[ editar artigo]

William Waack - case de sucesso em 2018

William Waack - case de sucesso em 2018

William Waack passou pelo pesadelo de ser alvo de críticas, foi afastado de forma abrupta da empresa contratante, soube administrar a crise disseminada e inovou com produção de conteúdo em jornalismo disruptivo. Entende agora porque ele é um case a ser seguido por você?

Quer saber como fazer um negócio de sucesso? Então saiba mais sobre a história de William Waack, o jornalista de carreira que saiu do escândalo do racismo para se tornar um dos principais cases de sucesso no empreendedorismo.

William Waack é um X-MEN?

Como toda história feliz, no final das contas, ele retornou como uma fênix e se tornou um case de sucesso. Mas a jornada não foi tão fácil assim. Ele teve que passar por um calvário exercitando continuamente o valor da resiliência.

Virou a chave. Apostou num campo pouco explorado pelos profissionais experientes, ou seja, produção de conteúdo. Waack assumiu uma produção jornalística com foco exclusivo em internet. Usou a força de interesse por seu nome na nuvem e conquistou seu espaço como canal de YouTube.

Hoje, Waack assina a produção do Painel WW.


Jornalismo disruptivo

Foco de um escândalo racista, Waack provou que se tratava de um evento infeliz, ato desconectado com o contexto ou a personalidade da pessoa em questão. Essa infelicidade foi reconhecida pelo jornalista e acabou lhe tirando da emissora que o empregava por anos.

Sem compreender a perspectiva nova diante sua carreira, Waack se viu num cenário bastante comum aos profissionais de carreira longa que saem de empresas: insegurança sobre seu futuro.

Além disso, Waack ainda tinha que lidar com a imensa repercussão negativa sobre sua pessoa. Com uma carreira brilhante e de grande experiência técnica, William Waack viu ruir tudo por conta de uma ordem pouco propositiva, a pregação de ideologias radicais.

Interesse por parte de talks e produções televisivas

William Waack é hoje uma referência para seu próprio nicho de atuação. Ele trouxe a perspectiva de que jornalistas podem ser donos de suas carreiras e monetizar com isso. Além disso, o jornalista é sinônimo de audiência, tal como você pode ver no programa de Mariana Godoy.

Inclusive, trata-se também de um exemplo de inovação. Certamente, levando em consideração os relacionamentos de trabalho difundido por décadas e até séculos neste campo de atuação.

Inovar é construir projetos que tragam soluções sobre determinadas necessidades. Por isso, em plena época de fake news, principalmente pela disputa acirrada política nas eleições 2018, ele demonstrou sobriedade e capacidade de engajamento.

Por que Waack é inovação?

A perspectiva de inovação está, essencialmente, sobre o capital social que se agrega diante o interesse do tema (foco) de sua produção de conteúdo.

Esse capital social é, naturalmente, captado pela empresa que gera informações. Por isso, as agências de notícias, sites de jornalismo e canais de comunicação acabam se tornando as referências.

Mas, Waack inova ao também usar canais disponíveis pela inclusão digital, para produzir conteúdo da mesma qualidade dos grupos tradicionais da mídia. Ele fazia parte da mídia. Ele era um produtor de conteúdo que gerava credibilidade para a emissora ao qual fazia parte. Agora ele é essa referência.

Inovação não se trata somente de construir soluções mais simples para necessidades dos consumidores, clientes ou avatares. Há inovação nos processos também. Há inovação para soluções mais confiáveis. Por isso, o canal Painel WW se torna essa referência de credibilidade.

Neste vídeo, produzido pelo canal Pingue-Pongue com Bonfá, William Waack fala sobre a sua experiência como produtor de conteúdo para um canal de YouTube, além de outros comentários bem pertinentes aos produtores de conteúdo.

Neste link você vê esse papo completo em playlist do canal.

Empreendedorismo pela necessidade

Assim como milhões de brasileiros, o empreendedorismo se tornou a solução urgente para a nova forma de trabalhar. William Waack partiu para este caminho, mesmo com propostas diversas de empresas de comunicação.

Diante da escolha de novamente capitanear este capital social para outra empresa de comunicação, ele decidiu ser o vetor deste processo. Ao se tornar protagonista, Waack deixa de trilhar o vicioso caminho do funcionário.


William Waack é entrevistado por Fábio Porchat em época de crise após ser afastado pela Globo. Esse exercício de resiliência foi fundamental para sua capacidade de projetar o futuro.


No entanto, empreender pode não ser uma escolha. Trabalhar por conta é o caminho de quem não tem tanta escolha e precisa gerar renda para viver.

Empreender é sim sua atividade, mas trabalhar por conta é a solução de sua necessidade mais emergencial. Um valor não exclui o outro. Basta, portanto, usar estas ações e atividades para estabelecer metas e construir seu caminho como um homem de negócios.

Hoje em dia, Waack não esconde a mágoa por ter saído da Globo da forma como aconteceu. No entanto, ele também reconhece que essa mudança lhe deu autonomia e reconhecimento para si sobre o trabalho realizado.

Produtor de conteúdo como negócio

O jornalista que viveu os diversos eixos desafiadores do empreendedor, com seu canal de YouTube, criou o próprio negócio.

O foco disso foi a produção de conteúdo.

Por isso, não poderia trazer ao seu latente público experiências pouco qualitativas. Neste aspecto, Waack usou as referências que tinha e construiu seu painel.

Com a participação de uma plateia, convidados e mediação, Waack aborda sempre os assuntos mais expressivos do momento. Ele traz questionamentos relativos ao que se discute na nossa sociedade.

E a mesma obstinada visão analítica que tinha, principalmente na Globo News, Waack entrega conteúdo já difundido por si nas experiências anteriores.

Sabe o que isso significa? William Waack usou seu capital social, construído na empresa que lhe demitiu, para engajar seus expectadores. Logo, as experiências como produtor de YouTube demonstram que o sucesso de seus números na internet não são construídos por públicos nativos da internet.

Conteúdo é de interesse pleno de todos em qualquer momento. Quanto maior for sua qualidade, melhor será sua disseminação nos canais de comunicação. Quanto maior for sua credibilidade, maior será o crescimento exponencial. E tudo isso só é possível com produção de conteúdo.

Por que Waack conquistou o interesse dos internautas?

O jornalista é um exímio especialista em sua atividade profissional. Portanto, há de se reconhecer que ele tem uma incrível competência jornalística, reconhecida carreira de sucesso e experiências intensas como correspondente de guerra, correspondente internacional e exímio âncora e mediador de programas jornalísticos.

Waack, portanto, é especialista no que faz. Assim, ele consegue construir discursos que estão alinhados com sua alta qualidade de argumentação, defesa de pontos de vistas corroborados por estatísticas, riqueza de repertório cultural e fontes seguras de informações.

Ele é um especialista e especialistas são os mais credenciados para entregar conteúdo de extrema qualidade. Por isso, a produção de conteúdo do jornalista alcança os internautas mais exigentes.

Outro ponto bastante importante: Waack está em constante aprendizado. Não é um profissional que domina técnicas de comunicação voltadas para o marketing digital. Porém, ele executa estratégias de marketing para aumentar seus pontos de contatos e entregar aquilo que os internautas desejam receber.

Produção de conteúdo para negócios

Produzir conteúdo é um incrível processo de marketing. Quanto maior for a qualidade da produção de conteúdo, maior será o resultado sobre esta produção.

Com a produção de conteúdo, as empresas se tornam interessantes aos seus clientes, interessados e prospects. Porém, há de se apontar ressalvas sobre a execução deste tipo de estratégia.

Waack não teve este problema, porque ele associou seu profundo conhecimento como especialista para produzir. Aos trancos e barrancos, como em qualquer negócio, a produção precisa aprender os mecanismos técnicos do YouTube e do marketing digital. Mas nada ofusca a qualidade do conteúdo desde o primeiro episódio.

As técnicas de marketing digital só potencializam o acesso, mas a qualidade do conteúdo faz a diferença para a possibilidade deste mesmo crescimento.


Leia também:

YouTube - Modelo de negócios de sucesso

• Como fazer conteúdo para Facebook ou YouTube?

 

Clube Sebrae
Rafael Cardoso
Rafael Cardoso Seguir

Um cidadão que deixou de ser passivo para trazer luz e ambiente à discussão social e político.

Ler matéria completa
Indicados para você
{"status":500,"response":{"errorCode":"ARTICLE_NOT_FOUND","errorMessage":"An error occurred.","errorDetails":"_id: 5c17ec1ec8cb134f98704b29\nstatus: 1","timeStamp":"2019-01-22T17:02:22.876Z","stack":"BeraError: An error occurred.\n at /opt/apps/BERA_API/modules/controllers/merge_controller.js:272:33\n at /opt/apps/BERA_API/modules/shared/db.js:202:14\n at handleCallback (/opt/apps/BERA_API/node_modules/mongodb/lib/utils.js:120:56)\n at /opt/apps/BERA_API/node_modules/mongodb/lib/collection.js:1416:5\n at handleCallback (/opt/apps/BERA_API/node_modules/mongodb/lib/utils.js:120:56)\n at /opt/apps/BERA_API/node_modules/mongodb/lib/cursor.js:683:5\n at handleCallback (/opt/apps/BERA_API/node_modules/mongodb-core/lib/cursor.js:171:5)\n at setCursorNotified (/opt/apps/BERA_API/node_modules/mongodb-core/lib/cursor.js:515:3)\n at /opt/apps/BERA_API/node_modules/mongodb-core/lib/cursor.js:599:16\n at queryCallback (/opt/apps/BERA_API/node_modules/mongodb-core/lib/cursor.js:232:18)\n at /opt/apps/BERA_API/node_modules/mongodb-core/lib/connection/pool.js:469:18\n at _combinedTickCallback (internal/process/next_tick.js:131:7)\n at process._tickDomainCallback (internal/process/next_tick.js:218:9)\n"},"request":{"url":"/article?page_id=56ec54080fc503644f9171a7&related_id=5c17ec1ec8cb134f98704b29","method":"GET","headers":{"host":"clubesebrae.com.br","esi":"true","connection":"close","x-forwarded-proto":"https","accept":"text/html,application/xhtml+xml,application/xml;q=0.9,*/*;q=0.8","x-forwarded-for":"34.203.213.116, 127.0.0.1","hasbranch":"production","restarts":"0","originalend":"william-waack-case-de-sucesso-em","accept-encoding":"gzip","x-varnish":"317161820","originalhost":"clubesebrae.com.br","originalurl":"API/merge/article?page_id=56ec54080fc503644f9171a7&related_id=5c17ec1ec8cb134f98704b29","originalpageslug":"API","redisret":"___projectid___56e9af4bb89f1d73465cbd39___lang___/utils/public/lang/pt-br.json","bcp":"56e9af4bb89f1d73465cbd39","template":"home","lang":"/utils/public/lang/pt-br.json","_groups":"___projectid___56e9af4bb89f1d73465cbd39___lang___/utils/public/lang/pt-br.json","avoidbera":"","doesi":"true","epoch":"1548176543","page":"1"},"query":{"page_id":"56ec54080fc503644f9171a7","related_id":"5c17ec1ec8cb134f98704b29","page":1,"commenters":0,"skip":0,"limit":20,"bookmarks":false,"featured":false},"body":{},"params":{}}}