[ editar artigo]

Um olhar sobre tendências direto da Alemanha

Um olhar sobre tendências direto da Alemanha

Nosso trabalho aqui no Sebrae Trends é trazer o diferente, o novo, o inesperado para você e para o seu negócio.  Não de uma forma que você possa simplesmente falar “que legal isso!”, mas ensinando algo concreto e aplicável.

Para isso, não medimos esforços para ir atrás de boas histórias.

Hoje eu escrevo diretamente de Hamburgo, Alemanha. Estou aqui para cobrir a NEXT Conference, um evento que nasceu há dez anos com o objetivo de debater as tendências que estão construindo o amanhã.

O tema da edição de 2017 é curioso: Digital Sucks, algo como “Digital é uma porcaria”. Isso pode soar um tanto desconexo com a realidade, mas a verdade é que por mais que a gente viva em um mundo cada vez mais digital, tudo isso é muito novo. Ainda estamos aprendendo a lidar com as inovações tecnológicas e com seus efeitos – e defeitos.

É como se a cada dia estivéssemos colocando um tijolo na construção do futuro. Vez ou outra, podemos errar a mão. Bem como em sua empresa, é uma construção permanente e infinita. E não é essa uma das graças em empreender?  

Essa realidade exige que tenhamos que nos adaptar a mudanças rápidas, inovações que surgem da noite para o dia e que, em pouco tempo, parecem que já fazem parte de nossa vida há anos. Você lembra como se comunicava antes do WhatsApp, apenas para citar um exemplo?

Hoje eu tive a oportunidade de entrevistar, em vídeo, dois figurões do TrendWatching, empresa britânica responsável por apontar as principais tendências que vão guiar nossas vidas “amanhã”.

Antecipando um pouco do que está por vir, David Mattin, líder global de tendências e insights do TrendWatching, disse que nossa missão, enquanto empreendedores do amanhã, deve ser solucionar problemas reais da humanidade. “As melhores mentes dessa geração estão no Vale do Silício criando formas de colocar cara de cachorro em seres humanos”, declarou ele, em alusão a um recurso do recém-lançado iPhone X. Aliás, esse é um bom exemplo de por que “Digital Sucks”...

Será que não podemos direcionar nossas energias para problemas reais e, de fato, colaborar para construir um mundo melhor?

Sobre isso, super-recomendo a leitura do artigo da Ilka Toyomoto Furtado (consultora do Sebrae/PR) sobre o novo consumo das experiências únicas. Ela apresenta diversas iniciativas empreendedoras incríveis que estão acontecendo aqui em nosso quintal. É inspirador. Tem muita gente sensacional criando o amanhã ao seu lado!

Você está olhando para a nova geração com o devido respeito que ela merece?

No evento, também falei com Pamela Pavliscak, especialista na geração Z (crianças e adolescentes da atualidade). Nós conversamos sobre como essa geração vai ser responsável por reinventar – ainda mais! – o mundo em que vivemos.

Pamela compartilhou dados muito interessantes sobre o perfil e os hábitos desses jovens, mas eu vou falar sobre isso nas próximas semanas. Antecipando um pouco, o fato é que precisamos olhar a nova geração sob uma perspectiva livre dos preconceitos que costumamos ter. Eles nasceram em um mundo diferente do nosso. E quer você queira ou não, são eles e suas mentes digitais que vão ditar o rumo do planeta nos próximos anos!

Em breve vou compartilhar os aprendizados que estou tendo aqui em Hamburgo em detalhes por meio de textos, vídeos e ferramentas práticas que vão ajudá-lo a entender tendências, mapeá-las e a criar inovações reais para o seu negócio.

É verdade que às vezes esse papo sobre tendências, inovação, disrupção pode soar um tanto complexo e distante. Mas termino a conversa de hoje com uma reflexão proposta por Victoria Loomes, analista sênior de tendências do TrendWatching. “Tudo muda. Menos as necessidades básicas dos seres humanos.”

O que você está fazendo de diferente para entendê-las e atendê-las?

Saiba mais

Todas as histórias contadas nos artigos, vídeos e infográficos do projeto Sebrae Trends têm as macrotendências apontadas e descritas no Caderno de Tendências do Sebrae/PR como ponto de partida. Clique aqui para baixar o seu exemplar.

E para não perder as atualizações do projeto Sebrae Trends aqui no Clube do Empreendedor Sebrae, siga a nossa revista clicando aqui.

Leia também

[Vídeo] Você já pensou em transformar uma paixão em negócio? 

6 lições dos palhaços sobre a arte de se comunicar

LUSH ensina como praticar a inovação sustentável

[Infográfico] Os seis sentidos da compra

Clube Sebrae
João Guilherme Brotto
João Guilherme Brotto Seguir

Sou um jornalista curioso que descobriu que viajar é uma valiosa fonte de boas histórias. Aqui no Sebrae, meu objetivo é contar histórias inspiradoras sobre empreendedorismo, marketing, vendas, inovação e tendências a partir do que vejo pelo mundo.

Ler matéria completa
Indicados para você