[ editar artigo]

Posso ajudar? Como conquistar seu cliente sem ser inconveniente

Posso ajudar? Como conquistar seu cliente sem ser inconveniente

Com a constante preocupação em conquistar clientes, atingir metas e melhorar os resultados dos lucros, alguns vendedores deixam de lado o bom senso e começam a forçar situações ultrapassando limites e criando um clima desconfortável para todos.

No processo de venda e na construção das relações com os consumidores é preciso ter muito cuidado e flexibilidade. Caso contrário, o vendedor pode incorrer no erro de passar para o indivíduo uma imagem distorcida, sendo categorizado como inconveniente. Essa imagem não afeta somente a ele, reflete negativamente sobre a equipe de vendas e, também, sobre a empresa.

Para não correr riscos desse tipo é preciso saber como não ser um vendedor chato e conquistar clientes cada vez mais. Afinal, algumas simples atitudes, mesmo que feitas com boa intenção, podem passar uma ideia errada ao comprador. Portanto, fique atento aos próximos parágrafos e confira algumas dicas práticas e funcionais para mudar sua estratégia de vendas e seu comportamento como profissional. Acompanhe e boa leitura!

Relação com o cliente

Na relação direta com o comprador temos a oportunidade de ajudá-lo a encontrar a solução para algum problema ou realizar um desejo. Como vendedor, você deve se empenhar em descobrir o maior número de detalhes possíveis sobre ele e o que realmente precisa.

Quando nos dedicamos a criar esse tipo de relação,fica mais fácil de entender o que está ocorrendo na cabeça do consumidor. Com isso, temos mais chances de atendê-lo como ele realmente espera.

Além disso, com o tempo e a prática, o vendedor consegue estabelecer conexões. Na realidade, isso decorre da preocupação do vendedor em melhorar a vida do cliente a partir do produto/serviço que ele adquiriu. Ou seja, toda a relação de venda tem como foco ajudar a resolver um problema ou realizar um desejo. Nunca será sobre dinheiro.

Saber ouvir

Uma das principais características dos vendedores (ás vezes, a mais requisitada) é saber falar, se apresentar bem e ser persuasivo. Claro que são pontos importantes no setor de vendas. Porém, saber ouvir é essencial para vender sem ser chato e conquistar clientes.

Essa é uma questão que está intimamente relacionada com o nível de qualidade da comunicação do vendedor. Se apenas ele fala, existe algo errado e há grandes chances de que o negócio não seja fechado.

Também precisamos considerar que, quando o vendedor está atento ao que o comprador precisa, consegue selecionar e oferecer os produtos mais recomendados para o consumidor. Quando o vendedor atua dessa forma, ele contribui para o aumento do nível de confiança do indivíduo, algo essencial para que a venda seja concretizada.

A regra é simples: não precisa ser chato interrompendo a pessoa a todo o momento. Lembre-se de que, quanto mais ele falar, mais êxitos pode ter o vendedor. Por fim, aprenda a fazer as perguntas certas para o cliente, aquelas que agreguem algo no processo de venda, que te permita conhecer mais sobre ele. Na dúvida sobre como fazer, comece apenas ouvindo.

Dominar o assunto

Pode parecer algo óbvio, mas é muito comum encontrarmos vendedores que não dominam completamente as particularidades dos produtos e serviços que comercializam. A primeira sensação que o consumidor tem é de que o profissional está inventando informações sobre o que está vendendo. Desnecessário dizer que isso contribui significativamente para que a pessoa desista da compra e decida procurar a concorrência.

Todo vendedor é também um cliente e deve usar isso em favor de sua função. Em palavras práticas: ele precisa estar a par não apenas do produto/serviço, mas também das particularidades do mercado onde atua.

Não bajular

Tem muito vendedor por ai que acha que quanto mais bajular o freguês, mais conseguirá vender. Essa fórmula para fechar negócio é uma péssima ideia. Quando o cliente percebe que o profissional está “puxando saco” ele não costuma gostar muito e chega a achar aquilo tudo desnecessário.

É importante ter em mente que o indivíduo quer ouvir muito mais do que uma frase que agradável. Na realidade, ele quer que o vendedor o ajude na sua tomada de decisão e a encontrar uma solução para seu problema.

O consumidor quer saber a opinião do profissional em relação ao item (por isso a importância de se conhecer muito bem o produto/serviço). Isto é, ele quer que o vendedor mostre como e porque aquele artigo vai resolver seu problema de forma satisfatória. Aliás, nesse contexto de apresentar benefícios é preciso ter profissionalismo na abordagem. Muito cuidado com isso!

Realize treinamentos

Nada melhor do que investir em treinamentos e capacitação para aprender novas técnicas e estratégias de venda. Isso é algo que o vendedor pode fazer por conta própria.

Mas pode acontecer de ele não ter condições de pagar um curso. Porém, isso não é desculpa, pois atualmente há diversas entidades, instituições de ensino online e organizações que oferecem cursos de capacitação profissional gratuitos.

Em um primeiro momento o profissional pode achar que não vale a pena. Mas há muitas coisas no processo de persuasão e vendas que podem fazer com sua atuação seja excelente. Além disso, é preciso lembrar que, em um mercado com grande concorrência permanecer desatualizado é o caminho certo para o fracasso.

Por isso, como vendedor, o profissional deve buscar sempre por estar à frente de seus concorrentes de área. Também não deve medir esforços para aumentar a cada dia o nível da qualidade de seus serviços.

Até aqui você ficou sabendo como algumas práticas podem ajudá-lo a não ser um vendedor chato e, com isso, conquistar cada vez mais clientes. Entretanto, ainda há um ponto que precisa ser abordado: a hora de deixar a venda.

Por mais eficiente e profissional que seja o vendedor sempre teremos vendas que não serão fechadas. A melhor coisa a fazer é ter consciência do momento certo de desistir.

Ao insistir demais, o consumidor pode acabar tendo a sensação de que está sendo pressionado. Se isso acontecer ele não somente desistirá da venda, como também evitará a empresa.

Claro que não são apenas esses pontos que devem ser observados para que você melhore sua atuação como vendedor. Entretanto, com eles você já tem um norte sobre o que deve ser feito para mudar seu comportamento como profissional e ser o menos chato possível.

Seguindo essas dicas, com certeza, você e seus colegas evitarão muitas coisas irritantes e inconvenientes.

Agora que você já sabe como não ser um vendedor chato e aumentar suas chances de conquistar clientes, que tal escrever um post sobre esse ou outros temas em nosso blog? Aproveite e compartilhe conosco suas ideias e percepções de mercado!

Clube Sebrae
Denisson Soares
Denisson Soares Seguir

Analista de Produção de Conteúdo. Atua no mercado de Marketing de Conteúdo e Inbound Marketing. Acompanha de perto tudo que acontece no mundo da tecnologia. Entusiasta de ideias inovadoras que ampliam os horizontes e as possibilidades das empresas.

Ler matéria completa
Indicados para você