[ editar artigo]

Personas – tudo o que você precisa saber sobre elas

Personas – tudo o que você precisa saber sobre elas

Ao moldar estratégias para a venda de um produto ou serviço, é fundamental definir o público a ser atingido. Entender o comprador, assimilar seus objetivos, expectativas e características fará a diferença na hora de direcionar as mercadorias, além de orientar de forma mais específica as próximas táticas de venda.

A produção de conteúdo online, em blogs e redes sociais, é uma das formas mais efetivas de chegar às pessoas. E é nesse meio que o direcionamento das propagandas de acordo com o público toma uma importância maior ainda.

Para auxiliar nessa tarefa, cria-se uma persona, ou seja, uma especificação com as características do cliente que, geralmente, busca pelos produtos ou serviços de determinada empresa. Confira nesse artigo o que é uma persona, como escolher de forma correta e qual a importância desse conceito para suas vendas!

Definição e pesquisa

Personas são personagens fictícios, criados na estratégia de marketing, que abrangem as principais características dos consumidores de um determinado produto ou serviço. No entanto, suas particularidades não são aleatórias e devem ser criadas a partir de pesquisas a respeito do comportamento e demais especificidades de seus clientes.

A definição de uma persona passa pelo público-alvo, sendo possível identificar as características mais comuns entre os possíveis compradores. Assim, é mais fácil utilizar a sua base de clientes para criar a persona que irá representar da melhor forma o perfil dos consumidores.

Diferença entre público-alvo e persona

Apesar de, em alguma medida, expressarem ideias semelhantes, público-alvo e persona não significam a mesma coisa. O público-alvo expressa uma boa parcela da população que se pretende atingir. Dessa forma, a definição de um público-alvo engloba características mais gerais e abrangentes.

A persona, por sua vez, é a representação, fictícia, de um cliente ideal e todas as suas características de forma individual e personalizada. Portanto, enquanto o público-alvo pode se tratar de homens e mulheres, por exemplo, a persona irá representar um único indivíduo, com características de um consumidor ideal.

Como escolher sua persona?

É importante que as características sejam escolhidas a partir de pesquisas e dados coletados acerca de seu público de compradores. Alguns aspectos devem ser levados em conta para escolher e criar uma persona e eles podem ser resumidos em:

  • Nome: O nome será fundamental para diferenciar os diversos perfis que existem dentro de seu público-alvo;
  • Idade: A faixa etária pode ser um fator decisivo para a preferência de alguém por determinados produtos e serviços. Por este motivo, a idade é um fator de extrema importância que deve ser considerado para a produção de estratégias e conteúdo;
  • Sexo: Há produtos e serviços que são feitos de diferentes formas de acordo com o gênero que pretendem atingir. Portanto, não se esqueça de especificar o sexo de sua persona para que seja mais simples criar as soluções necessárias para esse consumidor;
  • Ocupação: O cargo que o cliente ocupa constitui uma característica que tem influência direta em suas preferências de consumo. Também está relacionado com seu poder aquisitivo, revelando assim o quanto pode estar disposto a pagar por determinadas mercadorias;
  • Família: Especificar se o cliente é casado, solteiro ou tem filhos, por exemplo, pode ser muito revelador. Diferentes estruturas familiares podem criar distintas necessidades para os consumidores e influenciar em seu comportamento;
  • Nível de instrução: O nível de instrução da persona também será um grande indicativo de seu comportamento como consumidor. Quanto mais se conhece o comportamento do cliente, mais simples se tornam as chances de atingi-lo com ofertas personalizadas;
  • Desconfortos: Considerar os desconfortos que acometem a vida da persona, seus medos e angústias pode ser um caminho para compreender suas necessidades e como atendê-las. Essas questões também têm grande impacto no processo de tomada de decisão desses clientes na hora de realizar novas aquisições;
  • Sonhos: Os desejos e sonhos da persona também são tão reveladores quanto os desconfortos. Ao tomar conhecimento das expectativas do cliente, fica mais fácil buscar soluções práticas que o atinjam de forma específica e certeira;
  • Mídias sociais: Defina quais as mídias sociais mais utilizadas pela sua persona, para que assim haja foco no conteúdo digital criado, buscando atingir um número maior de pessoas;
  • Futuro: A visão que a persona tem de si mesma no futuro é um grande indicativo para a empresa do que pode ser oferecido para que ela atinja seus objetivos. A partir do momento que forem oferecidas soluções que tenham relação com suas expectativas, as chances de sucesso são muito maiores;
  • Experiências: Pense quais experiências ruins já foram vividas pela persona para evitar transtornos que possam surgir. Além disso, ter conhecimento dessas experiências é um grande auxílio para pensar em estratégias e ofertas que promovam o esquecimento e superação desses momentos;
  • Influências: É possível que existam outras pessoas que têm influência no comportamento de consumidor da sua persona. Por este motivo, é interessante pensar quem são essas pessoas e quais as melhores formas de lidar com a situação apresentada. Se a persona for um adolescente, por exemplo, é possível que suas escolhas de consumo sejam direcionadas pelos pais ou responsáveis;
  • Sua empresa: Não se esqueça de pensar nos motivos de a persona fechar ou não negócios com sua empresa. Atitudes podem ser tomadas pelos mais diversos motivos e, ao avaliá-los, fica mais prático melhorar sua estratégia de venda e evitar o que pode estar causando objeções por parte dos clientes.

Qual a importância de criar uma persona?

A criação da persona é uma etapa extremamente importante das estratégias de marketing digital. Com ela, é possível direcionar o conteúdo para indivíduos que irão, de fato, se interessar e comprar seus produtos. Além disso, também, é possível enviar a mensagem para as pessoas certas, no momento ideal, aumentando - consideravelmente - o alcance de seus serviços e produtos para compradores que estão mais dispostos a consumi-los.

Assim, é possível ajustar a linguagem de seu conteúdo, definir os tópicos sobre os quais deve-se escrever, manter o foco em um conteúdo relevante e compreender cada vez mais seus clientes. Sem a persona, o conteúdo criado, além dos próprios produtos, poderiam acabar não atingindo as pessoas certas.

Já está pensando em empregar a estratégia em seu negócio? Esperamos que esse artigo tenha auxiliado a compreender mais sobre a persona e sua importância. Deixe um comentário ou escreva um post com sua experiência!

Clube Sebrae
Isabela Palazzo Seguir

Graduanda em Ciências Sociais pela UNESP e escritora. Certificada pela Rock Content como Especialista em Produção de Conteúdo e redatora na plataforma Sorting. Experiência em blog posts, e-books e mídias sociais abordando diversos temas.

Ler matéria completa
Indicados para você