[ editar artigo]

Influenciador digital: não ignore essa estratégia

Influenciador digital: não ignore essa estratégia

Augusta Collection era uma empresa no Reino Unido que oferecia um serviço diferente: assinatura mensal de dois pares de meia-calça numa caixa sofisticada direto no endereço do assinante. No primeiro e segundo meses, a microempresa tinha apenas quatro clientes. Sem qualquer capital de giro, fizeram todo o trabalho de forma orgânica, sem implementar estratégias de marketing caras e que poderiam demorar a dar retornos significativos.

De repente, uma conta no Instagram fez crescer o número de clientes de quatro para dezoito em um mês. Mesmo que esse número minúsculo não represente nada expressivo para uma empresa de maior porte que investe em manter-se no mercado, não é possível ignorar o poderoso alcance das redes sociais.

Apesar de ter fechado as portas, Augusta Collection mergulhou no Instagram como uma ferramenta muito útil não só para prospectar novos assinantes, mas para divulgar a marca. A forma mais econômica e mais eficaz foi por meio de um influenciador digital.

Mas o que é um influenciador digital?

digital influencer é a pessoa que, pelos seus posts nas redes sociais, alcança um número muito expressivo de indivíduos que os seguem, curtem, comentam e compartilham suas postagens.

O influenciador pode ser uma celebridade do esporte, da moda, das artes, mas pode ser também uma pessoa anônima que passa a ser notada, ganha enorme visivilidade e por si só, se torna reconhecível e reconhecida das redes, passando a ser uma personalidade. Essa pessoa pode influenciar por meio de opiniões e produtos, recomendações ou comentários. Ou seja, o que um influenciador digital recomenda tem grandes chances de ser consumido e comprado.

O que Augusta Collection fez foi selecionar um número de influenciadores para que usassem seus produtos e assim, recomendassem para seus seguidores atraindo então, um interesse crescente.

O influenciador digital, dependendo do seu número de seguidores, pode cobrar para vestir ou usar um produto. Nesse caso, são as parcerias pagas, geralmente bem explicitadas nas postagens. Mas há influenciadores que aceitam receber produtos de graça e usá-los. Se gostarem, vai ter valido o custo do envio, pois a tendência é que falem e comentem sobre a marca, o que faz a recomendação mais genuína, atraindo consumidores que passam a confiar no conceito e no produto.

Tipos de Influenciadores.

Ser seleto e inteligente na hora de escolher os influenciadores digitais é fundamental. Não se esqueça que é uma forma de marketing que funciona em duas vias. O influenciador precisa querer ser associado à uma marca específica e a marca em questão deve entender que, uma vez divulgada por um influenciador, ela será também associada a ele ou ela.

Mas não adianta enviar uma bela caixa de cupcakes para um influenciador digital que promove fitness e alimentação saudável. Nesse caso não há coerência na marca e na sua divulgação. Por isso, é importante pesquisar e investigar quem são os influenciadores que podem alavancar suas vendas por meio de postagens positivas do seu produto e que dialoguem e façam sentido para o consumidor ou cliente final.

Também não é recomendável insistir para que um influenciador fale do produto enviado, gratuitamente. A insistência pode gerar mal-estar, tendo como consequência o desinteresse do influenciador na sua marca. Pessoas consideradas influenciadores digitais são abordadas diariamente com convites e propostas, portanto, um pouco de paciência antes de enviar um segundo e-mail é importante.

Por outro lado, há influenciadores digitais que também estão interessados em crescer seus portfolios de marcas e podem dar retornos rápidos, aceitando divulgar uma marca especifica. Entrar em conato com essas pessoas nunca foi tão fácil e simples: pelo Instagram, por exemplo, basta acessar a caixa de mensagens. Se um bom influenciador gostar do seu produto ou marca, aproveite essa ferramenta barata e muito inteligente de divulgação do seu negócio.

Para quem tem capital de giro reduzido é uma das estratégias de marketing mais interessantes e com excelente retorno que há.

Twitter ou Instagram

As duas redes sociais mais influentes e usadas no mundo são também muito distintas uma da outra. Enquanto o Instagram exige cuidado extremo com a imagem, o Twitter é mais associado a opiniões, discussões, tópicos em pauta na imprensa, por exemplo. Mas acontece, às vezes, de produtos serem recomendados e, dependendo de quem recomenda, o sucesso é garantido.

Há alguns anos, o ator e escritor inglês Stephen Fry fez um comentário elogioso na sua conta de Twitter sobre um livro de um autor relativamente desconhecido. O resultado foi uma procura sem precedentes pelo livro do autor em questão. Assim sendo, o Twitter é um excelente recurso para resenhas, recomendações ou opiniões. Enquanto o Instagram, leva o ditado "uma imagem vale mais que mil palavras" à risca. Por isso é fundamental ter um cuidado a mais com as imagens do Instagram. Afinal, a concorrência é ferrenha. Há contas muito atraentes esteticamente e é preciso pensar na coerência das imagens, usar um bom filtro e manter a legenda curta.

Como se tornar um influenciador digital?

Um dos exemplos mais interessantes e bem-sucedidos das redes sociais vem do Reino Unido. Seu nome no Instagram é doesmybumlook40 e seu nome verdadeiro é Kat. Uma mulher, mãe de dois filhos, do interior da Inglaterra que começou a registrar suas idas às lojas de roupas, os cremes que usava para a pele e cabelo, sempre num tom cômico.

A personalidade bem humorada fez um enorme grupo de mulheres se identificar com Kat que agora tem milhares de seguidores e uma carreira invejável no Instagram. Ela recebe roupas de marcas caras, seleciona produtos para divulgá-los, aparece em outdoors e já foi destaque em suplementos de jornais ingleses como The Telegraph e The Times.

Talvez o seu segredo tenho sido identificar o tom certo na hora certa. Hoje, todas as redes sócias estão saturadas e, a não ser que você tenha uma voz e uma presença muito originais, provavelmente vai encontrar outras pessoas fazendo a mesma coisa em abundância.

Mas se você é fã das redes socias, passa muito tempo nelas e quer promover uma marca ou produto, vale a pena o tempo. Cadastrar-se no Twitter e Instagram é fácil, rápido e de graça. Portanto, para negócios de qualquer tamanho, as redes sociais e seus influenciadores digitais são uma excelente ideia de expansão e prospecção de clientes.

Gostou do texto? Curta e compartilhe nas redes sociais!

Clube Sebrae
Ler matéria completa
Indicados para você