Seu negócio está preparado para a confecção 4.0?
[editar artigo]

Seu negócio está preparado para a confecção 4.0?

O segmento de confecção de roupas é um dos que mais se transformaram ao longo da história da industrialização. Assim como outros tantos, este é um setor que começou com processos artesanais, que variavam de máquinas de costura a pequenos alfaiates, até evoluir para as grandes produções têxteis.

Um mercado que, de acordo com a Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção, faturou quase US$40 bilhões em 2015, tornando o Brasil a quinta maior potência do segmento no mundo. Esta evolução industrial, no entanto, não significa a redução do espaço dos alfaiates e pequenas confecções, mas sim a necessidade constante de atualização e busca por inovação.

O cenário apresenta um mercado oportuno e competitivo, que demanda um esforço dos empreendedores por diferenciação. Para isso, não há caminho melhor que inovar investindo em novos processos e tecnologia. No entanto não basta apenas querer apostar neste caminho de inovação. É preciso, antes, preparar o terreno para deixar o negócio pronto para a confecção do futuro.

Você sabe por onde começar?

Inovação e tecnologia permitem a criação de novos fluxos e processos que podem aprimorar a operação do negócio de confecção e melhorar a qualidade do que é produzido. No entanto, sempre que este tema é citado, muitas empresa questionam qual o ponto de partida ideal para trazer a tecnologia para o dia a dia do negócio.

Conheça seu mercado

Conhecer profundamente o segmento de atuação é uma necessidade quase óbvia para quem busca ter sucesso com uma empresa. Neste caso, não é diferente. Para inovar é preciso estar atento a tudo o que acontece ao redor do negócio, desde os concorrentes, até seus fornecedores e principalmente os clientes. Afinal de contas, qualquer inovação tecnológica que você implementar será visando entregar um melhor produto ou serviço para eles.

Avalie sua presença digital multiplataforma

Em um mundo conectado como o que vivemos, não faz mais sentido uma empresa existir sem uma presença digital consistente. Isso porque não há mais experiência de compra que não comece com uma busca no Google ou uma pesquisa por opiniões de amigos no Facebook. Neste contexto a avaliação deve seguir em busca do próximo passo, a integração do online com o offline. O consumidor já entende esta flexibilidade e se adapta facilmente a ela. A pergunta então é como que esta experiência multiplataforma — a tal omnichannel — vai fazer sentido para o seu negócio?

Integre seus processos à tecnologia

Não é só para o marketing digital e o relacionamento com o consumidor que a tecnologia digital faz sentido. A computação em nuvem permite, há alguns anos, que muitos serviços essenciais para seu negócio fiquem hospedados no ambiente online. Processos complexos, gestão financeira e faturamento, entre outros, são elementos do negócio que podem ficar armazenados com segurança, em plataformas online que permitem controle e integração em tempo real.

Analise o resultado deste esforço

Por fim, jamais invista em nenhuma atualização do seu negócio se você não for capaz de mensurar qual o impacto desta integração. Afinal de contas, uma das maiores vantagens da inserção da tecnologia digital no cotidiano da empresa é justamente a possibilidade de coletar e análise dos dados. Dessa maneira fica muito mais simples entender onde a empresa mais ganha e onde ela precisa melhorar para ter resultados mais expressivos.

Engana-se quem pensa que inovação e tecnologia são elementos que fazem parte do dia a dia apenas das gigantescas indústrias multinacionais. Na verdade elas estão acessíveis a todos, e podem ser a melhor estratégia para sua empresa se diferenciar dos concorrentes e atingir resultados de negócio mais expressivos.

Marcus Pereira
Marcus Pereira Seguir

Mkt Digital e Conteúdo @ Beracode

Continue lendo
Indicados para você