Fuja da contabilidade informal e prepare as finanças para sua empresa crescer
[editar artigo]

Fuja da contabilidade informal e prepare as finanças para sua empresa crescer

A prática da contabilidade informal é mais comum do que se imagina, especialmente entre os pequenos negócios. Em um primeiro momento, o empreendedor pode até julgar que há certas facilidades que a tornam interessante. Porém, analisando o tema com um pouco mais de atenção vemos que a história não é exatamente essa.

Falta de organização, problemas de estoque, recursos deficientes, capital de giro afetado entre outros pontos são apenas alguns dos aspectos onde a prática da contabilidade informal não é tão eficiente quanto se acredita. Além disso, é preciso considerar que problemas nesse sentido prejudicam o crescimento da empresa a médio e longo prazo (falta de investimentos ou dificuldades para obter empréstimos bancários, por exemplo).

Ter uma organização financeira eficiente é essencial para empresas de qualquer tamanho. O setor financeiro precisa ser bem estruturado e ter total controle das contas a pagar, contas a receber, além de uma assistência contábil sólida. Negócios que atuam com base em um bom planejamento e em um conceito atual de organização conseguem obter melhores resultados e mais solidez no mercado.

A seguir, selecionamos algumas dicas práticas sobre como promover um gerenciamento financeiro eficaz e conseguir sucesso nos negócios. Acompanhe!

1. Defina o modelo de negócio mais apropriado

Muitos problemas com o gerenciamento financeiro da empresa vêm da falta de clareza sobre onde ela deve atuar. Não há problema algum em rever o modelo e mudar se for preciso. A regra é fazer com que a empresa entre em uma área e tenha um modelo que se torne autossustentável.

O primeiro passo para isso é realizar um estudo de viabilidade no qual aspectos essenciais serão considerados a exemplo do capital necessário para manter o negócio em funcionamento, investimento inicial, particularidades da região (demanda de mercado) entre vários outros pontos que possam ser analisados.

2. Faça um controle de caixa

A regra é simples: as contas precisam fechar. Todo gestor precisa levar esse princípio muito a sério, não importando o tamanho da organização. É essencial que o empreendedor atue de forma a acompanhar de perto todas as despesas, assim como a entrada e saída de verbas.

3. Cuide da gestão orçamentária

A questão da boa gestão orçamentária está intimamente relacionada com o auxílio de um bom contador. Além de fazer um controle eficiente, os dados e os lançamentos nos balancetes específicos devem ser práticos, simples e extremamente corretos. De outra forma, lidar com investimentos, pagamentos de colaboradores e fornecedores entre tantas outras obrigações pode ser um tanto complicado.

4. Promova a organização

Quem lida com negócios sabe que o Brasil é um dos países mais burocráticos do mundo. Sendo assim, qualquer documento aqui tem uma finalidade específica. O problema surge quando não há uma organização estruturada de documentos e relatórios essenciais para lidar com as finanças.

Pode dar trabalho organizar tudo, mas vale a pena. Aliás, há uma série de serviços oferecidos por empresas especializadas que podem ajudar nesse sentido, deixando tudo mais fácil e mais otimizado para a gestão financeira da empresa.

5. Procure aprender mais sobre gestão

Essa orientação é válida tanto para quem está iniciando o negócio quanto para quem já está no mercado há algum tempo. É interessante que o gestor da empresa procure sempre estar atualizado com relação aos conceitos teóricos para negócios e às novas ferramentas disponíveis no mercado.

Buscar pela constante aquisição de conhecimentos impedirá que o empreendedor tome decisões com pouco ou sem nenhum tipo de planejamento.

Nesse sentido, é interessante observar que o mercado corporativo é cheio de maldades, sendo assim, quanto mais conhecimentos de finanças a pessoa adquirir, mais protegida ela estará.

6. Crie uma base de dados para planejar o crescimento

Com as receitas organizadas e o domínio total sobre de onde vem e para onde vai o dinheiro, será muito mais fácil e prático fazer o planejamento da empresa.

Com toda essa clareza de dados será possível ao gestor analisar e identificar as melhores oportunidades. E isso em relação a diversos aspectos tais como a redução de custos, aumento de vendas e captação de clientes.

Entretanto, é fundamental manter os pés no chão e ter total atenção à realidade. Na dúvida (e para evitá-las), vale sempre a pena rever o planejamento estratégico, considerando os novos dados que são inseridos com frequência.

7. Conte com um sistema de gestão financeira eficiente

Contar com a ajuda de um bom software de gestão é uma das melhores alternativas para quem deseja promover um gerenciamento financeiro eficiente e com mais segurança. O empreendedor só tem a ganhar em diversos aspectos como, por exemplo, mais agilidade, mais clareza de dados e mais praticidade em acessá-los.

Como todas as informações ficam centralizadas em um único lugar, tanto o gestor quanto os colaboradores, poderão usufruir de processos mais rápidos e eficientes.

8. Planejamento estratégico

Definir quais são as metas e objetivos da empresa é fundamental para que ela tenha um melhor direcionamento em suas ações. Entretanto, não basta apenas ter um, é preciso que o planejamento adotado seja revisto com certa periodicidade. Além disso, sempre confira os dados levantados na forma de números, eles são muito mais fáceis de serem analisados e evitam que erros possam ser cometidos durante a avaliação.

9. CNPJ por atividade

Não raro, encontramos empresas que cresceram e continuaram com um único CNPJ para seus diversos segmentos. O mais indicado é que seja estruturado um CNPJ para cada iniciativa. Ao fazer essa divisão por atividade, o próprio negócio torna-se mais atraente para investidores.

Planos futuros

É claro que trabalhar na eficiência de um gerenciamento financeiro envolve muito mais pontos do que planejamento, uso de software de gestão, cuidados com orçamento e uma boa organização. Mas, é partindo desses aspectos e fazendo um ótimo trabalho com eles é que será possível definir melhor quais são os primeiros passos e como estruturá-los de forma eficiente.

Então, agora que você conferiu nossas dicas aproveite para compartilhar sua experiência aqui no Clube escrevendo seu post. Se quiser saber mais sobre outros assuntos, continue navegando pelo site.

Clube Sebrae
Denisson Soares
Denisson Soares Seguir

Analista de Produção de Conteúdo. Atua no mercado de Marketing de Conteúdo e Inbound Marketing. Acompanha de perto tudo que acontece no mundo da tecnologia. Entusiasta de ideias inovadoras que ampliam os horizontes e as possibilidades das empresas.

Continue lendo
Indicados para você