[ editar artigo]

Se á q e nao e tá falt ndo a guma co sa na sua emp esa?

Se á q e nao e tá falt ndo a guma co sa na sua emp esa?

Se você achou estranho o título deste post, ótimo, consegui chamar sua atenção. Agora vamos ao assunto. Redes sociais. Você certamente já ouviu e segue ouvindo o tempo todo sobre o quanto elas podem fazer a diferença no seu negócio, seja pelo benefício da rápida comunicação ou pela possibilidade de vender seu produto sem precisar bater, fisicamente, de porta em porta. Já se perguntou se não é isso que está faltando para encorpar ainda mais os seus projetos? Empreendedores que estão na frente já perceberam isso e tomaram uma atitude. Não somente fazendo uso delas, mas atuando, principalmente, do jeito adequado.

Mas isso não é perseguição, não, posso te garantir. É apenas um sinal dos tempos, uma chance constante para lhe convencer – caso você ainda duvide das vantagens – o quanto é importante sua empresa ter uma presença digital para estar mais perto do novo consumidor.

Atuo nessa área há mais de 7 anos e endosso o coro de que você precisa dar uma atenção a esse tema. E eu estou aqui para lhe provocar mais uma vez, por um bom motivo, claro =].

No fim de setembro, o Sebrae SP reuniu gigantes desse cenário, como Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn e Pinterest para mostrar como elas podem fazer seu negócio ganhar destaque no mercado. Acompanhei o evento e vim compartilhar com você valiosas dicas.

Confira e, principalmente, não deixe de pôr em prática para fortalecer ou iniciar o seu trabalho nas redes sociais:

TWITTER

Uma rede que vai além dos famigerados 140 caracteres, é um canal de informação real time. Na maioria das vezes, tudo o que ouvimos e descobrimos sobre notícias foi publicado primeiramente no Twitter, antes de pulverizar na internet. Acontece no mundo, pode apostar: está nesta rede também. Por ela, conseguimos saber, com base nos posts de usuários, o que ele gostaria de fazer, beber ou comer naquela hora. Isso, sem dúvida, é um grande diferencial para marcas transformarem em oportunidade essa informação “privilegiada” que as próprias pessoas dão de graça.

Por exemplo: o usuário comenta que está com fome. Você, um restaurante, lanchonete ou pizzaria, pode interagir com ele e rapidamente convidá-lo para ir saborear um prato delicioso no seu restaurante. Interessante, não? O Periscope, ferramenta de transmissão ao vivo exclusiva desta rede social, também é uma ferramenta que pode lhe ajudar muito (ah, e é gratuita! #ficaadica). Imagine que legal poder mostrar para os seus seguidores como você faz seu produto? Ele não pediu por isso, mas garanto que ele adoraria saber! Esse é o diferencial do Twitter: o poder do agora! Crie sua conta e descubra o que o seu cliente quer e em qual hora ele quer.

Tá afim de conferir a palestra na íntegra? Tá aqui embaixo:

PINTEREST

Um catálogo de ideias, uma fonte de inspiração. Talvez essa seja a melhor definição para o Pinterest. Ele não teve a mesma repercussão do Facebook no Brasil, justamente por ser uma rede relativamente nova, mas nem por isso deixa de ser relevante para o seu negócio. Ele sugere a conexão de usuários de acordo com o interesse deles. E é aí que a oportunidade surge para você: o Pinterest é considerado uma das melhores fontes para procurar e encontrar produtos. Ou seja, que tal criar um perfil para a sua empresa e expor seus produtos e serviços de um modo mais atrativo? Pela interação do público, você conseguirá mapear os interesses, moldar o conteúdo e, principalmente, saber qual dos seus itens está chamando mais a atenção das pessoas!

LINKEDIN

Como vender com o LinkedIn? Ué, mas ele não é só uma rede para anunciar vagas de emprego e recrutadores encontrarem talentos? Não, não é só isso. E, sim, dá para gerar negócios por meio dele. Crie a página da sua empresa e demonstre o que você faz, o que serve e para quem seus produtos/serviços são direcionados. Um perfil atualizado e com informações claras do seu negócio dizem muito sobre o cuidado e atenção que a sua empresa dá à presença digital para, quando o usuário procurar você, ele facilmente encontrar o que busca. Insira seu site, telefone e outros dados de contato, assim o cliente chegará até você sem precisar dar voltas. Tem o Pulse também, um blog exclusivo do LinkedIn onde você poderá contar sobre seus produtos e serviços em posts frequentes. É um canal que lhe dará autoridade e visibilidade para o seu negócio. Aproveite e não fique de fora dele!

Se quiser conferir o vídeo, está fácil, é só dar o play:

FACEBOOK

Nem só de likes e shares o Facebook é feito. Aliás, até é, mas eles podem dizer muito mais para o seu negócio. Mas vale um aviso importante: perfil e página são coisas diferentes. Para sua empresa, a fanpage é o melhor formato, por vários motivos: você conseguirá anunciar, não terá limite de seguidores, poderá visualizar informações de acesso e do perfil de quem curte sua página, além de outros recursos específicos. Explore imagens e publicações frequentes para manter a visibilidade da sua página e o interesse do seu público. Fotos chamativas e que mexam com os usuários (por exemplo: uma pizzaria posta aquela foto com o queijo derretendo, delicioso. Irresistível, não?!). Abuse do poder das imagens. Texto: prefira posts curtos, sem mensagens longas e que convide a pessoa para visitar o site, ligar, fazer uma reserva etc. Horário nobre? Todo dia e hora vale a pena publicar no Facebook. A única coisa que você deve considerar é o hábito do seu cliente, oriente-se pelo comportamento dele e atue como ele deseja, assim você estará mais perto do sucesso nas suas ações. Ah e um detalhe importante: não se prenda ao volume de curtidas da sua página. Claro, o volume chama a atenção e serve muitas vezes como “régua” para determinar a atratividade, mas priorize a qualidade do seu conteúdo para o público fiel. Fidelizar exige mais do que conquistar um novo cliente. Anúncios: infelizmente, nosso amigo Mark Zuckerberg criou uma dinâmica na plataforma que “exige” (coloquei entre aspas porque ele não exatamente lhe obriga, mas, depois de entender a dinâmica de exposição, você vai entender por que eu disse isso) investimento em dinheiro daqueles que desejam aparecer mais e melhor para os usuários. Não são valores absurdos, mas é uma dica que é importante você saber: as publicações orgânicas (sem mídia paga) não serão suficientes e, cedo ou tarde, você precisará trabalhar com campanhas pagas. Calma, não quero assustar ninguém. Mas, reforço, principalmente para quem é novato nesta rede: o conteúdo deve ser a principal preocupação. Por isso, dê atenção ao que você posta. Sempre! Pense em investir dinheiro quando já tiver sua estratégia de postagem e divulgação bem sólidas. Com o tempo você vai pegar o jeito.

INSTAGRAM

Será que o Instagram só serve para pessoas exibirem momentos felizes de suas vidas? Para o seu negócio, posso garantir que não. Nessa rede, onde fotos são o conteúdo principal, é preciso alinhar-se ao tema para não parecer um peixe fora d’água. 3 dicas importantes: 1) Pense sobre o que vai postar e para quem deseja publicar; 2) Inspire se para criar o seu post e reflita sobre como o seu cliente vai se sentir ao ver sua publicação; 3) Planeje e não faça por fazer. É importante, ao entender o comportamento do seu público, fazer com critério. Seja, coerente, simples e siga sempre com base no que o seu cliente se mostra mais interessado.

A apresentação está disponível no vídeo abaixo:

Espero que tenha gostado. Nos veremos mais vezes aqui no Clube do Empreendedor. Se quiser tirar mais dúvidas, me adicione no LinkedIn e vamos trocar ideias =) Meu perfil é esse aqui.

Até a próxima!

Clube Sebrae
Luciano Renan
Luciano Renan Seguir

Consultor - Sebrae/PR

Ler matéria completa
Indicados para você