[ editar artigo]

Três cuidados que fazem toda diferença ao abrir uma loja virtual

Três cuidados que fazem toda diferença ao abrir uma loja virtual

O comércio eletrônico brasileiro teve alta de 12% no primeiro semestre deste ano, em comparação ao mesmo período de 2017.

Isso equivale a um faturamento de R$ 23,6 bilhões!

É evidente que o setor tem potencial, mas para embarcar nessa onda de crescimento é preciso ter certos cuidados ao abrir uma loja virtual.

Segundo pesquisa realizada pelo Sebrae em parceria com a E-commerce Brasil, os pequenos negócios representam 90% dos empreendimentos de e-commerce.

Uma das grandes vantagens da venda online é o custo operacional.

Como não requer um investimento inicial elevado com funcionários, limpeza e impostos, entre outras despesas, uma loja virtual possibilita preços e descontos mais atrativos do que das lojas físicas.

Por outro lado, tenha em mente que neste segmento o melhor investimento é estudar, analisar e detalhar com antecedência todo o projeto.

 

Três dicas para começar um e-commerce do jeito certo

1 - Escolha uma plataforma eficiente

Neste momento essa escolha pode definir os rumos do seu e-commerce. Claro que sucesso ou fracasso não depende só dessa escolha, mas a criação e hospedagem de sua loja virtual tˆm um peso gigante no desempenho do seu negócio.

Ao contratar uma plataforma pronta, ao invés de desenvolver uma plataforma própria, prefira uma que ofereça manutenção constante e um gerenciamento de backend mais fácil.

Procure referências, pesquise e opte por empresas com ampla experiência quando o assunto é e-commerce. Nem que precise gastar mais com isso!

Atenção também na criação do layout. Não complique: simples e intuitivo, que seja prático de navegar. E nem pense em deixar a responsividade de lado.

Ter um site, blog ou e-commerce responsivo é premissa básica nos dias de hoje.  

Atualmente a maior parte do acesso à internet parte de dispositivos móveis (smartphones e tablets). Então se você não tem uma loja pensada e desenvolvida para rodar bem nesses dispositivos, está perdendo vendas, não tenha dúvida disso! 

2 - Não poupe em segurança

Adicione nessa lista: sistema antifraude, logística e atendimento.

São recursos necessários para a segurança das informações lançadas em rede. É fundamental evitar roubos e fraudes com dados de clientes, principalmente endereço e números bancários. 

3 - Não venda o que não tem

Parece bobeira, mas muito vendedor online só percebe depois da venda que não tem o produto em estoque. Atrasos, demora ou estorno de vendas por falta do produto não são nada legais para sua loja virtual.

O empreendedor deve sempre ter os produtos à venda em estoque e prontos para a entrega o mais rápido possível. 

Lojas virtuais para quem busca inspiração!

Presença nos maiores marketplaces

A maior marca brasileira no varejo de brinquedos investe pesado no e-commerce e em sua presença nos maiores marketplaces do Brasil. A Ri Happy continua com a estratégia mobile first para crescer focando no cliente.

A rede varejista está desenvolvendo iniciativas de omnichannel para integrar qualquer ponto de contato do cliente com a marca. O objetivo é oferecer uma melhor experiência de compra no site ou em qualquer dispositivo.

Moda fitness com praticidade

Se joga que essa é a marca de fashion fitness queridinha da musa do verão! Isso mesmo é só espiar as fotos da Aline Riscado para conferir os looks da Zero Açucar.

O legal desse e-commerce é que o processo de compra é prático e a loja também é super clean. As opções, categorias e menu estão bem definidos e o usuário encontra tudo com bastante facilidade.

A loja virtual de roupas de academia trabalha com linha fitness, plus size, moda praia, masculino, acessórios, calçados e suplementos. 

Uma lojinha em P&B

Esse exemplo é para destacar como o mercado pode oferecer oportunidades interessantes, basta ter um olhar estratégico para identificar possibilidades que ninguém aproveitou.

A loja da Carol Farina vende tudo o que você pode encontrar em outras lojas, mas de um jeito diferente. Ela aproveitou um nicho de mercado: consumidoras que curtem peças básicas, com um detalhe diferente e tudo em cores da paleta PB (preto, branco e cinza).  

E você, conhece alguma loja virtual que merece um like? Comenta aí e aumenta essa lista 😉👇🏽

 

Clube Sebrae
Ana Karla Martins
Ana Karla Martins Seguir

Jornalista, atualmente produtora de conteúdo. Escrevo e dou pitaco sobre tudo, mas tenho carinho por assuntos que ajudam empreendedores, como eu, a serem melhores. Toco com meus dois sócios a Rulez e o Banzai Coworking, no Paraná.

Ler matéria completa
Indicados para você