[ editar artigo]

Para driblar a crise: terceirização de frota traz economia para pequenas e médias empresas

Para driblar a crise: terceirização de frota traz economia para pequenas e médias empresas

Assim como tudo na vida, a presente recessão econômica do Brasil pode ser percebida tanto através do copo meio vazio, evidenciando as dificuldades que ela promove, quanto através copo meio cheio, destacando as soluções e manobras inteligentes que se afloram a partir da necessidade de sobrevivência das empresas quando a maré não está boa.

A companhia que adapta-se ao cenário passa a buscar de forma ainda mais persistente a redução de custos e aumento da eficiência operacional e de gestão. Nesse balaio de transformações, estão desde a automatização de tarefas e medidas para evitar o desperdício nos processos até a revisão de fornecedores e ativos, como é o caso das empresas que estão buscando a terceirização de frota de veículos corporativos.

Com o caixa reduzido, as empresas começam a repensar a imobilização do capital e o investimento em bens como uma frota própria. Apesar de parecer, à primeira vista, um bem de investimento valioso, trata-se de um patrimônio capcioso, que perde seu valor a cada dia. Além da depreciação dos veículos, por vezes escapa à ponta do lápis o real custo de manter em gestão interna os veículos leves da empresa.

Controlar frota não é moleza

Do pagamento do IPVA ao controle de revisões obrigatórias e desembaraços em eventos imprevistos, como furtos e sinistros, é empregado um custo de energia e capital bastante considerável. O custo total para gerir uma frota é tão impactante que há décadas grandes empresas optam por terceirizar toda a gestão de seus veículos leves, como carros de passeio e de carga.

E por que essa tem sido uma solução que, embora seja adotada por multinacionais e grandes empresas, muitas vezes sequer é considerada pelos pequenos e microempresários?

Em partes, trata-se de uma questão puramente cultural. Nos Estados Unidos, a terceirização de frotas representa uma generosa fatia do total de carros alugados, sendo essa uma opção também para as empresas menores. Quando se fala em frota pequena, não pense em 60 ou 40 carros, mas em dez, cinco, um carro. Por que não? Conheça 3 razões que levam as empresas a optar pela terceirização de frota corporativa:

3 razões para terceirizar a frota da sua empresa

1.Mais dinheiro em caixa

A compra de um carro exige planejamento e um caixa gordo, ainda que não seja feita à vista. Imobilizar o capital em um bem que tem uma depreciação rápida representa um movimento arriscado para uma empresa pequena ou média, cujo fôlego financeiro nem sempre é grande.

Com condições de negociação diferenciadas – algumas delas diretamente com a montadora –, as empresas de terceirização de frota conseguem adquirir veículos com larga vantagem financeira, oferecendo preços mais competitivos frente à compra no varejo.

O mesmo se aplica à aquisição de serviços como apólices de seguro e até mesmo aparelhos de rastreamento e monitoramento. Com isso, o preço de um contrato de aluguel de terceirização de frota consegue chegar reduzido à ponta, traduzindo uma economia financeira significativa para a empresa, quando comparada à compra dos carros no varejo e gestão da frota.

A economia financeira também é grande quando a empresa de terceirização de frota conta também com parcerias na cadeia de serviços automotivos, como oficinas e fornecedoras de peças. Reparos corretivos têm seu custo reduzido e os serviços de revisão preventivas geralmente vêm até mesmo inclusos no pacote de locação. E, sabemos todos, um carro com manutenção preventiva em dia significa muito menos dor de cabeça e custos em reparos corretivos.

2.Previsão orçamentária afiada

E falando em itens inclusos no pacote, um dos grandes benefícios financeiros da escolha pela terceirização de frota é o custo fixo.

Na contratação, tudo depende da escolha da empresa e das opções ofertadas pela fornecedora, mas geralmente os contratos já vêm com um pacote de completo de serviços. Isto é, o carro é entregue com apólice de seguro, plano de revisão preventiva, serviço de assistência 24h, gestão das documentações e das infrações de trânsito, além de opções de carro reserva em caso de sinistros ou panes mecânicas.

Planejamentos financeiros saudáveis são controlados na vírgula e, quando não há muita folga de caixa, imprevistos podem se transformar em uma bola de neve. Sabemos que estar na rua é estar sujeito às mais diversas situações – de furtos a acidentes graves. Por isso, contratar a locação de frota com serviços a um custo fixo é bastante vantajoso, tanto pela economia financeira quanto pela economia de energia.

3.Energia canalizada no core business

Controlar as datas de revisão e documentação, buscar orçamentos em caso de imprevistos, lidar com seguradora e multas de trânsito não é simples nem com o veículo de uso pessoal, que dirá com os carros de uma frota! Não à toa, a gestão interna de frotas pode ser considerada um verdadeiro dreno de energias dentro de uma empresa.

Contratar uma pessoa específica para fazer a coordenação dos carros corporativos é uma saída, mas que acarreta mais gastos e responsabilidades para o RH.

A principal reflexão que deveria ser feita pelo empresário ou gestor ao considerar a terceirização de qualquer serviço dentro da companhia é o quanto esse serviço é essencial para o desenvolvimento do principal propósito, o core business, da empresa. Em uma empresa de confeitaria, por exemplo, o transporte é importante para o delivery de produtos e para a visita a clientes, mas não agrega real valor à produção dos alimentos ou inovação nesses produtos, o real negócio da empresa.

O mesmo se aplica a pequenas indústrias e comércio em geral. O tempo e energia despendidos na gestão de uma frota poderiam ser aplicados a atividades que façam a diferença no core business, auxiliando a empresa a melhorar seu produto, investir na equipe e otimizar seus processos.

Terceirização de frota

Terceirizar o controle de uma parte tão específica da operação a um fornecedor experiente torna o capital da companhia mais líquido, permite previsões orçamentárias mais certeiras e propicia que o pequeno ou médio empresário foque naquilo que realmente importa: seu negócio. Você já considerou essa possibilidade para a sua empresa?

TAGS
Ler matéria completa
Indicados para você