[ editar artigo]

Você sabe o que é estabilidade dinâmica?

Você sabe o que é estabilidade dinâmica?

Estabilidade dinâmica é manter-se em movimento. É a certeza de que a estabilidade estática não nos levará a lugar nenhum, já que a era em que vivemos está em constante movimento e mutação. Inclusive, um dos atuais desafios da humanidade é ensinar, para as crianças, profissões que ainda talvez nem existam, até porque em 10 anos, muitas das atuais profissões serão extinguidas, moldadas, adaptadas e ultrapassadas por outras que farão muito mais sentido à sociedade. E, nessa sociedade, existirão humanos coexistindo com robôs, que também serão responsáveis pela geração de novas profissões, novos canais de obtenção de recursos e novas formas de executar funções. O ensinamento inclusive é cada vez mais servido de mentorias inspiradoras e personalizadas.

O investimento em estudos não será mais no formato atual. Ao longo dos anos, estamos já entendendo que o “life long learning” – aprender ao longo da vida-, é o que nos manterá vivos profissionalmente e parte integrante do ecossistema pensante do universo. Temos que absorver que novas competências se fazem essenciais, tais como: curiosidade, iniciativa, persistência, adaptação, liderança, consciência social e cultural, colaboração, crítica e criatividade. 

Se você imagina que toda essa mudança é o futuro, está enganado. É o presente! Conrado Scholochauer, embaixador do Chapter São Paulo da Singularity U, um dos fundadores da Affero Lab - a maior empresa de Aprendizagem Corporativa do Brasil, foi um dos palestrantes do Summit Sebrae PR 2018, ministrando a palestra “Pensamento exponencial – uma visão humana”. Ele, que se considera um presentista, fala que o futuro está aqui, mas ainda não está muito bem distribuído.

O presentista contou que essa aprendizagem é a explicitação do conhecimento por meio de uma performance melhorada, diferente de adquirir conteúdo. Por isso que para ter um pensamento exponencial é necessário entender a nova dinâmica de conteúdo digital dos aplicativos e redes em que você escolhe um tipo de informação, pré determinando o que deseja receber de informação – muito diferente do expectador passivo de TV dos anos 80. Um ótimo exemplo fornecido pelo palestrante foi a figura do centauro, que usa a força e a velocidade da máquina com a cabeça e o coração do homem.


Ser digital é mais do que ser tecnológico ou on-line, é um novo jeito de pensar o mundo exponencial, em que existe a capacidade de absorver e adaptar-se a esse organismo vivo e ágil. Através desse cenário contextualizado são definidos os 6D’s (Digitalização, Decepção, Disrupção, Desmonetização, Desmaterialização, Democratização), que definem a nova era. Esse ambiente provoca uma ruptura de padrões, mas oportuniza a uniformização do alcance das pessoas ao contemporâneo, sendo quase tudo acessível a quase todos. 

Por isso que a estabilidade não condiz com a realidade e que a ação é a energia que pulsa o conhecimento, as experiências e as pessoas nesse exato momento. O que existe depois disso não é de conhecimento de ninguém, mas o que sabemos e detemos é que todos temos que determinar um tempo para parar e aprender o novo a todo o momento a partir do agora.

Clube Sebrae
Suzane Marie
Suzane Marie Seguir

Sou jornalista, MEI e gerente de comunidades do Clube Sebrae!

Ler matéria completa
Indicados para você