Tendências que estão moldando o comportamento do consumidor
[ editar artigo]

Tendências que estão moldando o comportamento do consumidor

Recentemente, a Euromonitor, empresa global de pesquisas de mercado, divulgou um relatório que desvenda quais são as tendências que estão moldando o comportamento do consumidor.

Segundo as informações do Global Consumer Trends for 2018, este é o novo cenário que está se moldando no mercado…

  • Os consumidores estão mais conscientes e cautelosos em suas decisões de compra

  • Os valores que eles defendem contam muito na hora de escolher uma empresa/marca.

  • A realidade virtual ajuda os clientes a experimentarem antes de comprar.

  • Os consumidores são verdadeiros detetives quando se trata de decidir o que e de quem comprar.

  • Eles também querem ter a possibilidade de dar um toque pessoal no desenvolvimento dos produtos, comprando itens que reforcem suas identidades.

  • Os novos consumidores preferem emprestar ao invés de comprar.

  • Muitos consumidores estão adotando um estilo de vida todo compartilhado, dividindo moradia com outras pessoas.

Para ajudá-lo a entender melhor essas movimentações do mercado e dos consumidores, iremos explorar as principais transformações nos modelos de negócio e no comportamento de consumo da atualidade em uma série de três artigos.

A ideia é que você possa conhecer melhor as principais tendências que estão condicionando mudanças importantes em relação à forma como as empresas se posicionam e na maneira como os consumidores realizam suas decisões de compra e, assim, tome decisões estratégicas mais assertivas em seu negócio – ou em um futuro empreendimento.

Para começar, apresentamos as duas primeiras tendências que estão moldando o comportamento do consumidor:

1 – Pessoas buscando um estilo de vida mais limpo e minimalista.
2 – Consumidores mais cautelosos, escolhendo compartilhar ao invés de comprar.

Boa leitura!

O comportamento do consumidor na prática

1 – Estilo de vida mais limpo


Uma mudança importante no comportamento dos consumidores da atualidade é que eles estão dizendo mais “nãos”.

Um grupo formado por jovens entre 20 e 29 anos configura uma nova geração de consumidores mais conscientes e moderados na hora de comprar.

Buscando um estilo de vida mais “limpo”, com uma pegada minimalista, cada vez mais os clientes levam em conta o alinhamento do produto/serviço/marca com os valores que eles defendem. Eles sentem que podem fazer diferença para um mundo melhor por meio de suas escolhas de consumo.

Nesse sentido, muitos estão dizendo não para coisas como bebidas alcoólicas, drogas, hábitos não saudáveis, produtos que utilizam matéria-prima animal e também para os gastos em excesso em “coisas” (esse tipo de consumidor prefere gastar com experiências ao invés de itens materiais).

Case: Daybraker

“Programa de jovem é sair para balada e ‘beber todas’.”

Será mesmo?

A nova geração, que busca um estilo de vida mais limpo, está conduzindo uma mudança nesse sentido, preferindo atividades mais saudáveis, que não envolvam álcool ou qualquer tipo de drogas.

Foi justamente para atender a demanda desse público que a Daybraker foi criada. Basicamente, ela é uma rave bem diferente. A festa começa logo de manhã e os participantes podem fazer yoga, dançar, curtir apresentações musicais e beber drinks saudáveis.

Para pensar:

  • Antes de assumir as preferências do seu público, investigue a fundo as reais necessidades e gostos de quem pode vir a se relacionar com a sua empresa.

  • Os perfis se transformaram muito, e o que era “verdade” há dois anos atrás, já pode ter mudando.

  • Você tem se preocupado em conversar com seus clientes para entender o que se passa na cabeça deles? Pesquisas simples – boca a boca, enviadas por e-mail, postadas nas redes sociais – podem garantir que sua empresa e seus clientes/consumidores estejam sempre “falando a mesma língua”. Isso, por sua vez, aumentará suas chances de sucesso.

  • O mesmo vale se você está pensando em abrir um negócio novo. Antes de colocar em prática ideias que parecem geniais para você, vá atrás da opinião daqueles que comprarão seu produto/utilizarão seu serviço ou sua solução. É o pensamento deles que realmente importa.

2 – Compartilhadores

Por que comprar se eu posso emprestar? Por que vender se eu posso compartilhar?

Esse é o pensamento de muitos consumidores da atualidade!

Uma nova geração de compartilhadores, alugadores e assinantes está redesenhando a economia, impulsionando o surgimento de novos modelos de negócios.

Alinhado com o movimento citado anteriormente, de pessoas buscando uma vida mais minimalista, esse grupo de compartilhadores quer ter mais flexibilidade para se mudar. Para isso, possuem menos bens materiais e mais liberdade de escolha!

Essa tendência vem impulsionando a economia sob demanda, ou economia colaborativa, que é o modelo de negócio baseado na troca de bens e serviços entre indivíduos.

A verdade é que esses consumidores não querem ter um carro próprio, por exemplo, já que eles podem usar serviços como Uber. Além disso, em vez de ter uma casa em uma praia específica e de precisar lidar com todo o “trabalho” que uma casa própria proporciona, eles preferem visitar vários lugares, compartilhando a moradia de outras pessoas com o Airbnb – e livrando-se do trabalho pesado.

Case: BlaBlaCar

Preço acessível, sustentabilidade e conveniência são alguns dos fatores centrais que movem a economia colaborativa.

Neste sentido, compartilhar uma carona com quem está indo para o mesmo lugar, por exemplo, é uma ótima forma de economizar dinheiro, diminuir os impactos ambientais causados pelo excesso de veículos e ainda facilitar a vida de todo mundo.

Essa é a lógica do BlaBlaCar, plataforma que conecta pessoas que fazem o mesmo caminho para compartilharem caronas.

Para pensar:

  • Sempre existe alguma maneira de compartilhar algo com seus clientes. Se o seu modelo de negócio não permitir o compartilhamento de produtos ou serviços, divida com seus clientes interesses e valores e fortaleça o laço com eles!

  • Quer pensar em desenvolver um novo negócio levando essa característica específica do comportamento do consumidor em conta? Analise seu dia a dia e pense no que você gostaria de utilizar, poderia pegar emprestado de alguém, mas ainda não há nenhuma empresa fazendo isso. Quem sabe você não cria a nova grande disrupção do mercado?

Então, conseguiu identificar comportamentos do seu público entre essas tendências? Ainda temos muitas informações para compartilhar nesse sentido.

Confira também a segunda parte deste artigo: 

+ 3 tendências que estão moldando o comportamento do consumidor

Assista aos vídeos dos nossos caçadores de tendências que viajam pelo mundo em busca de histórias inspiradoras e boas lições para o seu negócio!

 

Clube Sebrae
Francine Pereira
Francine Pereira Seguir

Jornalista baseada em Tóquio (Japão) e caçadora de tendências do Sebrae Trends.

Continue lendo
Indicados para você