[ editar artigo]

O Poder do Marketing Digital para Pequenas Empresas

O Poder do Marketing Digital para Pequenas Empresas

Já faz um bom tempo que as empresas reconhecem o valor do Marketing para se diferenciar da concorrência e ganhar maior visibilidade no mercado em que atuam.

Antes da popularização da internet, empresas de todos os portes precisavam contar com estratégias de Marketing Tradicional para que pudessem alcançar os objetivos descritos acima. Mas, de lá para cá, o que mudou? Em uma palavra: a Internet.

A partir de década de 90, mas com maior força no início dos anos 2.000, a internet vem transformando a forma como tudo acontece. Desde a comunicação entre as pessoas, até a forma como fazemos negócios, tudo parece acontecer de forma mais fácil, mais rápida, mais barata.

Há pouco mais de 20 anos, as empresas não tinham muitas opções com as possibilidades do Marketing Tradicional. Nessa época, o objetivo era divulgar informações sobre as características e valores do produto ou serviço da empresa, através dos canais disponíveis no momento: TV, jornal, revista, rádio, outdoor, entre outros.

Marketing Tradicional_Manhattan

Para as grandes empresas, o investimento em Marketing Tradicional era uma ótima opção (para muitas, ainda é), e era financeiramente possível. Porém, para os pequenos negócios, investimentos em mídias de massa pareciam sempre muito distantes da realidade destes empreendimentos.

Com a internet, chegou o Marketing Digital e suas infinitas possibilidades. As necessidades continuam basicamente as mesmas: se destacar da concorrência, ganhar visibilidade, vender. Mas os meios para se alcançar esses objetivos mudaram consideravelmente. Hoje, pequenos negócios podem alcançar públicos e, consequentemente, resultados tão bons quanto ou melhores do que grandes empresas. Para isso é preciso planejamento e uma dose de criatividade! A melhor parte? Tudo isso é possível com um investimento financeiro muito abaixo do que era necessário com o Marketing Tradicional. Sem falar nas possibilidades de mensuração, agora muito mais concretas do que antes. Ou seja: todo investimento em Marketing Digital pode, e deve, ser mensurado. Afinal, ninguém faz Marketing por “fazer marketing”. As empresas fazem Marketing com algum objetivo. Na maioria dos casos, o objetivo é vender, embora existam outros, como branding, dar visibilidade a um novo produto ou serviço, criar um mailing (ou lista de emails), e assim por diante.

Pensando apenas nas pequenas empresas, compartilhamos abaixo alguns dos principais benefícios do Marketing Digital:

1. Presença online

Empresas que não investem em Marketing Digital dificilmente serão encontradas na internet. Responde rápido: quando você quer saber alguma coisa ou tirar alguma dúvida, o que você faz? Se respondeu “jogo no Google”, saiba que a maioria das pessoas faz exatamente a mesma coisa (inclusive, claro, seus clientes). Ainda que sua empresa possua um site e uma página no Facebook, sem estratégias de Marketing Digital, como otimização de SEO, impulsionamento de postagens e investimento em links patrocinados, por exemplo, o site da sua empresa será acessado apenas por quem já é cliente ou pelos seus amigos e familiares, e isso não é nada positivo, certo?

2. Segmentação do público

Antes da internet, a segmentação do público era mais genérica e superficial. Por exemplo, um programa de TV sobre culinária “vendia” seu público-alvo para anunciantes, dizendo que sua audiência era formada em sua maioria por mulheres, entre 30 e 65 anos, das classes B, C e D. Ainda que este fosse o público do programa, quantas pessoas, de fato, assistiam ao programa, e quantas deixavam a TV ligada enquanto navegavam no celular ou computador? E como garantir que essa segmentação é fidedigna se o monitoramento era realizado por amostras?

Com o Marketing Digital, é possível definir exatamente com quem se quer falar, e divulgar conteúdos, produtos e serviços somente para o público que se interessa por isso. No Facebook, por exemplo, é possível criar segmentações para as publicações pagas, definindo desde região, gênero e idade, até interesses e comportamento do público que se deseja atingir.

3. Credibilidade da marca

Se a sua empresa não é “tão conhecida assim”, é bastante provável que um potencial cliente, ao ouvir falar da sua empresa, busque mais informações sobre ela na internet. Se você não possui um site, um perfil empresarial nas mídias sociais, ou nem aparece no Google, a confiança em fazer negócioscom a sua empresa pode ser drasticamente reduzida. E, pior, o ex-futuro-cliente irá encontrar seus concorrentes que já investem em Marketing Digital ou possuem uma presença online melhor do que a sua.

4. Competitividade com empresas maiores

Reforçando o que já foi citado neste texto, o simples fato de ser digital já explica o título deste tópico: o marketing digital é acessível aos pequenos empreendimentos, e com um pouco de dedicação, planejamento e criatividade, os resultados alcançados podem ser tão bons quanto (ou até melhores que) os de grandes empresas que investem tanto em Marketing Digital quanto em Marketing Tradicional.

5. Fidelização de clientes

No pós-venda, o Marketing Digital também apresenta vantagens. Manter o relacionamento com quem já é cliente é mais fácil e barato. Enviar e-mails com ofertas especiais ou cupons de desconto possibilita a continuidade de uma relação especial, além de ser lucrativo: um cliente feliz se torna um advogado da sua marca e divulga a sua empresa para amigos e familiares através do melhor marketing de todos os tempos: o boca a boca (ainda que ele aconteça em canais online).

6. Mensuração facilitada

Indiscutivelmente uma das maiores vantagens sobre o Marketing Tradicional, as diversas possibilidades de mensuração que o Marketing Digital possibilita fazem toda a diferença no resultados do investimento em Marketing. Afinal, de nada adianta milhares de curtidas nas mídias sociais se as vendas realizadas pela empresa são resultados de ações realizadas em outro canal, como o telefone ou o disparo de e-mail marketing.

Mensuração de Marketing

E para saber se os investimentos em Marketing estão valendo a pena, basta calcular o Retorno Sobre o Investimento (ROI), excelente métrica para analisar se os recursos estão sendo empregados corretamente. Para fazer esse cálculo, é só subtrair a receita pelos custos, e dividir tudo pelos custos:

7. Atração sem custos

Entre as inúmeras possibilidades de atração de potenciais clientes, muitas delas não exigem nenhum investimento financeiro para serem colocadas em prática. Diferente do Google Adwords (anúncios no Google) e dos Social Ads (anúncios nas mídias sociais), estratégias de divulgação de conteúdo via e-mail marketing, blog e redes sociais atraem leitores de forma gratuita.

8. Ótimo custo-benefício

Para concluir, este último tópico torna-se auto explicativo após o detalhamento dos itens anteriores: o Marketing Digital não exige altos investimentos para ser colocado em prática, e seu retorno em resultados pode ser mensurado facilmente. Ou seja, possui ótimo custo-benefício, uma vez que o que não está funcionando pode ser modificado de imediato (diferente de um anúncio em uma revista semanal, por exemplo), e o que já está trazendo resultados pode ser aprimorado, como um post nas mídias sociais que alcançou ótima audiência e poder ser impulsionado em tempo real.

Esses foram alguns dos benefícios no Marketing Digital para pequenas empresas. Se ficou com vontade de saber por onde começar, o primeiro passo é definir “por que” você quer implementar o Marketing Digital e “para quem” você quer falar. . Afinal, se você não sabe para onde ir, qualquer caminho serve.

Ler matéria completa
Indicados para você