[ editar artigo]

Como os consumidores escolhem marcas de materiais de limpeza

Como os consumidores escolhem marcas de materiais de limpeza

Ao longo desta semana, revelei quais foram as principais descobertas do estudo A Social Media Analysis of Trends in the CPG Industry sobre o que os consumidores levam em consideração na hora de decidir de que marcas comprar itens de três segmentos:

Hoje, para encerrar esta série, apresento o que os pesquisadores da empresa de tecnologia Crimson Hexagon descobriram que influencia a decisão de compra de materiais de limpeza.

Por mais que você não atue neste mercado, conhecer o perfil dos consumidores destes produtos pode ajudá-lo a identificar tendências que também poderão ser vistas em seu segmento.

Sabendo disso e pensando em ajudá-lo a entender como fazer isso, na prática, ao fim deixo algumas perguntas que você pode usar em reuniões com a sua equipe para entender o que os seus consumidores desejam e pensar em formas de garantir a satisfação deles dia após dia. Acompanhe!

Materiais de limpeza: preferência por produtos seguros, sem cheiro e naturais

Repetindo o padrão encontrado em outros mercados, na hora de comprar materiais de limpeza para casa, os consumidores estão buscando itens mais naturais.

Produtos sem cheiro e que são seguros para crianças também estão entre os tópicos mais debatidos pelos consumidores nas redes sociais.

Entenda melhor tudo isso a seguir.

1 – Materiais de limpeza e crianças

Entre os tópicos relacionados à citação de materiais de limpeza para casa, destaca-se o tema limpeza associada a crianças.

Isso acontece não apenas porque as crianças muitas vezes são as principais responsáveis pela sujeira em casa, mas também porque os pais estão buscando cada vez mais alternativas de produtos que não ofereçam riscos a elas.

Segundo o levantamento, entre os temas mais citados nas redes sociais nesse sentido, estão:

  • Limpar brinquedos de crianças/áreas de recreação.
  • Preocupação sobre perigos de componentes químicos.
  • Alternativas naturais e caseiras de produtos de limpeza.

O estudo identificou que entre pais que buscam alternativas caseiras, a preocupação com elementos tóxicos nos produtos de limpeza está no centro do debate sobre esse tema nas redes sociais.

2 – Alternativas caseiras

A expressão “cheiro de limpeza” certamente tem adquirido novos significados. Especialmente porque os consumidores estão cada vez mais preocupados em evitar usar produtos com ingredientes tóxicos.

O relatório revela que grande parte da discussão em torno de produtos de limpeza traz reclamações sobre os cheiros desses itens – especialmente o aroma forte de alvejante.

Em busca de um produto com um cheiro não tão forte e com ingredientes mais seguros, crescem as conversas sobre alternativas naturais. Entre os ingredientes caseiros mais utilizados nesse sentido, estão o vinagre e o bicarbonato de sódio.

E agora?

Não deixe que essas informações sejam esquecidas nas próximas horas. Leve-as em consideração para definir o roteiro da sua próxima reunião com a equipe. Afinal, as descobertas do estudo que apresentei aqui ao longo desta semana mostram que os consumidores sabem o que querem e estão cada vez mais preocupados em ter suas necessidades e seus desejos atendidos.

Na prática!

Perguntas para orientar reuniões em empresas que atuam no mercado de materiais de limpeza:

  • Nossos produtos estão alinhados a essas preferências?
  • Se sim, tudo isso está claro pra os nossos clientes?
  • Se não, o que é possível fazer para adequá-los?
  • O que nossos clientes pensam sobre tudo isso?
  • Como podemos descobrir quais são as preferências e necessidades dos nossos clientes e prospects?
  • O que podemos fazer para incluir nossos consumidores no processo de desenvolvimento de produtos alinhados ao que eles buscam e desejam?

Perguntas para orientar reuniões em empresas de outros mercados:

  • Como podemos adaptar essas preocupações ao nosso mercado?
  • Quais são os valores, os princípios e as preocupações comuns aos nossos clientes?
  • Nossos produtos, serviços e soluções estão alinhados a tudo isso?
  • Se não, o que podemos fazer para mudar esse cenário?

Agora, é com você!

Use esse roteiro como ponto de partida para definir sua própria linha de debate e apoie-se nessas conversas com sua equipe para estabelecer quais serão os rumos da sua empresa daqui em diante.

Sucesso!

Para mais informações e dados sobre tendências de consumo, veja também:

Sua ponte para um mundo de histórias inspiradoras e boas ideias para o seu negócio

Fique por dentro das principais tendências seguindo o grupo Sebrae Trends. Para isso, basta clicar aqui.

Clube Sebrae
Francine Pereira
Francine Pereira Seguir

Jornalista baseada em Tóquio (Japão) e caçadora de tendências do Sebrae Trends.

Ler matéria completa
Indicados para você