[ editar artigo]

Você já pensou em trabalhar num coworking especializado?

Você já pensou em trabalhar num coworking especializado?

A tendência do coworking, que vem abolindo os investimentos em escritórios particulares de autônomos e microempreendedores, agora atende os profissionais especializados com necessidades e serviços exclusivos e personalizados. A grande sacada é que os investimentos em infraestrutura para abrir o seu negócio, que antes era um grande empecilho para muitos profissionais, está se tornando cada vez mais acessível, ampliando as possibilidades de emprego e geração de renda.

Em São Paulo, BH e Porto Alegre já existem muitas opções de escritórios compartilhados especializados em diversos setores, entre eles: ambientes para advogados, arquitetos, professores, gastronomia e fotografia. Em Curitiba, por exemplo, dois empreendedores do setor da fotografia estão criando um coworking especializado para os profissionais da área. Além de oferecer um nicho especializado, eles vem ajudando colegas de profissão a alavancar jobs, já que grande parte desses profissionais atua sozinho. 


Com a sensibilidade da própria atuação no mercado, os empreendedores fotógrafos, que buscaram nas suas próprias profissões maneiras de ganhar dinheiro e ajudar o próximo, detectaram que os profissionais perdiam muito tempo tratando imagens e ainda tinham muitos gastos com os estúdios. Foi assim que surgiu o “We Are”, um coworking especializado em fotografia que lança, em paralelo, um sistema de tratamento de imagens.

No local há toda a estrutura para atender profissionais da área. Além de uma infraestrutura completa de trabalho com estúdios fotográficos, salas de reunião e escritórios e o mais bacana: estúdios de fotografia para fazer os trabalhos internos, tais como newborn, fotografias de animais de estimação, imagens profissionais, books de produtos, entre diversas outras possibilidades. O espaço possui ainda uma iluminação destinada ao serviço, o que tem ajudado muitos colegas que não têm um local destinado ao seu trabalho, além disso o coworking possui um sistema próprio para tratamento fino de imagens, chamado Retock, que facilita e agiliza a pós-produção fotográfica. O sistema é completamente digital que poupa o fotógrafo do trabalho de tratar imagens, que é realizado por uma equipe de profissionais especializados – o que também poupa tempo e, por consequência, gera economia.


Para ter acesso, é preciso realizar um cadastro para se tornar um associado, que terá uma conta virtual com um login de acesso (podendo se conectar em um computador através do software de navegação). O usuário pagará uma mensalidade pelo uso de uma nuvem virtual com capacidade de 200 Gb para armazenar as fotografias que serão trabalhadas. Após subir as fotos na nuvem, o fotógrafo solicita o serviço de tratamento fino de imagens, requisitando todos os ajustes que achar necessários, tais como fazer padronização de cor, realizar clareamento de dentes e de pele, remover detalhes indesejados (tais como rugas, olheiras, cicatrizes, manchas, espinhas, papadas, etc), entre outras possibilidades. As fotos serão tratadas e entregues dentro de um prazo previamente estipulado, em que o usuário poderá visualizar uma prévia com o resultado.

Assim, esse profissional liberal pode usar o coworking especializado para fazer seus ensaios e também usar o serviço de tratamento de imagens para ganhar tempo e poder fechar novos oportunidades de jobs enquanto o serviço anterior é realizado pelo sistema.
 
Na capital do Paraná, além do We Are, os profissionais contam também com outra opções na cidades, tais como o coworking Aldeia, que possui um espaço descolado para prática de Yoga e também é conhecido por promover eventos e encontros para os próprios frequentadores, potencializando o networking, capacitação e descoberta de novas possibilidades. Entretanto, a capital está em franco desenvolvimento em relação aos escritórios compartilhados e possui opções em vários locais da cidades. Nesse link, encontrei opções com sala de aula para professores, recepcionistas bilíngues e alguns pet friendly e com bicicletário. 

Se você conhece outra opção de coworking especializado, conte aqui pra gente e ajude mais profissionais a potencializar seus serviços.

Clube Sebrae
Suzane Marie
Suzane Marie Seguir

Sou jornalista, MEI e gerente de comunidades do Clube Sebrae!

Ler matéria completa
Indicados para você