[ editar artigo]

O que são os 5 C's do crédito?

O que são os 5 C's do crédito?

Para aprovar uma linha de crédito, bancos e instituições financeiras analisam diversas questões importantes sobre a pessoa que está solicitando. Esses itens são conhecidos como os 5 C’s: caráter, capacidade, capital, condições e colateral. São itens avaliados na hora de decidir se o pedido é reprovado ou liberado.

Essa análise acontece pois as empresas precisam ter a certeza de que irão receber os recursos que estão emprestando. Isso acontece também para determinar o valor máximo do crédito. Tudo isso para garantir que a empresa que está recebendo tem capacidade de honrar os compromissos assumidos.

Para que você possa entender melhor como esses C’s funcionam nós iremos abordar cada um deles e explicar o que é levado em consideração. É claro, não são itens absolutos, portanto podem ser levados em conta alguns fatores subjetivos dependendo da empresa que for escolhida para solicitar a o crédito.

Caráter

Trata-se da avaliação da índole do tomador de crédito. Neste ponto a reputação é muito importante para passar uma boa impressão para o analista.

Pessoas com bons antecedentes, que possuem um bom nome no mercado e são bem conceituadas tendem a ser vistas com mais atenção pelas instituições financeiras.

Por isso, sempre é importante cumprir os contratos e compromissos assinados. Empréstimos, financiamentos e contratos anteriores poderão ser solicitados para que se tome uma decisão. Se a sua empresa costuma cumprir exatamente o que é assinado, já é um bom passo.

Capacidade

Nesta hora o que pesa é se a empresa terá condições de pagar a dívida que está contraindo. Para fazer essa análise o banco ou cooperativa de crédito irá verificar o fluxo de caixa do seu negócio, o setor que ele atua, se existem outras alternativas para pagar o empréstimo, entre outros fatores. Lembrando que cada um dos C’s pode variar um pouco de acordo com cada instituição.

Uma alternativa para demonstrar capacidade é pedir um valor que seja compatível com a realidade financeira da sua empresa. Caso você solicite um valor acima do que seria indicado é preciso ter consciência que isso irá dificultar a liberação da linha de crédito.

Capital

Este tópico verifica a quantidade de dinheiro que uma empresa, donos e sócios possuem. Esse estudo do patrimônio líquido é feito para checar se além do lucro da empresa, existem outras rendas que possam cobrir o valor do empréstimo.

Caso a empresa não consiga cumprir com os pagamentos, a responsabilidade é transferida para os proprietários dela. Por isso que mesmo sendo um crédito para pessoa jurídica são levadas em conta algumas questões pessoais. Por meio do balanço patrimonial a financeira acaba tendo algumas garantias da liquidez financeira do contratante.

Condições

Para saber como a sua empresa estará no futuro os bancos analisam ela no presente. Para fazer isso são verificadas as condições atuais do seu negócio. Por exemplo, em momentos de crise muitas empresas apresentam estagnação ou mesmo retração. Isso acaba impactando na liberação de crédito pois as instituições financeiras não sentem a segurança necessária para a liberação.

Claro que mesmo em má fase as empresas podem apresentar um bom potencial de crescimento, mas esses casos não são os mais comuns no mercado.

O melhor momento para solicitar uma linha de crédito é quando a sua empresa está bem financeiramente, mas precisa de uma ajuda para crescer ainda mais. Essa fase é muito promissora e pode ser mais fácil conseguir o valor que deseja.

Colateral

Conforme falamos anteriormente, quando uma empresa não consegue pagar uma dívida a responsabilidade é dos proprietários. Para que isso possa acontecer é preciso que quem está contratando o crédito passe algumas garantias para o banco.

As garantias mais comuns são os próprios bens da empresa. Imóveis, equipamentos e itens de valor são colocados como contrapartidas durante o período de duração do empréstimo. Bens em nome dos proprietários também podem ser aceitos em alguns casos, dependendo da instituição bancária.

Uma outra opção é a figura do avalista. Ele é indicado como responsável pelo pagamento caso a empresa não possa cumprir com os vencimentos em dia.

No Paraná, a melhor opção de garantia são as Sociedades de Garantia de Crédito, que atuam fornecendo garantias para as empresas quando necessitam solicitar crédito. Para saber mais sobre as SGC é só clicar aqui

Todos esses cinco itens são subjetivos e adaptáveis de acordo com os critérios e requisitos de cada empresa. Mas agora você já está mais por dentro do assunto e pode ter uma noção do que será avaliado e solicitado no momento em que solicitar crédito para sua empresa.

Caso a sua empresa esteja passando por alguma dificuldade talvez seja o momento ideal de descobrir como sair das dívidas e reorganizar as atividades antes de tentar algo maior. Mesmo que a sua situação não seja essa sempre vale lembrar que é preciso responsabilidade na hora de adquirir crédito para não comprometer a saúde financeira do seu negócio.

Para saber mais sobre como gerir a sua empresa e conhecer um conteúdo incrível preparado exclusivamente para você basta navegar aqui pelo Clube Sebrae. Ele é de graça e possui artigos que foram feitos para a sua realidade. Não deixe de conferir!

Clube Sebrae
Flávio Locatelli
Flávio Locatelli Seguir

Consultor Financeiro - Sebrae/PR

Ler matéria completa
Indicados para você