[ editar artigo]

Marketing para iniciantes: como entender qual o perfil do cliente da sua empresa?

Marketing para iniciantes: como entender qual o perfil do cliente da sua empresa?

Já sabemos que as estratégias de marketing impactam diretamente no aumento das vendas e tornam as empresas mais competitivas no mercado. No entanto, para que essa técnica seja assertiva é necessário investir na elaboração de um bom plano de marketing estratégico. Essa ferramenta de gestão é dividida basicamente em três etapas: planejamento, implementação e avaliação e controle. A primeira fase é uma das mais importantes, pois é nela que será feita a análise do cenário, a identificação do perfil do cliente ideal e o  posicionamento da marca no mercado.

É por meio da definição desse perfil do cliente que os empreendedores conseguem identificar as áreas que oferecem mais oportunidades e entender as dores e as necessidades básicas dos consumidores. Se esse público-alvo for bem definido, servirá como guia para criar ações de marketing, produção de conteúdo para redes sociais e campanhas de e-mail marketing. Além disso, um planejamento de marketing voltado para o perfil do cliente ideal permite que o vendedor atue de forma mais focada e, consequentemente, pode gerar mais resultados para a empresa.

Mas como encontrar o perfil do cliente ideal? Existem algumas técnicas para encontrar esse público-alvo. Uma boa prática bastante utilizada é criar uma persona, ou seja, um interlocutor imaginário – e inspirado no público alvo –  para quem a empresa pode direcionar a estratégia e obter mais chances de venda e lucro. No entanto, você não deve construir essa persona baseada em achismo, faça uma pesquisa extensa e precisa sobre o comportamento do seu cliente.

3 passos para mapear o perfil do cliente

Entrevistas

Esse método conta com três passos básicos: entrevista, análise de dados e criação da persona em si. Para encontrar o público ideal por meio de entrevistas você vai precisar retomar o contato com clientes antigos, com os que geram mais vendas e as demais pessoas que procuram pelo seu negócio. Se você está se perguntando “Qual o número exato de entrevistas preciso fazer para encontrar a minha persona?”. A resposta é muito simples: não existe um mínimo ou um máximo. O número será suficiente quando você conseguir prever comportamentos e respostas. É importante ressaltar ainda que quanto mais informações você levantar mais assertiva será a persona.

As perguntas da entrevista devem levantar informações para que você consiga identificar as características demográficas, geográficas, o perfil de consumo e qual o problema que a sua empresa ajuda a resolver. Confira alguns exemplos: qual a idade, sexo, escolaridade, cargo e segmento que atua; quais as responsabilidades e desafios e quais as principais dificuldades na sua rotina de trabalho.

Análise de dados

Na fase de análise de dados, você precisa encontrar um padrão entre os entrevistados: desafios, problemas e aspirações. Ao terminar essa etapa, você conseguirá responder as principais características dos clientes, os problemas que eles buscam resolver, o que valorizam e como o seu negócio ou produto pode ajudá-lo.

Criação da persona

O último passo é preencher o perfil do cliente ideal com as informações levantadas nas entrevistas. Humanize a sua persona. Dê um nome, idade, profissão e crie um comportamento real que consiga identificar suas preferências e suas principais dores. Pense nela como uma pessoal real, assim fica mais fácil direcionar a sua estratégia de marketing. No final desse processo, não esqueça de apresentar a sua persona para os vendedores da empresa. Assim, eles podem direcionar a prospecção para a necessidade do cliente e ampliar as chances de fechar negócio.

Outro ponto que merece ser destacado é que que a persona deve ser atualizada constantemente. As campanhas de marketing pararam de funcionar? Reveja a persona, ajuste ao comportamento dos clientes, sempre que necessário.


 

 

 

Fonte: Blog, Sebrae SC , Marketing para  iniciantes . 

 

 

 
 
 
 
Clube Sebrae
Débora Lanza
Débora Lanza Seguir

Agente de Desenvolvimento - PA - SEBRAE

Ler matéria completa
Indicados para você