. Ao integrá-los os problemas de duplicação serão reduzidos drasticamente.

3. Segurança de dados

Um dos maiores problemas em empresas na atualidade é o vazamento de dados importantes. Esse não será um problema para o ERP, que irá proteger seus dados por meio de firewalls e outros recursos.

4. Competição

É verdade que implantar um sistema ERP requer alto investimento de tempo e dinheiro, mas a perda de não fazê-lo é bem maior. Enquanto alguns empreendedores preferem se ater aos métodos antigos de gestão, quem investe em um software ERP estará a frente em tecnologia e rapidez.

5. Redução de Custos

Você não perderá mais tempo agregando informações para decidir o que fazer com sua empresa ou que produtos comprar para suprir o estoque. O ERP fará isso por você. Também vai salvar o dinheiro que gastaria custeando erros de colaboradores e perda de material. Além disso, você não precisará de outros softwares para fazer a gestão, porque um único sistema ERP vale por dez!

6. Correspondência às expectativas dos clientes

Os consumidores querem suas necessidades atendidas cada vez mais rápido. Com a tecnologia ERP, você não deixará seus clientes esperando para receber um serviço ou produto por esquecimento ou lentidão. Alguns ERPs têm funções que facilitam o controle de pedidos e de ordens de serviço, evitando o acúmulo de trabalho. Sem falar que você poderá atualizar seus preços e melhorar seus produtos em pouco tempo com a ajuda da análise de dados que só sistemas assim dispõem!

Se as vantagens de ter um ERP deixaram você interessado, pode começar a fazer planos para a implementação. Primeiro, você precisa determinar os requisitos de sua empresa e colocá-los em ordem de prioridade. Após a reunião desses itens, faça uma busca minuciosa de softwares que atendam às necessidades de seu empreendimento. Compare os diferentes ERPs e faça contato com o suporte dos desenvolvedores para tirar todas as dúvidas.

Outra ferramenta útil para empreendedores é o CRM. Quando usado em conjunto com o ERP, produz ótimos resultados e alavanca o crescimento das vendas. Conheça agora um pouco mais sobre esse sistema.

CRM e força de vendas

Para a maioria dos negócios, o bem mais importante são os clientes. À medida que um um negócio cresce e a clientela aumenta, torna-se crucial otimizar o controle de relacionamentos da empresa. Para isso, foi desenvolvida a tecnologia CRM (Costumer Relationship Management), que deu origem a softwares de gerenciamento de clientes. Um software CRM serve, basicamente, para melhorar as interações com clientes ativos e em potencial, fornecendo relatórios detalhados que ajudam a dar um boost nas vendas. O seu uso contribui para responder perguntas constantes no ambiente empresarial. Quem são nossos clientes? Como entrar em contato com eles? Como eles interagem com nosso conteúdo? E, uma das mais cruciais: Como atrair mais pessoas para o meu negócio?

Se está se perguntando se o CRM é para a sua empresa, basta fazer uma análise. Se ela lida com pessoas do meio externo, a resposta é sim. Uma solução CRM dá a todos - da parte de vendas, atendimento ao cliente, recrutamento, marketing ou qualquer outra linha de negócios - uma forma melhor de gerenciar interações externas que levam ao sucesso. Veja para que serve o CRM:

1. Melhor relacionamento com a clientela

Muitos clientes nem sempre significa muito lucro. O segredo está na forma como você os gerencia. Por usar softwares CRM, todas as ações envolvendo serviço, marketing e venda de produtos serão feitas de maneira sistemática. Você também poderá prover melhores serviços aos clientes por meio do entendimento de seus problemas. Isso aumentará a lealdade deles. Dessa forma, você receberá feedback contínuo a respeito de seus produtos e serviços.

2. Aumentar número de clientes

Se você aprender a gerenciar o relacionamento com os consumidores, poderá aumentar sua quantidade sem problemas. Usando os dados coletados, você poderá popularizar campanhas de marketing de maneira mais efetiva. Com a ajuda de um software CRM, você pode garantir que suas promoções atinjam diferentes tipos de indivíduos.

3. Melhor comunicação interna

Seguir uma estratégia de sistemas CRM ajuda a construir uma melhor comunicação com a empresa. O compartilhamento de dados entre diferentes departamentos permitirá que seus colaboradores trabalhem como uma equipe. Isso é melhor do que funcionar de maneira isolada.

Gostou dos benefícios? Utilizar um software CRM o ajudará a fortalecer sua força de vendas. Segundo o site CloudsWave, 75% dos gerentes de vendas dizem que usar CRMs ajuda a aumentar as vendas. Isso com certeza é algo que todo empreendedor quer atingir.

Se você decidiu que o CRM está provavelmente no futuro de sua empresa, comece a utilizá-lo agora, para que possa controlar desde já todos os dados relacionados aos seus clientes, antes que os números aumentem e o controle torne-se uma realidade distante.

É possível integrar ERP e CRM?

Apesar de terem efeitos similares, os sistemas ERP e CRM usam abordagens diferentes para aumentar os lucros. O ERP foca em reduzir acúmulo de trabalho e em corte de custos. O CRM trabalha para aumentar os lucros por produzir maior volume de vendas. Quer o seu negócio precise dos dois tipos de sistemas, quer não, o que auxiliará na decisão é o tamanho e o tempo da sua empresa. Se é um pequeno negócio, ainda no início, é bom começar utilizando um software CRM para evitar armazenar os dados de seus clientes em montes de papel. O ERP é recomendado para qualquer espécie de empresa. Contudo, se em sua empresa os departamentos ainda funcionam em uma pequena sala e poucas informações são agregadas, não há problema em adiar um pouco a implantação dessa ferramenta. A partir do momento em que as coisas começarem a ficar "bagunçadas" entre os departamentos, a hora de pensar em um ERP chegou.

Quando tiver os dois sistemas implantados, é hora de pensar em sua integração. É algo que dura tempo, mas se bem feita, resulta em vantagens como:

  • Uma visão 360 de seus clientes;
  • Melhor acesso às informações críticas;
  • Agilização de processos de negócios.

Para integrar as duas ferramentas, é necessário que você tenha tido bom uso delas e entenda bem todas as suas funcionalidades. Ao considerar uma integração entre ERP e CRM, priorize saber quais objetos são os mais críticos para o sucesso de seu negócio e, a quais tipos de dados suas equipes mais precisam de acesso. Por exemplo, uma equipe de vendas precisará acessar aos dados referentes à contabilidade para elaborar estratégias comerciais.

Ambos os sistemas CRM e ERP contêm informações de contatos e contas - com o ERP focado em endereços de cobrança e expedição e o CRM em clientes potenciais e vendas. Sua integração deve abordar as diferentes regras de negócios para cada sistema, além de suportar mudanças contínuas, como os campos personalizáveis desses softwares. Procure considerar, também que, a falta de integração custará aos processos de sua empresa. Até atingir o ápice da adaptação, é preciso entender que não depende apenas desses programas que a sua empresa decole até o sucesso.

A responsabilidade cai, em grande parte, sobre você, empreendedor. Por isso, no Clube Sebrae você poderá esclarecer mais dúvidas sobre o assunto e aprenderá dicas sobre como empreender melhor! Continue navegando pelo site e saiba mais sobre outros conteúdos.

Clube Sebrae
Ler matéria completa
Indicados para você